Jump to content

Koi

Membro Ativo
  • Content count

    2,160
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Koi last won the day on January 9

Koi had the most liked content!

Community Reputation

259 Contribuidor oldschool

About Koi

  • Rank
    Eu sou um monstro de duas cabeças.

Contact Methods

  • MSN
    diogoairess@hotmail.com
  • Website URL
    https://www.facebook.com/d00dbazar
  • ICQ
    0

Previous Fields

  • Registro Inicial
    2004

Recent Profile Visitors

8,259 profile views
  1. Mas pela notícia as únicas que estão lançando os jogos via streaming são a SEGA e a Capcom.
  2. Uê ele não sabia que existe a Indiana Xana: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-822135674-dvd-indiana-xana-1-e-2-raridade-_JM
  3. Esse Pico foi lançado pela Tec Toy nos anos 90 : https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-986501691-pico-tec-toy-sega-brinquedo-raro-na-caixa-vintage-_JM
  4. Li por aí que eles estão querendo recussitar o servidor Ooga Booga. Será que tem um rip decente? Lembro que esse jogo travava durante o gameplay no Dreamcast.
  5. Mega Lançamento TecToy

    @Neto. estava vendo seu vídeo vi o que erro que dá é randômico só que com o cartão que vem com esse "novo" Mega Drive sempre dá erro. Bem bizarro, parece que não houve padronização na produção do aparelho pra acontecer um erro tão fora de padrão
  6. Mega Lançamento TecToy

    @setzer Simples, porque a situação não pede um cara assim. Estão satisfeitos com bajuladores, não levam em conta as críticas quanto a fidelidade do que eles vendem. Porque os que cobram isso pra eles não importa. É a cultura nerd atual: ninguém se preocupa com qualidade, só querem ter porque está na moda ser retrô. Que se dane se é um hardware mequetrefe, malfeito e cheio de gambiarras. O que o rapaz aí fez foi um milagre, é louvável isso tudo. Mas infelizmente ninguém vai levar em conta do esforço do cara, ele é o nerd real. Aquele que com seu conhecimento técnico melhora um fiasco tecnológico como foi esse Mega Drive.
  7. JORNALISMO GAMER

    Estamos na era em que sites de games metem ideologias ao invés de discutir o que realmente importa dentro do assunto que é tratado pelo veículo de comunicação.
  8. A impressão que se tem é que o arco do Orochi é grandioso demais, depois com aquela saga NESTS não conseguiu ter a grandiosidade de um inimigo poderoso.
  9. Eu gostava do 97 pela história, nem sei porque lançar ele assim. Provavelmente fãs desse arco do Orochi e dos personagens que gostam do modo versus dele? Também vejo o 98 bem melhor com elenco e tudo mais.
  10. O ano de 2017 foi bastante conturbado, principalmente no que diz respeito as presepadas dos estúdios em relação às microtransações e caixas de loot, e teve até analista defendendo tais práticas dizendo que “pagamos pouco pelos games”. Uma nova maracutaia recente envolveu a Activision, e ela é tão brilhante quanto malévola: a companhia patenteou um método de manipulação intencional dos algoritmos de matchmaking, aqueles responsáveis por organizar as partidas multiplayer colocando jogadores com níveis semelhantes para se enfrentar. A patente descreve um meio em que o algoritmo coloca um iniciante para enfrentar outro jogador mais experiente de forma intencional, de modo que o primeiro se sinta compelido a abrir a carteira e comprar os mesmos itens e armas do adversário que inevitavelmente o derrotou. Os fatores “diversão” e “justiça” seriam completamente colocados de lado, dando prioridade ao lucro puro contando com a frustração de todos os jogadores, que só conseguiriam evoluir entrando de cabeça nas microtransações. Pois bem: agora descobriu-se (sem nenhuma surpresa, convenhamos) que a EA possui patentes similares. As patentes, disponíveis aqui e aqui (cuidado, PDF), descrevem métodos chamados “Ajuste de Dificuldade Dinâmico” e “Framework de Matchmaking para Engajamento Otimizado”; a segunda, similar à da Activision trata de métodos empregados nos games da EA, em que um jogador recém-chegado em títulos como Star Wars: Battlefront II, Battlefield 1 e outros seria pareado não com oponentes de igual nível, mas veteranos com uma série de itens e equipamentos adquiridos via microtransações, que conferem vantagens na hora do combate. Após uma série de derrotas, o novo jogador concluiria que a única maneira para progredir no modo multiplayer seria adquirir os mesmos itens de seus algozes, se vendo forçado a gastar dinheiro com caixas de loot ou equipamentos vendidos diretamente. A segunda patente é similar mas bem mais abrangente, ela diz respeito à manipulação invisível do nível de dificuldade dos games. Ainda que o jogador escolha apreciar o título em modos mais fáceis, os algoritmos gradualmente aumentariam o desafio não para forçá-lo a desistir, mas para incentiva-lo a continuar insistindo e por fim, aderindo ao que a EA chama de “função objetiva” de seus games: gastar dinheiro dentro deles. Note que essa característica não diz respeito apenas aos games online e muito menos aos mais competitivos; qualquer título da EA, de Battlefield 1 a Plants vs. Zombies estaria sujeito a um ou outro tipo de manipulação, ou ambos. Tanto a EA quanto a Activision estão trilhando caminhos bastante controversos. Tais algoritmos são voltados única e exclusivamente para arrancar o máximo de grana dos jogadores e retiram completamente o fator diversão e seus games; a clara intenção é fazer os gamers passarem raiva e gastarem dinheiro apenas para não continuar apanhando do oponente no multiplayer, ou para prosseguir no offline, porque o modo Easy “de repente” ficou difícil demais. A EA já rodou testes e concluiu que o método pode muito bem ser adaptado para outros gêneros de games, inclusive RPGs e já existem dois grandes títulos a serem lançados que podem incorporar as novas táticas, Anthem e o futuro game baseado em Star Wars, o que se sabe será alterado para “se adequar” as políticas da companhia. Ou seja… Procurada, a EA não comentou o assunto. Fonte: Ars Technica. http://meiobit.com/378612/ea-activision-patentes-matchmaking-modo-multiplayer-de-seus-games-colocar-jogadores-inexperientes-contra-outros-com-equipamentos-melhores-intencao-forca-los-a-abrir-a-carteira/
  11. Me lembrou esse texto: https://www.minds.com/Clarion/blog/infelizmente-melhor-jair-se-acostumando-783625833855066128
  12. A versão americana não permite batalhas Pokémon, somente a versão 2 japonesa que tem a entrada do cabo link...
  13. Eu tinha, era legalzinho e alguns jogos permitiam dois jogadores.
  14. Sim, e ficaram mais difíceis de se encontrar ainda mais. Eu iniciei a biblioteca de favoritos do console em 2014 e tenho dificuldade de achar os que quero.
  15. [Kickstarter] Shenmue 3

    A JBC já aprontou a deles:
×