Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 02/21/2012 in all areas

  1. 17 points
    Eu que sou professor e trabalho com a Educação fica claro que o problema é crítico. Hoje em dia o sistema de ensino brasileiro não reprova mais ninguém, qualquer um entra na faculdade e paga só depois de formado com o FIES e a faculdade facilita o imbecil formar pois se ele tirar nota ruim perde o FIES e a faculdade perde o lucro... Com isso a gente gera pessoas muito preguiçosas que não gostam de ler, não sabem escrever, só se interessam por superficialidades e que acham que não precisam trabalhar para conseguir as coisas, basta pedir e ganhar se ninguém der eu pego. Os profissionais mau formados não entram no mercado de trabalho pois não possuem capacidade e quando entram fazem alguma merda ou não conseguem se manter nele. O mínimo que um pai pode fazer por seu filho é incentivar a leitura, mas hoje em dia temos pais que não valorizam isso e assim vai-se criando gerações de preguiçosos que acham que o mundo pode ser deles de graça ou na marra... Pelo menos a educação nesse país poderia ser tomada pelos militares novamente, pelo menos iam ensinar que patriotismo é lutar juntos para ter um país melhor pra todos e não pra ser campeão da Copa do Mundo.
  2. 14 points
    Sei que é meio inútil fazer esse topic , mais olha q show Manolos Passem o mouse pra baleia andar http://img0.liveinternet.ru/images/attach/c/5//3970/3970473_sprite198.swf Olha Tem Esses tmb http://img0.liveinternet.ru/images/attach/c/5//3970/3970474_sprite238.swf http://img0.liveinternet.ru/images/attach/c/5//3970/3970477_sprite279.swf http://img0.liveinternet.ru/images/attach/c/5//3970/3970475_sprite278.swf http://img0.liveinternet.ru/images/attach/c/5//3970/3970472_sprite154.swf
  3. 12 points
    Galere, é o seguinte: vamos acabar com a confusão. Se aqui é o lugar de falar de consoles antigos, é bom definir claramente as gerações deles. Afinal, essa besteira de "bits" nunca fez muito sentido, e só embola o assunto. Então, vou usar minha imensa sabedoria e meus profundos conhecimentos nerds para elaborar esta lista descaradamente chupinhada da Wikipedia e do GameFAQs. Notem que esta classificação é quase um consenso universal, mas não é oficial de ninguém, então pode ser meio imprecisa. As gerações se sobrepoem (uma só termina bem depois da seguinte começar). Se um sistema evolui constantemente (como o IBM-PC), ele permanece na geração em que foi lançado. Mas também pode acontecer de um sistema estar tão à frente de seu tempo que é classificado em uma geração posterior (por exemplo, o Amiga). Então, lá vai... atenção, moderação, favor pinar. PRÉ-HISTÓRIA Só pela curiosidade, é bom dar uma olhada nos primeiros experimentos em jogos eletrônicos. Mas eles não eram vendidos ao público; em geral, eram restritos aos grandes laboratórios de computação. 1947: Cathode Ray Tube Amusement Device (simulador analógico de mísseis) 1951: Nim (computador dedicado a um jogo de estratégia matemática) 1951: OXO / Noughts and Crosses (jogo da velha para o computador EDSAC) 1951: Strathcey's Draughts Program (jogo de damas para o computador Pilot ACE) 1958: Tennis for Two (tênis, num computador analógico) 1959: Mouse in the Maze, Tic-Tac-Toe (labirinto e jogo da velha para o computador TX-0) 1961: Spacewar! (o primeiro shooter, para o computador DEC PDP-1) 1971: Galaxy Game (o primeiro arcade) 1971: Computer Space (o primeiro arcade comercialmente disponível) 1972: Pong 1ª GERAÇÃO: 1972 - 1977 Ralph Baer teve a idéia em 1951, mas apenas em 1967 conseguiu criar o protótipo de um aparelho dedicado a jogos ligado a uma televisão. Ele foi finalmente lançado pela Magnavox em 1972, com o nome Odyssey. Esta geração também inclui um porrilhão de "clones de Pong" pelo mundo. 1ª GERAÇÃO, CONSOLES 1972: Magnavox Odyssey 1975: Atari Pong 1976: Coleco Telstar 1977: Nintendo Color TV Game 2ª GERAÇÃO: 1976 - 1983 A grande novidade foi o uso dos cartuchos: em vez de comprar um aparelho para jogar apenas o que viesse embutido na máquina, agora você podia comprar os jogos separadamente e trocar quando quisesse. Se isso trouxe uma expansão do mercado, também o saturou com jogos de baixa qualidade, o que levou a um colapso. Em consequência, os computadores pessoais explodiram: para que comprar uma máquina só para jogos, se você podia comprar uma que fazia de tudo? 2ª GERAÇÃO, CONSOLES 1976: Fairchild Channel F 1976: Radofin 1292 Advanced Programmable Video System 1977: Atari 2600 1977: Bally Astrocade 1977: RCA Studio II 1978: APF-MP1000 1978: Interton VC4000 1978: Magnavox Odyssey 2 1979: Bandai Super Vision 8000 1979: Mattel Intellivision 1981: Epoch Cassette Vision 1981: VTech CreatiVision 1982: Atari 5200 1982: ColecoVision 1982: Emerson Arcadia 2001 1982: Entex Adventure Vision 1983: Sega SG-1000 1983: GCE Vectrex 2ª GERAÇÃO, ADD-ONS 1982: Starpath Supercharger 2ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 1979: Milton Bradley Microvision 1980: Nintendo Game & Watch 1984: Epoch Game Pocket Computer 2ª GERAÇÃO, COMPUTADORES 1977: Apple II 1977: Commodore PET 1977: TRS-80 1977: VideoBrain Family Computer 1979: Atari 400/800 1980: Commodore VIC-20 1980: Sinclair ZX80 1980: TRS-80 Color Computer 1981: Acorn/BBC Micro 1981: IBM PC (MS-DOS) 1981: NEC PC-8801 1981: Texas Instruments TI-99/4A 1981: Sinclair ZX81 1982: Atari XL 1982: Commodore 64 1982: Fujitsu FM-7 1982: NEC PC-9801 1982: Sinclair ZX Spectrum 1982: Sharp X1 1982: Sord M5 1983: Mattel Aquarius 1983: Sega SC-3000 1985: Atari XE 3ª GERAÇÃO: 1983 - 1990 Depois do colapso, a Nintendo precisou usar um truque para convencer os lojistas a vender seu novo sistema: o fizeram parte de um pacote com um robô de brinquedo. Logo o tal robô foi deixado de lado, porque a criançada preferia jogar do jeito tradicional mesmo. Também criaram um sistema de licenciamento que limitava o número de jogos que cada empresa podia produzir, evitando que saíssem as toneladas de lixo da geração anterior. 3ª GERAÇÃO, CONSOLES 1985: Nintendo NES / Famicom 1985: RDI Video Systems Halcyon 1985: Sega Master System 1986: Atari 7800 1987: Atari XEGS 1987: Worlds of Wonder Action Max 3ª GERAÇÃO, ADD-ONS 1986: Nintendo Famicom Disk System 3ª GERAÇÃO, COMPUTADORES 1983: MSX 1983: Tangerine Oric 1984: Amstrad CPC 1984: Apple Macintosh 1985: Atari ST 4ª GERAÇÃO: 1987 - 1995 Com o mercado reestabelecido, o mundo veria uma batalha de titãs entre a Nintendo, líder da geração anterior, e a Sega, gigante dos arcades. Esta geração provavelmente teria acabado com a Sega vitoriosa, se ela não tivesse dado dois tiros nos pés. E o mundo aprendeu que esse negócio de add-on é muito arriscado. 4ª GERAÇÃO, CONSOLES 1987: NEC TurboGrafx-16 / PC Engine 1988: Sega Mega Drive / Genesis 1989: NEC SuperGrafx 1990: Nintendo SNES / Super Famicom 1990: SNK Neo Geo 1991: Commodore CDTV 1991: Philips CD-i 1993: Pioneer LaserActive 1994: Capcom Power System Changer 1994: SNK Neo Geo CD 1995: Funtech Super A'Can 4ª GERAÇÃO, ADD-ONS 1990: NEC TurboGrafx-CD 1991: Sega Mega-CD 1994: Sega 32X 4ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 1989: Nintendo GameBoy 1989: Atari Lynx 1990: Hartung Game Master 1990: NEC TurboExpress 1990: Sega Game Gear 1991: Bit Gamate 1992: Watara Supervision 1993: Mega Duck / Cougar Boy 1995: Sega Nomad 4ª GERAÇÃO, COMPUTADORES 1985: Commodore Amiga 1987: Acorn Archimedes 1987: Sharp X68000 1989: Fujitsu FM Towns 1990: Windows 3.x 5ª GERAÇÃO: 1993 - 2000 Entra na guerra a novata Sony, com um sistema construído sobre os restos do que seria um leitor de CD para o SNES. Todo mundo pensou: isso aí não vai dar em nada. Mas quando a Sega fez uma máquina absurdamente complicada, e a Nintendo insistiu nos cartuchos, todo mundo pensou: foda-se, vamos fazer jogos para esse tal PlayStation. 5ª GERAÇÃO, CONSOLES 1993: 3DO Interactive Multiplayer 1993: Atari Jaguar 1993: Fujitsu FM Towns Marty 1994: NEC PC-FX 1994: Bandai Playdia 1994: Sega Saturn 1994: Sony PlayStation 1995: Apple Bandai Pippin 1995: Casio Loopy 1995: Commodore Amiga CD32 1995: Nintendo Virtual Boy 1996: Nintendo 64 5ª GERAÇÃO, ADD-ONS 1995: Atari Jaguar CD 1999: Nintendo 64DD 5ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 1993: Apple Newton 1996: Palm OS 1997: Tiger Game com 1998: Nintendo GameBoy Color 1999: Bandai WonderSwan 2000: Bandai WonderSwan Color 5ª GERAÇÃO, COMPUTADORES 1991: Linux 1994: OS/2 Warp 1995: BeOS 1995: Windows 95 6ª GERAÇÃO: 1998 - 2009 A Sony segue dominando, a Sega joga a toalha, e a Microsoft entra na briga. Outros peixes miúdos tentam a sorte nos portáteis, mas nesse campo a Nintendo continua na liderança. 6ª GERAÇÃO, CONSOLES 1998: Sega Dreamcast 2000: Sony PlayStation 2 2000: VM Labs Nuon 2001: Nintendo GameCube 2001: Microsoft Xbox 6ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 1998: SNK Neo Geo Pocket 1999: SNK Neo Geo Pocket Color 2001: Nintendo Game Boy Advance 2001: Gamepark GP32 2003: Nokia N-Gage 2003: Tapwave Zodiac 7ª GERAÇÃO: 2005 - 2012 A Nintendo conquista os casuais que gostam de brincar de pula-macaco, e continua imbatível nos portáteis; a Microsoft mostra a que veio e vira a favorita dos hardcores; a Sony derrapa com $599 e giant enemy crab, mas depois dá uma boa recuperada. 7ª GERAÇÃO, CONSOLES 2005: Microsoft Xbox 360 2005: ZAPiT Game Wave 2006: Nintendo Wii 2006: Sony PlayStation 3 2007: Mattel HyperScan 2009: Zeebo 7ª GERAÇÃO, ADD-ONS 2010: Microsoft Kinect 2010: Sony PlayStation Move 7ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 2004: Nintendo DS 2004: Sony PlayStation Portable 2005: Gizmondo 2005: GP2X 2009: GP2X Wiz 2010: GP2X Caanoo 8ª GERAÇÃO: 2011 - Estamos aqui, e há algo de novo no ar. As vendas dos consoles tradicionais andam abaixo da expectativa; os smartphones, com jogos super-baratos e ampla variedade de hardware, começam a roubar o público casual que fez o sucesso da Nintendo da geração anterior, enquanto os hardcores migram para o PC com lojas de download como a Steam, e serviços de streaming como a OnLive. O que virá a seguir? 8ª GERAÇÃO, CONSOLES 2012: Nintendo Wii U 2013: Microsoft Xbox One 2013: Ouya 2013: Sony PlayStation 4 8ª GERAÇÃO, PORTÁTEIS 2011: Nintendo 3DS 2011: Sony PlayStation Vita 8ª GERAÇÃO, SMARTPHONES & TABLETS 1999: BlackBerry 2007: Apple iOS 2008: Google Android 2009: Palm/HP WebOS 2010: Samsung bada 2010: Windows Phone 2011: Nokia Asha 2011: Nokia MeeGo 2013: Canonical Ubuntu Touch 2013: Jolla Sailfish 2013: Mozilla Firefox OS 2013: Samsung Tizen
  4. 11 points
    Pra começar eu estava bem descrente de rejogar Sonic 1 para Android, principalmente pelo controle "touch-screen". Porém no fim das contas vi que esse é o único ponto fraco do jogo e percebi uma série de vantagens que vou compartilhar com vocês agora. Se vale os R$6,58 da Play Store??? No final eu digo minha opinião... Pra começar a abertura do aplicativo impressiona, você tem a caixa com o encarte japonês para Mega Drive e dentro o precioso cartucho Sonic The Hedgehog, mais nostálgico que isso só tendo ela real na estante, porém você pode alterar a versão da caixa. Não gosta da caixa japonesa, você pode escolher nas opções as versões americanas e européias também e seus respectivos cartuchos. O jogo está com os menus em português, pra ficar melhor faltou só a logo da TecToy. As opções são bem simples, ativar/desativar o spin dash, musicas, sons e controles que podem ser reduzidos ou aumentados de acordo com o tamanho da tela do seu celular ou os seus dedos, no meu caso tive que deixar maior para ficar confortável. Eu resolvi terminar o jogo no touch para saber se era possível... Sim é, porém é meio difícil. Essas imagens eu fiz jogando no PC instalado no emulador de Android "Blue Stacks". O jogo rodou lisinho à 60FPS cravados e com total suporte para controle de X360. De cara você não pode escolher Tails nem Knuckles, para isso você precisa terminar o jogo ao menos uma vez para desbloquear Tais e terminar com todas as esmeraldas para desbloquear Knuckles. O jogo é o nosso velho Sonic 1 de sempre, porém em wide e isso já dá uma bela diferença, eu cheguei a perder uma vida no primeiro chefe por causa dessa treta, como podem ver na imagem abaixo, os cantos ficam abertos e a gente cai da plataforma... Digamos que o jogo não é exatamente o mesmo por conta disso (wide e 60FPS) teve que ser rebalanceado, acabou ficando um pouco mais difícil. Alguns inimigos claramente tiveram seus ataques alterados e atiram mais rápido e com mais frequência, caso das abelhas, caranguejos atiradores e aquelas cabeças que cospem fogo da Labyrinth Zone que ficou bem hardcore pra passar no touch... Porém a presença do Spin Dash auxilia bastante em vários momentos, principalmente no último chefe que fica fácil demais... É isso... Salvar todos os amiguinhos e terminar o jogo como sempre... Bom a partir daqui as novidades começam a ficar mais interessantes ainda, você pode escolher qualquer um dos 3 personagens, mas reparem no + entre Sonic e Tails... Sim você pode jogar também com a dupla dinâmica, uma das coisas mais legais é a mudança na tela de abertura. É como que se oficialmente a SEGA lançasse um novo cartucho Lock-On que todos queriam na época. Legal como colocaram Sonic & Tails como se fosse um novo jogo da série. E as mudanças não são meramente estéticas, Tails e Knuckles possuem todos as suas características funcionais, Tails pode voar e Knuckles possui o característico pulo mais baixo e a possibilidade de planar e escalar. Com isso pode-se acessar novas áreas do jogo e realmente colocaram novas áreas jogáveis! Uma delas está na Marble Zone como mostra as imagens abaixo. Então zerou com Tails e Knuckles acabou a festa... Nada disso, o que seria um Sonic sem uma "trapaça" para "debulhar" o game de vez??? Ao escolher seu jogo escolha a opção "SEM SALVAR" Quando aparecer o logo da SEGA pressione na tela S, E, G, A e você ouvira um "ring". Na tela de abertura aperte e segure os dois dedos no touch (para o controle de X360 segure para cima + A) então aparece a tela de debug similar a do Sonic 2 do Mega Drive. Nesta tela além de escolher a fase você tem várias opções como jogar com os itens do Sonic 2 e Sonic 3, inclusive os escudos de poder (Bolha, Fogo e Magnetismo). Pode mudar o número max de esmeraldas para 7... Isso mesmo aparece uma nova fase de bonus! Ouvindo as músicas na ordem 1,9,9,1,0,6,2,3 (data de lançamento do Sonic 1, você tem acesso ao Debug Mode (ou Truque das 1000 faces como diria a finada Ação Games)!!! E ao ouvir as músicas na ordem 4,1,2,6 você pega todas as 7 esmeraldas. Aí é só pegar 50 argolas e pular que... Isso mesmo! Como uma cereja no bolo a SEGA colocou o Super Sonic oficialmente no Sonic 1! Agora respondendo a pergunta do início, vale os R$6,58??? Eu acho que com tanto extras e detalhes para os fãs tá até barato. É uma versão bem caprichada do Sonic 1 eu diria que está praticamente definitiva e valeu a pena rejogar tudo de novo. Além de Sonic 1 ser um jogo que não se enjoa nunca e direto você vai querer jogar um pouco tendo o celular à mão. Fica a recomendação e desculpa se falei algum spoiler
  5. 10 points
    Camarada, Do alto dos meus 35 anos, casado, com filho de um ano e meio, me pergunto: Aonde iremos parar? É um mundo cada vez mais boçal, babacoide, as pessoas com preguiça de pensar, não conseguem ter senso crítico e aceitam tudo o que lhes é "imposto" sem esboçar nenhuma reação. A futilidade impera, e parece que quanto mais se escala na pirâmide social (obviamente existem exceções) mais vazia as pessoas são. Esses dias li um texto simples, mas bem bacana, que creio nos faça refletir: ============================================================= "O caminho de volta Já estou voltando. Só tenho 37 anos e já estou fazendo o caminho de volta. Até o ano passado eu ainda estava indo. Indo morar no apartamento mais alto do prédio mais alto do bairro mais nobre. Indo comprar o carro do ano, a bolsa de marca, a roupa da moda. Claro que para isso, durante o caminho de ida, eu fazia hora extra, fazia serão, fazia dos fins de semana eternas segundas-feiras. Até que um dia, meu filho quase chamou a babá de mãe! Mas, com quase quarenta, eu estava chegando lá. Onde mesmo? No que ninguém conseguiu responder, eu imaginei que quando chegasse lá ia ter uma placa com a palavra "fim". Antes dela, avistei a placa de "retorno" e nela mesmo dei meia volta. Comprei uma casa no campo (maneira chique de falar, mas ela é no meio do mato mesmo). É longe que só a gota serena. Longe do prédio mais alto, do bairro mais chique, do carro mais novo, da hora extra, da babá quase mãe. Agora tenho menos dinheiro e mais filho. Menos marca e mais tempo. E não é que meus pais (que quando eu morava no bairro nobre me visitaram quatro vezes em quatro anos), agora vêm pra cá todo fim de semana? E meu filho anda de bicicleta, eu rego as plantas e meu marido descobriu que gosta de cozinhar (principalmente quando os ingredientes vêm da horta que ele mesmo plantou). Por aqui, quando chove, a Internet não chega. Fico torcendo que chova, porque é quando meu filho, espontaneamente (por falta do que fazer mesmo) abre um livro e, pasmem, lê. E no que alguém diz "a internet voltou!" já é tarde demais porque o livro já está melhor que o Facebook, o Twitter e o Orkut juntos. Aqui se chama "aldeia" e tal qual uma aldeia indígena, vira e mexe eu faço a dança da chuva, o chá com a planta, a rede de cama. No São João, assamos milho na fogueira. Aos domingos, converso com os vizinhos. Nas segundas, vou trabalhar, contando as horas para voltar. Aí eu me lembro da placa "retorno" e acho que nela deveria ter um subtítulo que diz assim: "retorno – última chance de você salvar sua vida!" Você provavelmente ainda está indo. Não é culpa sua. É culpa do comercial que disse: "Compre um e leve dois". Nós, da banda de cá, esperamos sua visita. Porque sim, mais dia menos dia, você também vai querer fazer o caminho de volta. Téta Barbosa é jornalista, publicitária e mora no Recife." ============================================================= Claro que "cada um cada um", e pode até mesmo soar meio piegas, mas acho que dá o que pensar... Dinheiro é bacana e importante? Claro, mas será que ele paga o preço de muita coisa que a "humanidade" se submete? Não sei. O papo é bem cabeça e mais indicado para uma mesa de bar, mas que estamos cavando o fundo do poço, ah, isso estamos! Abraço! Aranha
  6. 9 points
    Eu estou com meu pack de NES/SNES/MD/MS/GBA/PCE pronto. Jogos, playslists do RA, capas (boxes) e screenshots. Estou apenas terminando de adicionar uns jogos de PCE-CD que quero muito. Vou compartilhar em breve. Vou subir cada playlist com suas RÃS e THUMBS em separado. Avisarei aqui. NES, uns 500 jogos. SNES, uns 500 jogos. MD, uns 400 jogos. PCE uns 120 jogos. Tem o MAME também, 505 jogos neuroticamente selecionados. Mas esse vai mais tempo, preciso arrumar os CFG de cada 1 pra deixar as telas nas proporcoes corretas e setar scalines absurdamente fantásticas.
  7. 9 points
    Sorry I don't speak portuguese. My name's Carlos Oliveros and I speak on behalf of Retro Sumus (and the Ameba project). You can follow us on facebook.com/retrosumus and twitter.com/retrosumus. More info coming soon: amebaofficial.com This image is just a teaser. The game will feature no fanservice / fanwank / gratuitous nudes at all. It does feature, however, criminal investigation and drama. Thanks for your support!
  8. 9 points
    Isso não aconteceria se as crianças tivessem armas e treinamento do exército.
  9. 8 points
    Estou pedindo apenas bom senso, ninguém é criança aqui. Não tem nada a ver com eu ser hater, respeito a opinião divergente e quem acompanhou essa novela da TecToy até aqui sabe disso. Já foram várias vezes que você vem com esse assunto nosense do Master System TecToy na tentativa de criar um flame inútil. Se você tem informações privilegiadas da TecToy poste-as ou guarde pra você, não fique nessa de postar um mês antes pra depois pagar de vidente. Bom, o recado foi dado, se tiver maturidade pra entender o que é sair de um personagem, sua presença pode agregar ao fórum, senão, pode ir procurando outro por aí na internet pra baterem palmas pra você.
  10. 8 points
    Parabéns ae Mendigo Já Arrumei o pedaço do bolo pra tu
  11. 8 points
    http://mitchribar.com/2013/02/how-to-stop-youtube-sucking-windows-guide/ Além de ter problemas com a velocidade, sempre que voce voltava um trecho que já foi carregado, ele voltava a carregar desde o início! agora além da velocidade full, consigo voltar as partes já carregadas!!!! FULL WIN!!!! Mandinga das boas!!! download do video vindo a 1.3MB/s
  12. 8 points
  13. 8 points
    Sei que muitos aqui já conhecem e são fãs do espetacular Classic Game Room, mas esse review em especial merecia um tópico separado, rachei de rir! "O controle é tão grande que dá pra se esconder atrás" "É basicamente um novo dreamcast" "Se você ama a Nintendo a ponto de ter um Famicon com drive floppy, o Wii U é o console pra você!" "Como alguém pode dar 2 deslikes nesse vídeo?" "O controle do Wii U é inspirado em portáteis dos 90s, como o Game Gear, mas todos são portáteis de verdade e não precisam de energia, então o único concorrente real do Wii U é o Vektrex!"
  14. 8 points
    Quem viveu em arcades do meio dos anos 80 até o final dos anos 90, sempre se deparou com final fight, Vendetta e afins...os mais famosos da CAPCOM e KONAMI comuns, mas agora e os incomuns? Tem muito jogo perdido, que só passaram a ser conhecidos nos emuladores como MAME. Posto alguns bons, outros ruins... BIG FIGHT: TROUBLE IN THE OCEAN Imagine, 3 malucos pulando de helicoptero num navio e enfiando a porrada num monte de maloqueiros. Esse é BIG FIGHT. Um projeto audacioso, pois, ele no inicio de cada fase, permite jogar com o chefe derrotado. O jogo é uma bosta, mas EXTREMAMENTE DIVERTIDO para jogar em 2. Tudo é tosco, principalmente o som. " É RUIM , mas é BÃO " KNUCKLE BASH Três campeões de luta livre cansados de tanta malvadeza de um sindicato criminoso, resolvem que já estava na hora dos maloqueiros morrer, e partes quebrando o cu de todo mundo. Outro jogo bizarro, tem até um cara que parece o Elvis, e o bonus entre as fases é impagável. Os inimigos são ultra-bizarros, parece que saiu da cabeça de algum Koreano louco. É uma bosta, mas divertido em 2, para rir r fazer piadas dos inimigos, principalmente os chefes, que são medonhos. SILENT DRAGON Jogo da Taito, um beat an up legal, movimentado, músicas boas e divertido. Meio tacanho nos personagens, mas no geral é divertido. B-RAP BOYS Continuação do DJ-BOY que saiu para o MEGA DRIVE é um jogo muito bem feito, unico com tema "RAP" que era moda nos anos 90. Um bom jogo, com qualidade com musicas cantadas, extremamente difícil, e os chefes quase impossíveis. Usa personagens SD e a animação é bem legal. DENJIN MAKAI A banpresto para arcades desenvolveu bons jogos de Beat an up, Denjin Makai é um deles. Muito bom jogo, animações boas, graficos legais, poderes especiais, é um jogo que vale a pena conferir. GUARDIANS / DENJIN MAKAI 2 Repetindo a mesma fórmula do anterior, a Banpresto volta com o seu título exclusivo para arcades, e agora com mais golpes, personagens e qualidade de beat en up excelente. PILIRULA Esse é um jogo que com certeza foi desenvolvido por caras que fritaram o cérebro com drogas. O jogo tem uma temática infantil, mas nos poucos momentos que vc joga, começa a ver que o jogo não é muito certo da cabeça. Mais pra frente então, é coisa de fumeta. Confira pela curiosidade. Posso estar enganado, mas esse jogo não saiu para o SATURN? SHADOW FORCE Um jogo, de Beat and Up, só com NINJAS, da TECHNOS , veteranos dos arcades de porrada. Excelente jogo, bons graficos e musica, jogabilidade maizomenos e dificuldade mediana. Ele tinha algumas particularidades como integrar elementos de jogos de luta, como 2 botões para soco e chute. METAMORPHIC FORCE A Konami acho que inspirada no MANIMAL, achou tão legal o seriado que resolveu fazer um jogo de porrada com 4 caras que viram meio homens e meio animais. Até o jeito que os caras transformam é parecido com o Altered Beast. Konami nem precisa falar nada: eles são músicos! KARATE BLAZERS A Video System pode ter feito bons shooters Upscrolling, mas em matéria de Beat and up... Eu acho esse jogo uma bosta. Controles ruins e ainda por cima difícil, seus personagens não ineficazes e é um papa ficha da porra. http://www.youtube.com/watch?v=exCAPFhj_2M GUARDIANS OF THE HOOD Esse jogo é tão ruim , tão ruim, que chega a ser bom. Sério, tudo nele é péssimo: gráficos, som, inimigos, hit detection não existe. Mas tem uma coisa que salva ele: vc pode pegar os mendigos no chão e arremessar nos imigos. Ele é digitalizado! E os personagens são um mais ridículo que o outro. Ele tem o sistema de CO-OP play mais filha da puta de todos: ao final de cada fase, vc tem que meter a porrada no seu amigo e quem perder, perde a ficha. Os caras tem merda na cabeça, pqp. Vc pode escolher alguns chefes quando eles são derrotados, mas, nenhum se salva. Temos o polaco de bustiê, O fortão mocorongo, o magrelo do maitai e a bicicletera como personagens principais. Essa peia tem golpes especiais, que vc faz aleatoriamente sem saber como fez. A estória é uma bosta: os caras cansados de um sindicato do crime comandado por uma mina vestida de mafiosa, resolver sair dando triangulos invertidos e low kicks em todo mundo. Confira e se divirta. SPIDER MAN ARCADE Título da SEGA para arcades, fazendo uma aliança inusitada: homem aranha, gata negra, namor e gavião arqueiro. Muito bom jogo, nem preciso comentar. http://www.youtube.com/watch?v=tLGZbZYvgTc DD CREW Uma merda de jogo desenvolvido pela SEGA (parece que é SEGA OF AMERICA). A primeira vista parece ser coisa boa, mas...jogando vc começa a ver todos os defeitos, além de ser enfadonho e extremamente longo, sem originalidade. Você fica 30 minutos andando numa fase só com paredes de tijolos e uma janela apanhando que nem um condenado pq os golpes são ruins, parece jogo feito para trollar o jogador. http://www.youtube.com/watch?v=bjm4E83e2us NINJA BASEBALL BATMAN Jogo surpreendentmente bom! Desconhecido por muitos, não jogado por muitos! http://www.youtube.com/watch?v=Ob1rsTsuU-k JUDGE DREDD : THE ARCADE GAME Eu gosto do Judge Dredd. Mas esse jogo aqui é uma bosta infinita. Desenvolvido pela MIDWAY, acho que essa merda não passou do beta, merecidamente pq é um insulto aos beat and ups. E o Juiz Dredd é meio gordo, braçinho e perna fina. Uma bosta. http://www.youtube.com/watch?v=GwCpa2bmzWo Pessoal depois posto mais alguns, se quiserem tb contribuir, vai ser legal pacaraio!
  15. 7 points
    Pessoal, achei essa reportagem muito doida sobre as influências musicais do mestre Yuzo Koshiro. Não sei se já foi postada antes por ter um tempo já (2013) mas vale a leitura e as comparações citadas. Quem quiser ler no navegador tem link abaixo! Koshiro usou (e abusou?) do que tocava nas danceterias noventistas para criar uma das melhores trilhas da história dos games. Fonte: http://www.memoriabit.com.br/eurodance-yuzo-koshiro-e-influencia-trilha-sonora-streets-of-rage/ Streets of Rage, clássico de porrada da Sega, não é chamado de "clássico" só pelo gameplay ou qualidade técnica. Olhando bem, ele não chega a ser nada de inovador como beat'em up, apesar dos ótimos gráficos (principalmente os 2 e 3). A jogabilidade do primeiro também não é tão especial. Foram sim ótimos jogos, mas o destaque, o que empurrou a fama pro céu mesmo, foi o som. As influências de Yuzo Koshiro são inegáveis. Ele abusou do que era o hit de rádios no mundo naquele começo de anos 90: as batidas do Eurodance, como ficou conhecido o movimento de artistas de dance music, principalmente europeus. Koshiro não era nenhum novato no negócio, já havia criado belezas como as trilhas de Ys (PC-88), ActRaiser (SNES) e The Revenge of Shinobi (Mega Drive), mas a conexão com o pop surpreendeu pela novidade e resultado. Yuzo Koshiro no estúdio: para aprender a tirar o máximo dos chips de áudio de consoles, muitas gambiarras. Apesar de jovem, tinha centenas de músicas compostas e talento de sobra pra tirar sons incríveis dos então limitados chips de áudio. Ainda faltava um tempinho até os games em CD virarem o padrão e nessa era, ele se firmava como o Rei do Chiptune. Em The Revenge of Shinobi, de 1989, Koshiro já dava mostras que queria misturar batidas dançantes e games. Continuou trabalhando para a própria Sega, como em Sonic (Game Gear), mas foi quando a divisão AM7 produziu Streets of Rage que ele surpreendeu o mundo com uma coleção de faixas absurdas de boas. A simulação de instrumentos, a quantidade de sons sobrepostos parecem não sair de um videogame com suas limitações de canais, mas direto do computador do compositor. Segundo o próprio, as influências de dance, house e o chamado Eurodance foram responsáveis por seu trabalho em SoR: Fui a muitos clubs / discos e escutei muito dance music na época. Deve ser a razão pela qual minha música durante aquele período foi influenciada por dance. SoulIISoul, Black Box, Maxi Priest e Carron Wheeler eram alguns de meus artistas favoritos. Koshiro merece um artigo à parte, com tudo sobre sua vasta e criativa carreira. Por enquanto, basta saber de onde veio a inspiração para Streets of Rage, a trilha que o elevou de grande compositor para gênio na indústria dos videogames. Isso porque ninguém sabia ainda o quanto de mitagem ele faria em Streets of Rage 2. Só um cara muito Fodão pra ter o nome na tela de título. Separei vídeos que são 100% a "cara" de Streets of Rage, e a maioria é do período em que Koshiro frequentava os clubes. Quem não viveu o tempo talvez não tenha noção exata de quanto forte foi, mas resumindo: mesmo quem nunca pisou numa danceteria na vida conhecia as músicas, porque tocou demais. Meus primeiros contatos foram no começo dos anos 90, com coisas como Technotronic, La Bouche e Corona, e mesmo que não fosse baladeiro, tive um período muito fiel a esse gênero, entre 1993 e 1994, quando estudava à noite e comecei a ouvir por influência de amigos. O lance durou com alguma importância até quase o fim dos anos 90, mas em 96 eu havia perdido o interesse, assim como o resto do mundo foi largando aquilo até o fim da década. Sendo um lance bem localizado e peculiar daqueles tempos, restam ótimas lembranças do dance noventista, de quando você era jovenzinho e ia "pra night" usando calça bag, com o chevetão emprestado do pai. Ou para nós nerds, de quando jogávamos Streets of Rage pensando nas músicas que tocavam no rádio. SoulIISoul - Jazzie's Groove Ouça a base e veja como é similar a várias faixas de Streets of Rage. Influência inegável (não que ele negue, até citou ali na entrevista). SoulIISoul - Get a Life 50% DNA da intro de Streets of Rage. O Eurodance — e a dance music em geral dos anos 90 — tinha muita mistura, incluindo coisas de hip-hop como trechos de rap e scratches. Black Box - Ride on Time Me faz lembrar das trilhas mais rápidas, como da primeira fase. Tem outra faixa deles chamada Fantasy, em que o baixo é parecidíssimo com uma faixa de Streets of Rage 2. Black Box - Open Your Eyes Pule para os 0:53. É quase igual uma das faixas de SoR, você vai reconhecer na hora. Aliás, sugiro que procure outras do Black Box, parece que foi A influência para Koshiro naquela fase. Maxi Priest - Close to You Mais uma com a mesma pegada geral e que se encaixaria bem no game. Caron Wheeler - Living in the Night Só tirar o vocal e colocar em Streets of Rage. Se colocar instrumental numa versão HD do game, ninguém diz que não é do Koshiro. Indo além das citadas por ele, tem várias faixas (inclusive bem posteriores, de quando o gênero já tinha perdido bastante da popularidade) na mesma pegada: Dr. Alban - It's my life Já ouvi isso antes... A batida forte remete à trilha dos chefes. Ice Mc - Think About The Way Mais uma que seria fácil de imaginar com a ação de Streets of Rage rolando (aliás, como ouvi essa música...). Culture Beat: Mr. Vain Também não foi citada por Koshiro, mas a batida comum caberia tranquilo em Streets of Rage, como uma luva. Technotronic - Pump up the Jam Batida comum de dance, bem típica da trilha da primeira fase. Se eu fizesse um HD não-autorizado, meteria essa base nos chefes. SNAP! - The Power Tem um clima mais "tenso", no estilo da trilha dos chefes. Snap - Oops up Outra que tocou à exaustão, rendeu uma cacetada de piadas infames como "seu c* só sai de ré", "seu c* só sai nenê", etc, berrados nos clubes do Brasil. Lembro também que passou bastante no começo da MTV Brasil. Enigma - Sadeness Part I Influência mais que berrante para a introdução de Streets of Rage 2. The Shamen - Move Any Mountain Um absurdo de parecida com a música da segunda fase de Streets of Rage 2, parece que o Koshiro fez um remix. 2 Brothers on the 4th floor - Dreams Essa é de 1994. Streets of Rage 3 é do mesmo ano, mas não teve influência de nada, já que Koshiro preferiu usar um método automático bizarro para compor a trilha (que não ficou legal, pelo menos pro meu ouvido). Lembra os primeiros games. Mais alguns exemplos de dance e afins, que te remetem na hora para Streets of Rage (clique nas miniaturas para assistir). Não convenceu? Você deve estar surdo, mas então pra fechar: Algumas são tão parecidas (caso do The Shamen e Black Box) que não sei como não rolou processo por plágio, outras são reflexo do que ele ouvia. Claro que essa inspiração não tira méritos de alguém considerado um dos maiores compositores e programadores de música para games da história. Ele fez muita coisa além de Streets of Rage, apesar de não ter se dado tão bem, num primeiro momento, na transição para CD. Ter bolas pra tentar algo diferente já seria uma iniciativa e tanto, mesmo que fosse tudo plágio. E a técnica pra conseguir reproduzir esses timbres nos chips eletrônicos, isso ninguém tira dele. Pena que a Sega não mexe o traseiro gordo e já são quase 20 anos de abandono da série. Em entrevista no começo de 2013, Koshiro disse estar aberto a participar da série se ela sair da gaveta, e incentivou fãs a pedirem isso à própria Sega. Quem sabe na próxima geração não vemos os filhos de Axel e Blaze (alguém duvida que eles terminam juntos?) lutando contra algum parente do Mr. X, com Eurodance direto do túnel do tempo? Nota: na mesma entrevista, Koshiro fez uma revelação curiosa: sua voz foi usada no grito "GRAND UPPER!" de Axel. Você pode ouvi-lo "imitando" a voz nessa página (lá no final, no link "here", aos 2:30).
  16. 7 points
    Fiz um cover de bateria com a track da Hill Top! Espero que vocês gostem!
  17. 7 points
    Imagine O cara tem 3 pretendentes, uma termina o Sf2 no Hard com o Dhalsim, outra termina o Ninja Gaiden e outra o Doom no ultra violence. Com qual deles ele casa? Com a que tem a bunda maior, é claro, pq homem é tudo igual.
  18. 7 points
    E contra a Plus européia, qual o argumento? E os reais descontos nos jogos? Bicho, na boa, peguei nojo da live depois que vi que tenho que pagar pra usar o netflix (que já é pago), ou seja, tenho que pagar 2x pra poder usar, lol. Pago pra poder jogar online um jogo que eu já paguei anteriormente, pagar 2x pelo mesmo produto, lol. Acredito que hoje somente a Microsoft tenha essa política, e você me parecia um cara inteligente até este tópico, mas não dá pra apoiar isso sem parecer um palhaço, acho que seu personagem poderia ter ficado de fora deste tópico. Eu tenho um Xbox, mas faz um teeeeeempo que não sai nada exclusivo que me agrade, comprei em dezembro de 2011, joguei o gears 3 e o dust recentemente, e dei o xbox pro meu irmão, pq estava pegando poeira aqui. No começo do ciclo eu admito que o xbox até estava melhor em relação a jogos, mas nesse final de vida não tá rolando, pelo menos pra mim e pros jogos que eu curto. PS3 dá uma surra de pau mole nos exclusivos, e o que é multi eu jogo no PC, posso até esperar um pouco mais, mas sei que vou jogar a melhor versão.
  19. 6 points
    Que bom que a Tec Toy botou 6 botões nesse console, me lembro de como era complicado quando eu pegava um jogo de Atari que pedia um controle de 6 botões e eu tinha que me virar com o de 1.
  20. 6 points
    Ninguém se ligou ao fato de que hoje somos adultos e não queremos mais jogar em RF e tv 14'? Eu sei que tem uns mobral que jogam assim até hoje, mas pqp, esses ai que não vão comprar mesmo, até pelo preço, huahahaah!! Sério que um pai de família, por volta de 40 anos nas costas, vai comprar isso pra mostrar pro seu filho como ele jogava antes? A criança vai dar uma jogadinha, soltar o controle e continuar no seu tablet/celular, na certeza que seu pai teve uma infância sofrida, o que não quer dizer que ele tem que viver o mesmo. Um camarada aqui de perto de casa fez a pré compra, quando chegar vou pedir pra ele vir aqui pra gente comparar. Mas já adiantei pra ele que o risco dele chorar será grande, antes mesmo de sair esse vídeo da desilução ai. Ele tem o perfil que a tectoy queria...um carinha que largou os games lá pra trás e tá querendo reviver a época. Vamos ver o que ele vai achar...
  21. 6 points
    antes de lancar nos arcades a primeira versao do 2 indicacao de um amigo interessante saber que os test players ja tinham tecnicas avancadas tipo pegar no ar com a chun li
  22. 6 points
    Minha primeira historia de locadora: Quando eu tinha uns 10 ou 11 anos, ganhei depois de muito pedir para meus pais, um nesclone da cce, o vg8000. Eles nao queriam me dar porque eu ja tinha um atari 2600, e o argumento deles (na verdade dele, meu pai, ja que era separado da minha mae e era pra ele que eu pedia) era: porque vc quer ter mais um videogame? Eu tive que explicar muitas e muitas vezes o motivo de me fazer querer o nesclone pra ele, que era diferente do atari, etc. Na verdade eu queria o phantom system, mas o vg8000 era mais barato e o que meu pai tinha menos chance de reclamar pra me dar de natal ou aniversario. Bom, eu consegui de aniversario e veio com excitebike, minha mae me deu super mario 1 depois no natal (faco aniversario em dezembro). Ate que nao era feia a fita da cce "original". Depois de um tempo eu nao aguentava mais os dois jogos, ja terminava super mario de tras pra frente e excitebike era infinito e, pra agravar a situação, a funcao de save e load de pistas nao funcionava (a fita nao tinha bateria). Eu nao sabia o que era save nem load pq quando vc selecionava, ficava save ou load escrito na tela e era isso, tinha que resetar. Eu pensava que era erro do videogame ou da fita. Um dia eu peguei o jornal de domingo e la dizia que tinha um CLUBE DE GAMES (nao era locadora) onde vc levava um cartucho (dava o cartucho pra eles) e tinha direito a pegar emprestado UM JOGO POR SEMANA, devolvendo ele antes, é claro. Depois, a cada de 6 meses tinha uma taxa pequena pagar. Era um modelo de negocio bem bizarro mas eu queria fazer parte do CLUBE DE GAMES. Queria jogos novos. Eu morava em santa felicidade (bairro de curitiba) e o clube era na 7 de setembro, ou seja, era longe pra caralho e eu era criança, nao me deixavam ir sozinho pro centro, so pra escola. Acabou que eu disse pra minha mae fazer inscricao pra mim la, e dei a excitebike pra ela entregar pra eles. Depois do trabalho dela (ela trabalhava na dr muricy, era perto da 7 de setembro) ela deixou la a fita e eu tinha esquecido de dizer que tipo de jogo eu queria que ela pegasse pra mim. Bom ela chegou em casa e eu sedento pra saber que jogo ela tinha pegado. Acabou que ela nao pegou NENHUM JOGO e eu perguntei porque, ela falou que nao entendia disso e eu nao tinha falado pra ela pegar nada (quase me matei nessa hora por raiva de ter esquecido desse detalhe). No dia seguinte eu falei que ia na casa de um amigo fazer trabalho depois da aula. Eu peguei dinheiro pra duas passagens que eu tinha guardado e fui la no CLUBE DE GAMES me cagando de medo pq eu sabia onde era, so que nao tinha ido em um lugar tao longe sozinho antes. Chegando lá (era o mesmo lugar que copiava jogos de computador pro pessoal e vendia suprimentos tipo disquetes e papel de impressora matricial, nada a ver com jogos visualmente) falei que minha mae tinha feito inscricao no dia anterior e me identifiquei. O cara então me apontou o que eu podia emprestar deles. NENHUMA FITA TINHA NOME e quando tinha era uns que eu nao conhecia, tudo pirata da pior especie, tipo mario 4 (o lost levels pirata, aquele do rambo game e luigi game, mas essa nao estava la, so o rotulo). Dai eu me fixei em uma essa imagem (claro, sem o nome em cima nem nada): Peguei a fita e voltei correndo pra pegar o onibus de volta, porque a cada minuto que eu demorasse mais, aumentava exponencialmente apossibilidade de eu apanhar por ter atrasado muito ou pior, ser pego no migué que passei. Demorei pra chegar em casa devido a distancia pra pegar o onibus de volta mas levei só um xingão e beleza. Fui seco ver o jogo e POR SORTE a fita era padrão japones, pq eu até então nao sabia que existiam dois padroes e o meu próprio vg era padrao japa. Fui pelo formato da fita quando peguei, pq tinha umas americanas (grandes) lá. Liguei e porra, nunca tinha visto, gostei muito do jogo. So que tinha 2 problemas problemas graves que eu nao tinha previsto: eu nao poderia repetir a historia do trabalho na casa do amigo pra devolver o jogo na proxima semana e o segundo era que eu nao poderia deixar que me vissem com o jogo emprestado em casa. Entao eu jogava todo dia escondido a porra do holy diver, sempre q eu escutava um barulho eu desligava o vg8000 e tirava a fita ou trocava. Foi assim durante UM MES e eu consegui a incrivel facanha de terminar a porra do holy diver, que era dificil pra caralho. Um belo dia ligam pra minha casa pedindo pra eu devolver o jogo e quem atende é minha mãe. Ela veio seca falar comigo e levei mais xingão mas depois disse que sempre que pudesse me levaria, inclusive falou que tinha desconfiado que eu tivesse feito algo parecido porque eu nao tinha pedido pra ela pegar jogo nenhum depois lá (o que era óbvio, ela nao era burra). Depois de um tempo melhorou o acervo lá e foi nesse CLUBE DOS GAMES que eu joguei pela primeira vez jogos como top gun second mission, megaman 3, double dragon 3, batman... realmente valeu a pena ter dado a minha excitebike velha de guerra com label fodido pra eles.
  23. 6 points
    Não, não se resume a isso. Essa é uma imagem do Brasil que apenas pessoas ignorantes ou desinformadas tem. Como os ignorantes são maioria, geralmente é isso que exploram mesmo.
  24. 6 points
    Caras, O sítio é fantástico. Além de poder ouvir direto no navegador, pular faixas, etc, dá também para abaixar em MP3. Destaque para a quantidade enorme de faixas de arcade, separadas por "placa", fabricante, etc. Link direto para as trilhas de arcade: https://vgmrips.net/packs/systems/arcade E o mais bacana é que os caras que riparam as faixas de cada jogo deixam sempre pelo menos 2 loops no áudio, ficando bem bacana pra se ouvir, nem muito longo, nem muito curto. Já abaixei várias MP3 aqui pra gravar um CD pra ouvir no auto. Tilha de Raiden, Shinobi, Golden Axe, OUT RUN!!!!! Recomendo demais. Cosme.
  25. 6 points
    Olha que legal essas fotos de como era um arcade em 1968. http://mashable.com/2015/10/21/early-arcades/#2WFiYjk8qkqu IMAGE: NATIONAL ARCHIVES Located near a major bus transfer point at the corner of 12th and Grand in Kansas City, Missouri, Wonderland Arcade was a popular haunt for people of all ages with time to kill and a few coins in their pockets. In the days before video games, amusement arcades like Wonderland were filled with a panoply of analog entertainment, from shooting galleries to skee-ball to mechanical fortune tellers to endless varieties of pinball. Teenagers poured countless coins into the machines...and occasionally took them back. In 1947, Wonderland was robbed by a 13-year-old who made off with $150 worth of nickels. He was nabbed by police after buying a new suit, shoes and taxi rides around town with the five-cent pieces. These photographs of a conspicuously empty Wonderland were created as exhibit evidence in a federal case brought against the arcade related to taxation of its penny bingo games. IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES IMAGE: NATIONAL ARCHIVES Olha que legal, uma máquina pra gravar a própria voz, imagina isso, não ter um gravador em casa.
  26. 6 points
    Tem legendas em inglês, é só ativar no botão cc.
  27. 6 points
    Então, deixo aqui meu protesto em relação a atitude de vocês... Primeiramente quero dizer que não sou advogado de ninguém, acho que todo mundo aqui é crescido e sabe como se defender... Como eu disse e como o Guile citou " Fórum de Internet é assim..." mas isso não quer dizer que vocês devam se render a isso, se fosse assim tudo lugar seria um "uol jogos" da vida e eu nem estaria postando isso aqui. E particularmente falando desta pasta é uma das melhores que eu já vi em tempos e inclusive já falei isso em um dos meus vídeos, mas o problema que todos vocês tem opiniões fortes quando se trata daquilo que amam, e os envolvidos nessa zoeira foram se minando, dando uma alfinetada aqui e outra ali... até que a bomba estourou. E caras na boa... não adianta falar e provar o que você gosta é melhor... sempre tem um fdp que vai discordar de vc e ter seus motivos para isso afinal se o mundo fosse realmente sensato todo mundo ia gostar de comer buceta e não existiria viado por ae. Agora cresçam plz, mandem que vc's não gostem ir pastar e ignora e ponto final. A cada vídeo ou hack que eu faço é um exemplo, vem um monte me xingar e falar besteira, vou fazer oq? somente agradeço e bloqueio seguindo a minha vida em paz. Agora essas atitudes que vocês estão tendo é de criança, na boa mesmo...: Deletar posts passados = Viadagem Parar de postar = Viadagem Afinal este é o canto que viemos para falar do que gostamos e jogar conversa fiada fora, então relaxem, vão tomar um cerva, comer um pastel cabeludo que amanhã é outro dia, e essa merda já desceu pelo vazo. um abraço!
  28. 6 points
    Hoje convido todos vocês a conhecerem Agony, um clássico shmup que vai te levar a um belo mundo de fantasia, recheado de criaturas místicas e paisagens intrigantes que vão abraçar a sua imaginação. Não esqueçam de deixar suas críticas, sugestões e porradarias. E é claro, conversar sobre o assunto
  29. 6 points
  30. 6 points
    ...AO MELHOR CONSOLE DE TODOS OS TEMPOS
  31. 6 points
    Eu não quero uma explicação, eu quero uma redução de preço!
  32. 6 points
    tá certo... pra ser apresentadora de programa infantil no brasil tem q ser loira e puta
  33. 6 points
    Foda bagarai, e ainda mais em tempo real. Eu lembro de um tempo atrás de novelas mostrando games, mas nada assim, era com um som no fundo de atari e o cara lá com um controle bizarro dizendo que está jogando.
  34. 6 points
  35. 6 points
    Imagino a programação se for pra galerinha nintendo: Banana de Pijamas Teletubies backyardigans Galinha pintadinha Compra certa
  36. 6 points
  37. 6 points
  38. 6 points
    Qualquer dúvida em relação à atualização e demais recursos do fórum devem ser postadas nesse tópico. Por hora, o Calendário e todos os recursos dependentes dele não estão funcionando. Novo recurso: Sistema de THANKS por post. O usuário pode dar um "Curtir" no post, bastando clicar no mesmo. Os nicks dos usuários que curtiram aquele post aparecerão do lugar do botão. O usuário pode remover o "Curtir", bastando clicar novamente no botão.
  39. 5 points
    Vi agora o vídeo do Streets of Rage............ Olha, TecToy....tenho que lhes dar meus parabéns... Parabéns pelos graves na música dá apresentação. Eu ouvi tanto essa música nos últimos meses, depois de comprar o jogo original, que em 2 segundos deu pra ver a diferença...Só posso dizer parabéns. A música dá primeira fase nos acordes principais dela, parece que está separada em um canal mais agudo, e outro acompanhando mais grave....Poxa, parabéns por isso também. Uma inovação ao original do mestre Koshiro que, DEUS QUEIRA, espero que não tenha o desprazer de ouví-la... E o que dizer dos gritinhos acelerados e agudos do Axel dando vuadera, dá mulherada do chicote estourando as cordas vocais ao bater as botas e do chefe morrendo com mais dor do que nunca (lol)?? Olha...eu já não ia comprar, até pq Mega Drive de verdade, eu tenho lá em casa e são dois, um deles inclusive TecToy, um CD-X, maravilha da tecnologia dos tempos que os videogames ainda eram levados à sério e podiam exibir com orgulho um logo da Sega, pois realmente ela era bem representada. Hoje, com esse produto aí, convenhamos.... ABRAMOS os olhos para a realidade, é uma demonstração triste do passado, sem sequer chegar próximo do que se esperava. Eu não tinha esperança, mas esperava pra ver o que ia acontecer. Agora só me pergunto: será que terá tampinha lateral para o Sega CD, mesmo sem suporte efetivo ao acessório? [emoji38] Luo=-_
  40. 5 points
  41. 5 points
    Juro que quando eu ouvi a música e as flores caindo eu me emocionei. Nessa hora minha mulher me largou falando sozinho dizendo que tinha mais o que fazer... Mulheres... Elas não entendem o significado do amor verdadeiro!
  42. 5 points
  43. 5 points
  44. 5 points
  45. 5 points
    Hoje pude testar o Oculus Rift pela primeira vez. Cinco unidades dele estão sendo usadas na Game of Thrones: The Exibition, que teve hoje o seu último dia de tour no Rio de Janeiro. Eu nem sabia que eles tinham essa atração lá, então foi uma grata surpresa. O vídeo exibido no aparelho é de uma subida à Muralha através de um elevador, como esses mostrados na foto acima. Além da cabine tremer de acordo com o vídeo também há um ar gelado que fica soprando pra aumentar ainda mais a sensação de imersão. Bom, deixo abaixo as minhas impressões da tecnologia, com seus pontos fortes e fracos. Prós: - Em conjunto com um headphone, a sensação de estar mesmo no lugar mostrado na tela é sensacional. Algumas pessoas até perdiam um pouco o equilíbrio com alguns movimentos no vídeo. - Eu não sei como o Oculus faz isso, mas o head tracking é simplesmente perfeito, não importa o movimento que você faça com a cabeça o vídeo acompanha e parece realmente que você está em um ambiente de realidade virtual. - O equipamento é mais leve do que eu imaginava, não causou nenhum tipo de incômodo no pescoço e ele se adapta muito bem à cabeça. Contras: - Achei a resolução da tela muito baixa, os pixels ficam bem evidentes, mas isso já era esperado por se tratar de um protótipo. Dizem que a definição da tela será muito maior na nova versão e nos futuros modelos comerciais. - Eu sentia que a tela dava uma borrada considerável de acordo com alguns movimentos. Eu não sei se isso era da tela mesmo ou se o vídeo foi programado assim para ter um blur alto. - Deviam ter uns 2 ou 3 cabos saindo do Oculus, o que pode ser meio incômodo. Acredito que a versão comercial deverá ter apenas 1 cabo onde passará a energia e os dados. --------------------------- No geral eu fiquei muito impressionado com a tecnologia e já fiquei imaginando como seria foda poder jogar alguns games usando ela, principalmente jogos em primeira pessoa. O head tracking é realmente impressionante e se usado em conjunto com um controle de movimentos deverá trazer uma grande revolução na maneira como jogamos. O bom é que a Sony também já tem o seu projeto Morpheus, então, seja no PC ou no PS4, nós poderemos um dia usufruir dessa tecnologia em casa. Só tem que ver a qual preço.
  46. 5 points
    Zappatista, de novo esse papo "a gente so aceita a culpa se o PSDB aceitar a dele tambem"?
  47. 5 points
  48. 5 points
  49. 5 points
    Uma das maiores merdas que já li na minha vida.
  50. 5 points
    Eae cuzeiros, o que acharam? Eu achei bonito, belos gráficos mesmo, aparentemente tem um netcode legal, dublagem em br muito bem feita. Vou deixar minha tag aqui pra jogarmos online, é só convidar!! PSN id: hellZfirEJP PORRA. Como os caras me lançam uma beta sem opção de convite? Mas a lógica de se jogar online não é exatamente essa?
×
×
  • Create New...