Jump to content

Peidãø Neck

Membro Ativo
  • Content Count

    1,937
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    12

Peidãø Neck last won the day on September 13

Peidãø Neck had the most liked content!

Community Reputation

252 Contribuidor oldschool

About Peidãø Neck

  • Rank
    OBEY

Recent Profile Visitors

6,766 profile views
  1. O melhor console da era 16 Bits. Top 10: Dragon: The Bruce Lee Story Super Mario Kart Super Mario All Stars International Super Star Soccer Deluxe Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars Final Fight 2 Mortal Kombat II Top Gear Donkey Kong Country 2 Street Fighter 2 Turbo
  2. Já tentou nos sites abaixo? https://the-eye.eu/public/rom/Sega Dreamcast/ https://cdromance.com/dc-iso/
  3. Na verdade no tópico pinado está desatualizado, a versão atualizada é do link abaixo mas agora está com acesso restrito pelo menos é o que está mostrando aqui no meu PC: https://drive.google.com/drive/folders/1fdzTg2kXXYLPIAVRQ9xdZcKo67Z1lK7v?usp=sharing
  4. Joe Biden vence na Pensilvânia e é eleito presidente dos Estados Unidos https://g1.globo.com/mundo/eleicoes-nos-eua/2020/noticia/2020/11/07/joe-biden-vence-na-pensilvania-e-garante-votos-para-ser-eleito-presidente-dos-eua-aponta-projecao-da-ap.ghtml
  5. Morre Tony Lewis, vocalista da banda britânica The Outfield Tony Lewis, vocalista e baixista da banda britânica The Outfield, foi encontrado morto hoje em sua casa em Londres aos 62 anos. A morte foi confirmada em comunicado para a imprensa internacional, porém a causa ainda não foi revelada. Nas redes sociais, a equipe do músico anunciou a morte do cantor. "É com grande tristeza e pesar anunciar que Tony Lewis faleceu inesperadamente. Ele era uma bela alma que tocou tantas vidas com seu amor, seu espírito e sua música. Ele amava muito seus fãs e aproveitou todas as oportunidades que teve ao conhecer todos vocês. Por favor, respeite a privacidade da família durante este momento difícil."
  6. Olavo de Carvalho mentiu à Receita Federal para movimentar dinheiro que recebe no Brasil Guru do bolsonarismo declarou ao governo brasileiro residir em Curitiba numa casa em que sequer o conhecem ou sabem quem é ele. Olavo de Carvalho mora no sul dos Estados Unidos há 15 anos, mas mentiu à Receita Federal que ainda é residente no Brasil. Guru dos filhos e seguidores de Jair Bolsonaro, o autodeclarado filósofo informou no imposto de renda de 2018 que mantém residência no Brasil em uma casa que alugou em Curitiba até 2002. Mas o imóvel tem hoje outros moradores, que sequer sabem quem é ele. Sem declarar a saída definitiva do Brasil, Olavo pode movimentar dinheiro no país como se morasse aqui, o que facilita suas campanhas de arrecadação. E faz isso. Ao menos desde 2006, quando já morava nos EUA, o guru bolsonarista indica os dados de uma conta em nome dele na agência do Itaú nas Mercês, mesmo bairro em que diz à Receita Federal que reside, sempre que pede dinheiro em suas lives na internet. Brasileiros que moram no exterior podem ter contas bancárias para movimentar dinheiro no Brasil. Mas não de qualquer tipo. O Banco Central, o Bacen, manda que seja um tipo especial de conta, que é vigiada de perto pelas autoridades para evitar o risco de evasão de divisas e, por isso, custa muito mais caro para ser mantida. No Itaú, por exemplo, apenas a tarifa de manutenção de uma conta desse tipo custaria cerca de R$ 1 mil mensais a Olavo. Mas, ao menos até 2017, o banco acreditava que o guru bolsonarista ainda vivia em Curitiba, segundo um documento emitido pelo próprio Banco Central que está anexado a um processo a que ele responde. https://theintercept.com/2020/10/10/olavo-de-carvalho-mentiu-receita-federal-itau-curitiba/
  7. Em vez do Rambo de personagem deveriam ter colocado esse:
  8. Justiça Eleitoral proíbe Record de fazer “propaganda subliminar” para reeleição de Crivella De acordo com o MPE, apresentadores estavam fazendo referência ao número do atual prefeito do Rio, o 10, ao longo da programação. Até telefone de contato da TV foi alterado para ter final "1010" A Justiça Eleitoral proibiu na TV Record de fazer “propaganda subliminar” para o atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), que tentará a reeleição neste ano. Apresentadores da emissora estão proibidos até de fazer “gestos” que insinuem o número do prefeito na disputa. A decisão foi desta segunda-feira (5). De acordo com a revista Época, o Ministério Público Eleitoral (MPE) reuniu uma série de provas de que apresentadores estavam fazendo referência ao número de Crivella, o 10, ao longo da programação. A Record pertence ao tio do prefeito, bispo Edir Macedo, chefe da Igreja Universal do Reino de Deus. Ainda segundo o MPE, a emissora chegou a alterar o próprio telefone após o registro da candidatura de Crivella, passando a ter o final 1010. Para a juíza Luciana Mocco Moreira Lima, responsável pela proibição, propaganda “subliminar” na emissora vai contra a legislação eleitoral. Ela deu 48 horas para Crivella se manifestar nos autos do processo. “Não restam dúvidas que a documentação acostada pelo Ministério Público comprova fato grave que merece imediata reprimenda estatal. A atitude da emissora Record e de seus funcionários com mensagens de exposição do número de campanha já utilizado pelo prefeito Marcelo Crivella, pessoa conhecida e candidato à reeleição, com a finalidade de firmá-los no inconsciente do eleitor, afronta a legislação eleitoral”, afirmou a juíza. “A conduta dos apresentadores e da emissora caracterizavam propaganda subliminar com potencialidade de influir na disputa eleitoral em razão da repetição maciça, devendo reprime-se o uso indevido dos meios de comunicação social. O gesto repetido pelos apresentadores nos programas de televisão, a promoção da candidatura do investigado, ainda que não houvesse pedido expresso de votos e sim referências dissimuladas à sua candidatura configura o uso indevido dos meios de comunicação, sendo patente a influência que a Rede Record de televisão exerceram sobre a comunidade evangélica, divulgando a candidatura à reeleição de Marcelo Crivella para a chefia do Poder Executivo, sendo certo que tal assunto já foi objeto de decisão anterior pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro nas eleições de 2014, tratando-se de conduta reiterada e abusiva”, continuou. Levantamento do Idea Big Data encomendado pela Record revelado nesta segunda aponta que o segundo turno das eleições municipais do Rio será entre o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) e o atual mandatário Marcelo Crivella. Ao contrário de pesquisa Ibope, o bispo dessa vez não aparece empatado com candidatas do campo progressista. Paes aparece com 26% no levantamento, seguido por Crivella, com 17%. Logo atrás estão Martha Rocha (PDT) e Benedita da Silva (PT), com 10% e 9% respectivamente. As duas candidatas aparecem em outras pesquisas como as principais adversárias do atual prefeito na busca por uma vaga no segundo turno.
×
×
  • Create New...