Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 06/21/2017 in all areas

  1. 6 points
    É sabido por nós ocidentais que os orientais em questão os japas adoram Hardwares mistos, como um media Center PlayStation 2 , Micro System com Mega/Dreamcast e outros. Ok, mas o que isto tem haver com o Saturn?? Todos achávamos que o Saturn Santo Graal era o Hi Saturn Navi que tem tela e GPS integrado.. pois bem o problema é que estávamos errados! Conheçam o SKC 1000CSuper Prologue 21 Karaoke System. Resumindo ele é um media Center, receiver, karaokê e Sega Saturn!
  2. 5 points
    Não deve ter novidade alguma pra cambada daqui, mas, de qualquer forma... Tá aí meu vídeo sobre esse Mega: https://www.youtube.com/watch?v=Verxl7oziHI
  3. 5 points
    Rascunhos do Sonic 1 e 2 acho http://videogamesdensetsu.tumblr.com/post/161653393795/excerpts-from-the-upcoming-art-book-sonic-the Excerpts from the upcoming art book “Sonic The Hedgehog - 1991-2016” published by Cook & Becker. https://www.candb.com/en/artwork/2076/sonic-the-hedgehog-25th-anniversary-art-book-collector-s-edition-sega.html Source: https://waypoint.vice.com/en_us/article/sonic-the-hedgehog-was-almost-sonic-the-rabbit
  4. 4 points
    Video Games fazem parte da minha vida desde que eu me lembro por gente, lembro de ter 4 ou 5 anos jogando Come Come e Formula 1 no Odyssey. Nunca deixei de jogar e acredito que enquanto minhas mãos tiverem coordenação motora, estarei jogando. Minha esposa nunca reclamou ou veio com esse lance de "coisa de criança", até porque ela tbm tomou gosto pela brincardeira tbm, e meus piás então, o mais velho domina e o mais novo não ve a hora de poder jogar, adora assistir o mano... Pro pessoal que torce o nariz e acha que é coisa de criança, um belo FODA-SE resolve bem .
  5. 4 points
    Olá, As "crianças" daquele tempo, agora, "SOMOS NOZES". Assim, nós, os adultos de hoje, é que irão dizer para as "novas crianças" se videogames são apenas "coisa de criança" ou se é um entretenimento para qualquer idade. Mas, para aqueles que NÃO GOSTAM de videogame (assim como aqueles que não gostam de livros, não gostam de estudar, não gostam de praticar esportes, etc - enfim cada um tem sua lista do que gosta e não gosta)... para esses que não gostam de videogame, "dizer que é só pra criança" é a desculpa que cai como uma luva.
  6. 4 points
  7. 4 points
    Curiosidades de Balrog. Balrog x Mike Bison Esta é provavelmente a curiosidade mais conhecida desde o lançamento de Street Fighter 2, a troca de nomes que ocorreu entre os personagens. Balrog, o boxeador, se chama originalmente M. Bison na versão japonesa do game. Seu nome completo era “Mike Bison”, uma clara alusão ao famoso lutador de boxe Mike Tyson. Mike Tyson brinca com um cosplayer de Balrog na San Diego Comic-Con em 2014 (Foto: Reprodução/Boxing Scene) Na época do lançamento de Street Fighter 2, o empresário de Mike Tyson era Don King, conhecido por gerar polêmicas e processos inusitados. Para evitar problemas a produtora Capcom trocou o nome de seu “Mike Bison” pelo de outro lutador, Balrog. No entanto, isso criou outro problema… O Ditador, a Garra e o Boxeador Os personagens que em quase todo o mundo são conhecidos como Balrog, Vega e M. Bison, no Japão são respectivamente: M. Bison, Balrog e Vega. Além de trocar o nome do boxeador para Balrog, a filial norte-americana da Capcom também não acreditava que Vega fosse um nome forte o bastante para o chefe final e assim usou o nome M. Bison, sem o “Mike”. Por fim, o toureiro espanhol assumiu o nome de Vega. Balrog, Vega e M. Bison tiveram seus nomes trocados nas versões internacionais de Street Figher 2, o que causou muita confusão (Foto: Reprodução/Retro Vision) Para evitar confusão, a comunidade de jogadores às vezes os chama apenas por apelidos como: o Ditador (Dictator), Garra (Claw) e Boxeador (Boxer), já que assim não há chance de confundir os lutadores. Há no entanto também uma parcela de jogadores profissionais que detesta esses apelidos. O outro Mike Não bastasse toda a confusão com nomes, muitos jogadores suspeitavam que Balrog fosse na verdade outro personagem, o lutador Mike do primeiro Street Fighter, que também era um boxeador negro. Demorou anos até que a Capcom confirmasse que Balrog e Mike são pessoas diferentes e que o personagem apenas foi esquecido pelo tempo. Recentemente a Capcom criou uma nova arte de Mike e eles são realmente bem semelhantes. Por muito tempo jogadores pensaram que Balrog era o personagem Mike do primeiro Street Fighter, até a Capcom confirmar que são pessoas diferentes (Foto: Reprodução/Jamma+, Street Figher Wiki) Mãos limpas Quando Street Fighter 2 foi lançado no Super Nintendo, muito do seu conteúdo teve que ser censurado, especialmente qualquer traço de sangue nos ferimentos ao final da luta. Uma das conhecidas frases de Balrog ao vencer seus adversários era: “Meus punhos têm seu sangue neles” (My fists have your blood on them). Porém como no console da Nintendo não havia sangue, o boxeador teve sua frase trocada para apenas: “Levante, seu molenga!” (Get up you wimp!). Uma das mais famosas frases de vitória de Balrog em Street Fighter 2 perdeu sentido na versão censurada do Super Nintendo (Foto: Reprodução/Mugen Guild) Matador de elefantes Um dos personagens mais calmos da série Street Fighter, o indiano Dhalsim, tem uma grande rixa com Balrog, por um bom motivo. Jogadores de Street Fighter 2 devem se lembrar do estágio na Índia, com elefantes na tela. Um deles era um animal de estimação de Dalshim e Balrog o matou com apenas um soco, seu Gigaton Punch, durante uma missão da Shadaloo. Balrog matou o elefante de estimação de Dhalsim que aparece em seu estágio de Street Fighter 2 (Foto: Reprodução/Nerdemia) Balrog bom moço Existe uma curiosidade bem simples sobre Balrog, que é o seu eterno alinhamento com a organização criminosa de M. Bison, a Shadaloo. A maioria dos vilões já saiu da Shadaloo em algum momento de sua vida, mas Balrog sempre esteve lá. Ironicamente, em Street Fighter: O Filme, o personagem é retratado de uma maneira completamente oposta, como um dos mocinhos, em busca de vingança contra a Shadaloo por ter acabado com sua carreira de boxeador. Provavelmente o capanga mais fiel da Shadallo, em Street Fighter: O Filme, Balrog é retratado como mocinho (Foto: Reprodução/Bristol Bad Film Club) Nin Nin Hall O estágio de Balrog em Street Fighter 2 é um dos mais luxuosos e animados, no cassino Golden Nugget de Las Vegas, que existe de verdade. No entanto, a luta se passa em uma sala fictícia chamada “Nin Nin Hall”. Trata-se de uma espécie de brincadeira do designer de fases Akira Nishitani, cujo apelido era “Nin Nin”. Além de assinar o estágio de Balrog, vários recordes do game também são atribuídos a um jogador chamado “NIN”. O Nin Nin Hall no estágio de Balrog em Street Fighter 2 é na verdade uma assinatura do designer Akira Nishitani (Foto: Reprodução/Matt's Game Quest) Proteja sua orelha Se ainda havia alguma dúvida sobre Balrog ser inspirado em Mike Tyson, em Street Fighter Alpha 3 o personagem solta uma frase irônica ao vencer uma luta: “Se lutar assim comigo de novo, vou morder sua orelha fora!”. Essa é uma referência a uma das lutas mais polêmicas de Mike Tyson, contra o boxeador Evander Holyfield, na qual Tyson mordeu a orelha de Holyfield e chegou a arrancar um pedaço. Em Street Fighter Alpha 3, Balrog ameaça morder a orelha dos adversários (Foto: Reprodução/YouTube) Homem de um soco só Uma curiosidade quando Balrog se tornou controlável em Street Fighter é que o personagem fugia completamente ao estilo dos outros. Enquanto todos os personagens de Street Fighter tinham 3 socos e 3 chutes, Balrog tinha apenas socos, porém 6 deles! Depois a série adicionou mais personagens nesse estilo, como o boxeador Dudley e a capoeirista Elena, a qual tem 6 chutes e nenhum soco, mas Balrog foi o pioneiro. Quando Balrog se tornou controlável em Street Fighter 2 seu estilo de combate só com socos era único (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro) Balrog no avião Em Street Fighter 4 há um estágio na África chamado Small Airfield que possui um avião da S.I.N. no cenário, o qual tem uma curiosidade. Durante uma luta comum, Balrog irá arrebentar a porta do avião com um soco e assistir o resto do combate no fundo. No entanto, caso um dos jogadores seja Balrog, quem aparece no avião é Vega. Se for então uma luta entre Balrog e Vega, quem aparece no avião é o próprio M. Bison. Coincidência ou não, somente esses três personagens que tiveram os nomes trocados aparecem no avião. Balrog tem seu momento "Onde está o Wally?" no cenário Small Airfield de Street Fighter 4, às vezes dividido com Vega e M. Bison (Foto: Reprodução/DeviantArt) Creditos da Materia Rafael Monteiro TechTudo http://www.seganet.com.br/index.php?/topic/63114-curiosidade-grandes-boatos-da-s%C3%A9rie-street-fighter/#comment-1228022
  8. 3 points
    Depois de fazer mistério e atiçar a curiosidade de todo mundo com uma fita K7 cheia de sons nostálgicos, a Sega revelou o programa Sega Forever, que pretende disponibilizar todo o catálogo de games clássicos da empresa de graça em smartphones Android e iOS. Amanhã, dia 22, a empresa já vai disponibilizar cinco jogos do Mega Drive para smartphones: Comix Zone, Phantasy Star II, Altered Beast, Kid Chameleon e o icônico Sonic the Hedgehog. A Sega vai lançar mensalmente os games para smartphones com download gratuito e anúncios, assim como aconteceu com Crazy Taxi. As propagandas poderão ser retiradas com o pagamento de US$ 1,99 (cerca de R$ 6,60). O programa compreende desde títulos famosos até games que não foram lançados oficialmente no ocidente. A longo prazo, o objetivo do Sega Forever é trazer todos os games já feitos para consoles da empresa aos smartphones, emulando arcades e consoles como Dreamcast e o Saturn, que é conhecido por ser difícil de ser pirateado, como aponta o Overloadr. Além de alguns títulos inéditos chegarem ao ocidente e receberem localização em inglês, todos os games do Sega Forever poderão ser jogados offline, terão saves na nuvem, placar de liderança e suporte para controle. Fonte: http://adrenaline.uol.com.br/2017/06/21/50299/sega-forever-vai-lancar-todos-os-games-classicos-da-empresa-de-graca-nos-smartphones Agora o trem ficou bom!
  9. 3 points
  10. 3 points
    Fizeram um mod pra jogar com a Turma da Mônica Ficou sensacional. ---------------[DOWNLOAD DO MOD]------------------Google Drivehttps://drive.google.com/open?id=0B3P...Megahttps://mega.nz/#!DRdHxC7b!5Ls_Ni-293...
  11. 3 points
  12. 3 points
  13. 3 points
    Olá, Isso é o PMDB mostrando "como é ser um profissional da política". Vão desmontar a LAVA JATO "a jato" na cara de pau e ninguém vai dar um pio... cade aquele povo todo de 2013, 2014? Junte isso ao outro topico que eu postei (a retaliação financeira do governo à PF) e veja que a implosão da operação já começou. E ainda vão aprovar o estupro geral com as mudanças trabalhistas e previdenciárias zoadas... desse jeito vai ter gente com saudade até do FHC, que foi um período bem conturbado.
  14. 3 points
    Street Fighter Kids Street Fighter Kids foi um trote que começou na agora falecida “Game Zero”, web site pirata de jogos em Hong Kong. Dito ser uma versão super-deformed da série, SFK foi na verdade uma única screenshot criada por provável empregado da Capcom. Já que o “Game Zero” geralmente postava primeiro as fotos de jogos famosos, muitos acreditaram. O programador acabou por vir e contar a história e reprovou a todos que acreditaram e espalharam o rumor. Ironicamente, a Capcom trouxe essencialmente o jogo, na forma do Pocket Fighter e Super Puzzle Fighter II X. DC vs Street Fighter Numa edição da E3, tradicional feira de games, rolou um boato sobre um acordo entre as duas empresas. Infelizmente elas esfriaram. Dois anos antes, a Capcom já teria tentado produzir DC vs. Marvel vs. Capcom, mas esbarraram em problemas de licenciamento, afinal eram muitas empresas e muita grana envolvida. O mercado de jogos de luta já não dava tanto lucro como antigamente. Mortal Kombat vs Street Fighter Durante muitos anos, o duelo entre as duas sagas era um sonho para os fãs. Porém as séries têm grandes diferenças entre si, como por exemplo em MK, as batalhas serem de vida ou morte e em SF, as lutas são “por competição”. Recentemente, uma equipe de programadores chamada “Proxicide”, produziu três animações em flash. Na primeira duelam Ken e Rayden, na segunda animação Ryu e Scorpion saem no tapa e na terceira, Akuma e Chameleon se degladiam! Oficialmente falando, a “Epic Battles TCG” lançou um card game envolvendo os dois universos. Aliás, fez tanto sucesso, que agora a empresa incluiu Tekken no campo de batalha. Street Fighter vs Guilty Gear (Sammy vs Capcom) Em 2003, a empresa Sammy anunciou no evento “Amusement Machine Show”, em Tóquio, que estava fechando uma parceria para co-produção de “The King of Fighters”, e o representante da SNK Playmore, Akihito Kadowaki afirmou que o projeto já estaria em desenvolvimento. Após o anúncio, a Sammy anunciou que havia adquirido a licença para a produção de “Sammy vs Capcom”. Ishiwatari Daisuke (representante da Sammy) e Funamizu Noritaka (representante da Capcom) confirmaram o projeto na época. E nós estamos esperando até hoje… Capcom Fighting All Stars A Capcom pretendia criar um jogo de luta 3D com personagens de Street Fighter diferente do Street Fighter EX, da Arika, que não teve muita aceitação dos fãs. Esse game chegou a ter uma versão beta testada nos arcades japoneses. Após muita especulação, a revista japonesa “Dorimaga” anunciou que a Capcom havia cancelado o game, notícia confirmada pouco depois no site da Capcom japonesa. O game teria os personagens (destaque para Haggar, que faria sua “estréia” contra lutadores da série Street Fighter, e Ingrid, que entrou em Street Fighter Alpha 3 Double Upper): Ryu (Street Fighter) Chun-Li (Street Fighter) Nash (Street Fighter Alpha) Alex (Street Fighter III) Batsu (Rival Schools) Akira (Rival Schools) Poison (Final Fight) Hiryu (Strider) Haggar (Final Fight) Além desses, personagens originais foram criados para o game: D.D. que seria o “personagem principal”, o loiro Rook, Death, e a até então desconhecida Ingrid. O projeto não foi totalmente cancelado. A Capcom aproveitou alguns elementos no game Capcom Fighting Jam / Evolution. Street Fighter 64 e SF Champion Edition para Mega Drive Enquanto a Nintendo ainda investia em seu N64, existia uma grande pressão pelo lançamento de um jogo da série SF para o console. Foi divulgado que SF64 estaria em produção, mas ficou só no boato. Por outro lado, bem antes, a Capcom desenvolvia Street Fighter II Champion Edition, mas o game ficou com tantos elementos de SF II Turbo Hyper Fighting, que teve que ser renomeado, e por isso, foi lançado SF II Special Champion Edition. A revista “SEGA Power” edição 43, publicou algumas fotos de SFII CE para Mega, a qual você pode ver logo acima. Sheng Long (Gouken) E os boatos não se restringem aos games. A revista EGM costumava fazer brincadeiras de 1º de abril com seus leitores. Gouken, mestre de Ken e Ryu, foi “renomeado”: passou a se chamar Sheng Long. Primeiramente a lenda foi criada para Street Fighter II. Para conseguir enfrentar o sensei dos caratecas, seria precisa empatar vários rounds na luta final contra M. Bison sem que nenhum dos personagens sofresse dano. Sheng Long apareceria e detonava M. Bison, e caberia ao jogador, derrotá-lo. Coincidência ou não, a Capcom criou pouco depois, o personagem Akuma (Gouki), irmão de Gouken, em Super Street Fighter II Turbo / X. Creditos: http://www.streetfighter.com.br
  15. 3 points
    deve ter dado um trabalho monstro eu estou com um cachorro que eu e minha noiva achamos na rua abandonado (encontramos tarde da noite na rua paralela a minha casa, incrivelmente é um filhote de shar pei) ele ainda nao aprendeu a fazer as paradas dele no lugar certo por mais que eu ja tenha tentado varias vezes, e pra sair na coleira ele é teimoso pra caralho. tenho que ver no futuro como ele vai ficar dizem que é caracteristica dessa raca a teimosia, e que muitos donos de primeira viagem devolvem ou abandonam. fora isso ele é legal mas essa fase de filhote crescendo é complicada. essa foto foi 2 meses atras, ele esta maior ja
  16. 3 points
    Com a apresentação da arquitetura Zen e dos processadores Ryzen, a AMD tem se esforçado para voltar a brigar em alto nível com a Intel. Agora, a empresa revelou os novos chips Epyc para pisar em mais um território dominado pela principal concorrente: os servidores. Com a linha Epyc, a AMD quer tomar o mercado do Xeon da Intel, amplamente usado em empresas. Para isso, a linha é bastante abrangente, com opções como o EPYC 7251, com 8 núcleos e 16 threads com frequência variando entre 2,1 e 2,9 GHz até o monstro EPYC 7601, com 32 núcleos, 64 threads e clock de 2,2 GHz a 3,2 GHz. Todos os novos processadores contam com 8 canais de memória DDR4 por CPU com até 2 TB de memória RAM, tanto nos chips com um soquete quanto os de dois soquetes. O TDP dos chips varia entre 120 W e 180 W. Durante a apresentação dos novos produtos, a AMD afirmou que seus benchmarks mostraram que em todas as faixas de preço os chips Epyc superaram os produtos da Intel em relação a desempenho com dois soquetes. Na comparação entre os modelos mais poderosos, na faixa de US$ 4.000, o EPYC 7601 alcançou resultados 47% melhores do que o rival E5-2699A v4 da Intel. A maior discrepância foi vista na faixa de US$ 800, com vantagem de 70% para os processadores da AMD. O site ZDNet observa, porém, que a comparação é feita com os processadores Xeon da geração Broadwell, que já está ultrapassada. A expectativa é que a Intel lance a geração Skylake ainda neste ano, o que pode mudar o cenário. fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/amd-revela-processador-de-32-nucleos-para-entrar-no-territorio-da-intel/69197 Amd está dando resposta a esse processador com responsa.
  17. 3 points
    Então o padrão de hoje é deixar os personagens com cara de mongoloide ?
  18. 2 points
    Chega capcom. Já está no hora de esquecer todo esse monte de lixo que foi o SFV e começar a pensar no 6.
  19. 2 points
    Arika’s “Mysterious Fighting Game” launches for PS4 in 2018 Arika announced at Evolution 2017 that its “Mysterious Fighting Game (Title Still Undecided),” which was first shown on April 1, has begun development on a PlayStation 4 version and will launch simultaneously in North America, Europe, and Japan in 2018. A playable beta / sever test will be held at the end of 2017. Pre-orders will also be available in Japan alongside the beta test, with pre-order bonuses to be announced at a later date. Pre-order bonuses for other regions have yet to be decided. The game will be the newest entry in its EX series. Previous EX series titles include the Street Fighter EX titles. Here are some new details about the game: ■ What is Gougi? In the past, Garuda (a being made up of the lingering grudges of powerul warriors who fell in battle) was sealed by the Hayate clan. Although Garuda was resurrected once, thanks to the self-sacrifice of a Hayate descendant, he was sealed once again. However, feeding on the energy released during Kairi and Hokuto’s battles, Garuda was resurrected once more and became a demon that seeks out powerful souls in order to devour them. Gougi is the very embodiment of a fallen warrior’s spirit. It contains Energy, Power, Skill, and Secret Techniques. Powerful souls can join together with Gougi to draw out new powers, but those with weak souls are unable to resist the Gougi and end up being corrupted. ■ Who is Shirase? The true identity of “Hokuto,” once the bloodline seal placed on her was released. The illegitimate child of the Mizugami Family; to hide her real identity she took the name of Hokuto and jointed the main family. She was brainwashed at infancy and given the mission to kill Kairi, but once the spell wore off, “Hokuto” became no more. With her final will, she sealed her younger sister Nanase’s memory, so that she could live a life as a normal girl. ■ Characters Kairi Backstory: Having lost his memory, he is now locked in an endless battle with other powerful warriors. Garuda has been following Kairi around the globe, feeding on the powerful spirits Kairi releases in battle. He is Nanase’s brother, and Shirase’s half-brother. Shirase Backstory: The true identity of the assassin Hokuto, after being freed from the sealed placed on her. With her final will, she erased Nanases’ memories in order for her to live a normal life. Having lost the ability her feel emotion, her only mission now is to kill Kairi. Garuda Backstory: A living corpse acting as the vessel for a countless number of powerful souls; he is made up of lingering grudes and resentment. Originally existing only to fight, in the flames of battle his sense of self became twisted and he turned into a monster that seeks to devour all other powerful souls. Once, a great warrior sacrificed his life to seal Garuda away, but after resonating with the powerful “dark energy,” he was reborn. A descendant of the Hayate clan once sealed Garuda in his own body, but was eventually taken over and became the new vessel. With the energy released during Kairi and Shirase’s battle, Garuda was able to resurrect himself once more by feeding on the spirits of powerful warriors. Skullomania Backstory: After finding reemployment in a very good position, he is living a productive life as a salaryman. However, he is troubled by the fact that he has no recollection over the recent Skullomania appearances. That doubt has given birth to new powers. He has a pet dog named Pochiro. Darun Mister Backstory: The undefeated champion of Indora Pro Wrestling. After the God of Indora spoke to him in a dream, Darun resigned from his role as Purun’s bodyguard and made his way to Japan. He was utterly defeated by Garuda and left on the verge of death, but he was protected and saved by Gougi. He is now a man completely determined to face Garuda once again and defeat him. He is incredibly hot-blooded. Watch a new trailer below, confirming characters Skullomania and Darun in addition to the previously announced Kairi, Shirase, and Garuda. View a new set of screenshots at the gallery. Curioso duas musicas que tocam no video uma e o tema do estagio do Ryu rising Dragon a outra acho que e do Estagio do M.Bison ambos do SF EX PLUS 1 http://gematsu.com/2017/07/arika-mysterious-fighting-game-launches-ps4-2018
  20. 2 points
    Happy 30th Birthday to Sega’s After Burner. According to the artwork on the side of the cockpit today July 2nd 2017 marks 30 years of After Burner. After Burner is one of Sega’s most famous arcade titles, it has also had many console versions including a recent 3D adaptation that is available on the Nintendo 3DS. I drew the above image myself in honor of the 30th birthday of After Burner. Finally how can we forget the famous scene in Terminator 2 where John Connor plays an After Burner cockpit in the arcade? The game is famous! http://arcadeheroes.com/2017/07/01/happy-30th-birthday-segas-burner-1987-2017/
  21. 2 points
    Mas essa pra é a vantagem, deixar as relações empregador-empregado menos influenciadas por uma legislação engessada. Temos que chegar ao ponto em que o cara que realmente é bom possa escolher onde trabalhar e ser disputado pelas melhores empresas com mais benefícios. Hoje em dia, engessados na CLT, tanto o bom profissional, o meia boca e o ruim tem os mesmos privilégios e empecilhos dessa legislação. Muitas empresas não podem contratar um profissional melhor pois o ruim fica amarrando a vaga e jogando com as regras da CLT pra ser mandado embora, pegar o FGTS, a multa e ainda entrar com uma ação contra o empregador.
  22. 2 points
    sindicato faz merda nenhuma, essa porra devia ter sido extinta há séculos
  23. 2 points
    O marketing está perfeito, faltam pouco mais de 30 dias e aguardamos um jogo que apesar de ter características antigas pode trazer surpresas como: - Modo 2 players? - Novas fases? Quantas? - Novas músicas? - Um novo personagem? Carismático como Tails em Sonic 2 ou misterioso como Knuckles em Sonic 3? - Nova história? Qual a extensão dos vídeos? - Fases de bônus? Qual o estilo? - Esmeraldas? Quantas? Super Esmeraldas? - Como assim o primeiro boss da Green Hill é na verdade o último boss de Sonic 2???... Qual será então o último boss do jogo? Ou seja, é um jogo que pode redefinir várias coisas sobre o Sonic que ainda não tinham sido exploradas no Mega Drive. Mostraram muito mas na verdade está tudo escondido ainda. Estou doido pra testar o novo Drop Dash do Sonic e ver como funciona. E quero que o hype exploda ao nível máximo... Foda-se...
  24. 2 points
    Jackal do NES Emulado no 3DS. Deve ser o 3 jogo de Nes que eu zero em minha vida. Eu gosto muito de Games com essa temática. Jackal, Line of Fire do Master e rambo 3 do Mega são ótimos. Pena que hoje em dia não tem de Guerra nesse Naipe. Depois vou jogar a versão de arcade pra ver qual é. Não sei se vocês e outros usuários dos emus Retroarch no 3DS sabem mas usando o controle do 3D, em vez de ativar o 3d no game você aumenta o brilho da tela do Emu diferente da opção do próprio 3ds que pode estar no talo de brilho o emu vem com a tela escura.
  25. 2 points
    Tirar os "patchs" eles não tiram.. Bem como a tonelada de produtos falsificados...
  26. 2 points
    Com esse negócio de mineração as RX praticamente sumiram do mercado. A 1050ti vai acabar sendo a melhor opção para quem quer gastar pouco.
  27. 2 points
    Muito legal! Valeu mesmo!
  28. 2 points
    Sim, videogame é coisa de criança. a gente que é mongolão e ainda joga.
  29. 2 points
    pena que o prologo fez parte do epilogo da sega ontopic eu ja tinha visto fotos mas nao tinha visto nenhum video, massa o retrocore é um canal que eu sempre acompanhei, o cara é um ingles que mora no japao, tem casa, familia com japonesa e tudo ele tem videos filmando ele indo em lugares no japao tmb, o cara é boss na minha opiniao é o melhor canal pra quem gosta de jogos principalmente da çega japonesa, fora a comparacao dos ports que ele faz falando em hardware japones estranho, eu acho massa esse aqui tambem imagina ter isso no carro naquela epoca pra quem quiser essa bios do hi saturn do primeiro video do topico, eu so uso ela no ssf (emulador de saturn), pq gosto da intro dela tem aqui pra baixar http://www.planetemu.net/roms/sega-saturn-bios
  30. 2 points
  31. 2 points
    Aqui as outras cartas, de carros eletricos 90s nao escaneei ainda /= Os de Formula-1
  32. 2 points
    meu apice foi terminar metal gear 2 em japones no expert modificado pra msx2+ que eu tinha, no monitor verde e preto era em disquete (logo, pirata) e sem o chip de som correto, entao as musicas eram uma tortura sonora e nao dava pra entender nenhuma informacao que os personagens passavam no jogo na parte que tinha que pegar o pombo com a mensagem no topo do predio eu demorei acho que 2 meses pra entender o que era pra fazer, nenhuma revista ou algo do tipo tinha falava sobre o jogo a parte que tinha que sintonizar a frequencia na cela foi mais um mes e pouco eu terminei, nao reclamei de nada (algumas musicas mesmo erradas eu gostei) e achei o melhor jogo do mundo na epoca no dragon slayer 6 eu fui longe tmb mas esse as musicas eram obras primas com o fm pac, entao dava animo de continuar indo pra la e pra ca sem entender quase nada.
  33. 2 points
    Commm certezaaa, Pek! O legal saber que estava jogando uma coletânea que vinha com vários jogos que nós adorávamos, não importando se o som era 100% fiel, se os gráficos não ficavam esticados, se a jogabilidade não era tão boa quanto com o controle original... bons tempos viu!
  34. 2 points
  35. 2 points
    Testei alguns jogos, Sonic 1 fica ok (o SEEEGAAAA fica 100%, mas só), o barulho das argolinhas tá melhor, mas tem um grave que antes não aparecia me incomodando na música da green hill zone. Outrun e Street Fighter II SCE / SSF II seguem com as músicas ruins da porra, muda um pouco mas continua ruim demais, em descompasso. El Viento melhorou, Columns também, os barulhos das pecinhas se desmanchando ficou bem menos irritante. Em resumo, melhora mas passa longe de ficar fiel ao original, fica "menos pior" e de um jeito diferente.
  36. 2 points
    Eu joguei MUITO o Smash Pack apesar de tudo, mas o som de todos jogos eram realmente ruins!
  37. 2 points
    Eu tou com uma boa vontade de comprar só pra ter os controles...
  38. 2 points
    E eu que NUNCA cheguei a jogar (ou mesmo ver pessoalmente) um Jaguar! Apesar de todo mundo falar mal do console, sinto que falta algo em mim por nunca tê-lo jogado.
  39. 2 points
    Here is the box art for Star Fox 2, which as previously detailed was developed during the Super NES, era but was never released: http://gematsu.com/2017/06/nintendo-classic-mini-super-famicom-launches-october-5-japan-7980-yen
  40. 2 points
    Acho que essa versao saira depois Neo houve um rumor que seria a unica versao fisica Sonic Mania vai ter mais fases do que qualquer outro jogo do Sonic Em uma entrevista recentemente traduzida para o inglês, para o Dengeki Online, na E3, Takashi Izuka disse que Sonic Mania vai ter mais fases do que qualquer outro jogo clássico do Sonic. “There are the most number of stages in the Classic Sonic series ever. For that reason I want to say, I try not to overwhelm you so much as to keep your enjoyment.”
  41. 2 points
    O SD2SNES que comprei no AliExpress chegou, custou 380 dráculas. Fui abrir pra ver os componentes e aparentemente é um clone perfeito da versão montada pelo Krikzz, tem até os LEDs: Versão do firmware: Rodando Mega Man X3: Veio com um cartão SD de 8GB, poucos jogos, só os que usam chips especiais e outros grandes títulos, pra servir de teste. Vou copiar um fullset No-Intro que tenho aqui, além das roms traduzidas e uns em MSU-1. Agora é esperar chegar o conversor SCART pra melhorar a imagem. Tô de olho em um do NES também, o NES Jack DIY (clone do N8), lá pra Agosto vou pedir um, tá custando 250 dráculas.
  42. 2 points
    Gostei da sacada do lado A e B chamar Act 1 e 2. Gozante!!
  43. 2 points
    COM CERTEZA!!!!!!!!!!!!!!!!! Tbn acho, chato demais jogar em touch ...coisa mogolistica... Com certeza testarei isso...veremos...mais uma p Ouya chutar o Cu DO MERDA DRIVE e seus apoiadores
  44. 2 points
  45. 2 points
    1) Hard Times, known as Street Fighter in Japan (1975) 2) Street Fighter II concept art 3) Street Fighter II http://videogamesdensetsu.tumblr.com/post/162082397635/1-hard-times-known-as-street-fighter-in-japan Ken’s stage was based on the same movie: http://videogamesdensetsu.tumblr.com/post/145325879445/final-fight-probably-wasnt-the-only-capcom-game
  46. 2 points
    Daytona Championship USA Officially Released To Arcades After seeing various tweets showing that Sega’s newest arcade racer is showing up at various locations around the world, we have confirmed that the remake/reboot of Sega’s mega-hit classic Daytona Championship USA is now officially released to Western arcades. I have yet to see Japanese media mention it so they may be waiting for the Western release to shake out first. For those who have purchased and received the game, do note that there is a free software update that will be rolling out sometime at the end of this month/beginning of next called the Party Mode Update. While it primarily deals with the Party Mode that the game has, it also will make improvements to both graphics and game handling. We’ll be sure to mention it once available. With that release, here is some new media along with locations where you can find the game. First, Sega released a new promo trailer to show off the remastered Seaside Street Galaxy course: http://arcadeheroes.com/2017/06/16/daytona-championship-usa-officially-released-to-arcades/
  47. 2 points
  48. 2 points
    Sendo de graça, boa notícia! Mas eu passo, já que detesto jogar em celular.
  49. 2 points
    As escolas de samba que peçam dinheiro aos "patronos". Melhor que isso: peçam grana para os tais patronos, paguem pelo espaço público que utilizarem (o tal sambódromo) e dividam a renda dos ingressos entre si. Façam elas mesmas o Carnaval. Que história é essa de que o contribuinte tem de bancá-las. É igualzinho à tal Lei Rouanet. Se os artistas são bons, então o público virá ver seus shows, exposições, etc e tal. Agora querer que o cachê já esteja garantido antes de tudo...
  50. 2 points
    eu to nem ae pra desenhos de personagens, desde que o jogo seja bom, é o que importa.