Jump to content

DreamCuPS

Membro Ativo
  • Posts

    3,652
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    25

Everything posted by DreamCuPS

  1. Cave Story (Mega Drive) Rom-hacking do jogo originalmente lançado para PC, que mostra como Cave Story serve como uma luva no Mega Drive. Metroidvania com um conjunto de história e universo próprios, do tipo que só se vê em vídeo game. O jogo conta com vários finais diferentes, que se darão em acordo com suas decisões e descobertas durante a aventura (mas desconfio que, ao menos na versão que joguei, não há todos os finais do original). A jogabilidade é precisa e trás algumas mecânicas diferenciadas, como o recurso de voar usando uma das armas, cujos raios te impulsionam para o alto ao serem disparados contra o solo.Os gráficos são bem feitos e caracterizados, mas as músicas variam, geralmente combinando melhor com a proposta quando soam mais introspectivas. Não por acaso, o jogo tem um tom sombrio e desolado, por conta de sua história e seu cenário inteiramente subterrâneo. Aliás, seria até difícil imaginar um jogo com com tal grau de dramaticidade saindo para um console no início dos anos 90. Mas se assim tivesse ocorrido, com certeza causaria ainda mais barulho do que causou quando foi originalmente lançado.
  2. | | Sim, sonda 2, eu terminei esse jogo no Mega, e postei aqui no tópico: Eu sou aficionado por jogos de mecha, considero esse ai o melhor jogo "póstumo" de Mega Drive. Ps: conhece Aquales, do X68000?
  3. Uma das incontáveis pisadas do fonzO foi ter lançado o jogo -bem- depois do Sor 4.Foi esse último que realmente elevou o padrão dos beatemups modernos. E seria mucho loco ver um jogo criado como sonho molhado de um meguista xiita ir parar em peso no Switch.
  4. Genocide 2 (X68000) Ação-plataforma para X68 com mechas. Os gráficos de fundo são razoáveis, mas os dos sprites muito bons, e o som é ótimo (fm muito bem arranjado, típico da época, com melodias memoráveis). O calcanhar de aquiles do gameplay é um detalhe frustrante da jogabilidade: você não fica invencível após ser atingido, o que resulta em muitos momentos em que se apanha direto sem direito a reação. Genocide 2 é um upgrade considerável sobre seu problemático antecessor, sobretudo quanto a jogabilidade -mesmo com seus defeitos nesse aspecto. Ele recebeu uma versão inferior para Snes, com menos fases, permanecendo essa do X68 a melhor.
  5. pra mim, o melhor é o Bizhawk, que é um emulador multi-plataforma focado em precisão. Foi a melhor emulação que obtive para N64, você instala e em questão de instantes tá jogando, inclusive com opção de filtros e upscaler. Recomendo.
  6. E seguindo o baile... NEW ADD-ON! Behold the awesomeness! PAPRIUM is coming to the SEGA Game Gear! This Side-quest game - named MINI-PAPRIUM - is a unique (and CUUUUTEEEEEE) take on the Original Game! Multiple mini-levels, mini-story and mini-save system! Total cuteness! The game comes in an exclusive COLLECTOR EDITION (JAP, USA and EUR) with the 70mm figurine and a mini-OST audio disc or for those on a budget a REGULAR EDITION. In box, with instruction manual and Game Gear cartridge (region-free). The exclusive Cover-Art by R.Wairudo and game-details to be posted as this campaign progress!
  7. Com esse cara não ia rolar, seja lá qual fosse o projeto. É o tipo de sujeito que parece capaz de esmagar qualquer coisa sob o próprio ego.
  8. KICKSTART -> Paprium para Steam e Playstation O cara lançou o jogo bem aquém do esperado, enterrou a produtora no processo, e agora tá fazendo exatamente o que tanto repudiou. Até que não demorou tanto.
  9. Uma discreta demo do Castlevania de X68000 para Mega drive (só um estágio):
  10. Tópico voltado para trocar ideia sobre HQs. Poste sobre as que mais gosta, as que acabou de ler e recomenda (ou não), o que você tem, etc... - Ainda estou lendo a série principal da Batwoman fase New 52 (arte de altíssimo nível, histórias médias). E terminei recentemente Batman - Ano Um. Pra quem ainda não conhece, a série Ano Um trata do primeiro ano na vida de determinado personagem, dando seus primeiros passos sob a identidade de super herói. É um bom ponto de partida, pra quem tá interessado em começar a ler coisas do herói em questão.
  11. Opa, eu fiz confusão. Desculpe. Bem, o que você acha, @Snayperskaya ? Topa alterar o título?
  12. Concordo com as ideias acima. Se fizerem isso, pode dar mais pano pra manga... Convoco o @Daileon para avaliar.
  13. Pergunta: nunca criaram um tópico de HQs (não mangá, claro) aqui?
  14. | | Se alguém da turma que fez Truxton vê isso, é capaz de dar processo...
  15. Pra direção de um filme do Metroid eu gostaria de ver o Neil Blomkamp (Elísio, Distrito 9, etc...)
  16. A atriz, que já fez parceria com a Nintendo na divulgação de Animal Crossing: New Horizons, revela seu desejo viver Samus nos cinemas. A atriz Brie Larson, que interpreta a Capitã Marvel no MCU, recentemente trabalhou na divulgação de Animal Crossing: New Horizons (Switch) no seu Instagram, em seu canal pessoal no YouTube e por meio de talk shows. Dessa vez, em entrevista ao apresentador Garry Whitta, a atriz comentou sobre sua relação com os jogos da Nintendo e sua identificação com Samus Aran, a protagonista da série Metroid. A atriz, que já havia no passado manifestado seu desejo de interpretar Samus nos cinemas, ao ser indagada sobre o assunto por Garry Whitta nesta entrevista, reforçou sua admiração pela personagem: Será que algum dia teremos uma adaptação cinematográfica da série Metroid?
  17. ^ Ah, eu vi isso... Se for mesmo verdade, vai enfeiar a coisa pra uns. No mundo do retro colecionismo, o cabra tem que se acostumar por que é todo dia uma malandragem. Pra alguns dos meus consoles eu ando usando Everdrive, e não tenho qualquer nóia quanto ao fato de que, futuramente, talvez nem querendo será possível comprar jogo antigo. Quem tá nessa deve ir aproveitando o que tem.
  18. | | Já é difícil re-viver esse tipo de experiencia num Ps1, imagina em qualquer console ainda mais antigo... Sem bem que, no meu caso, devo admitir que jogos 3D raramente me fascinam.
  19. Faz tempo que não posto em lugar nenhum sobre os jogos que termino. Aí vão dois: Zenki FX (PC-FX) Ação/beatemup baseado em anime, com gameplay a lá Ninja Warriors Again (e também com boa jogabilidade, por sinal). Você pode jogar como um demônio ou uma mocinha, cada um com recursos e características bem próprios. Os gráficos são decentes, já sobre o som não vou comentar por que tenho a impressão que a emulação tava imperfeita nesse departamento. Eu diria que vale a pena emular o FX apenas por esse jogo. A diversão que ele oferece faz com que merecesse mais do que ser relegado a exclusivo de um console obscuro. X Mad Stalker (Mega) Jogo originalmente lançado para X68000 e Pc Engine, na mesma linha do jogo anterior, mas com mechas. Mad Stalker brilha em todos os quesitos, e vale destacar o altíssimo nível da jogabilidade e da ação, que incorpora muito bem elementos de luta-vs aos combates. O único "defeito" é que ele usa apenas 2 botões do controle do Mega, enquanto destina o mesmo botão do soco ("manter pressionado") para a defesa. Curiosamente, tem uns slows aqui e ali. Os responsáveis pelo cancelamento desse jogo (que estava pronto desde 1994 e só foi lançado em 2020) deveriam ter sido internados num hospício e nunca mais tirados de lá. E pensar que Heavy Nova, um dos piores jogos de mecha conhecidos, foi laçado não para uma, mas DUAS plataformas da Sega...
  20. Sobre emulação: eu nunca emulei NGCD. Emulação do Aes/Mvs não deixa a desejar nada há anos em Final Burn, Mame ou outros já citados. Se você tá muito na fissura de jogar Neo geo "in loco", fala com quem conhece os "consolized" pra ver se vale a pena. Tá absurdamente na fissura, com dinheiro sobrando e acha que a nostalgia vai segurar jogatinas por anos a fio? Considere um Aes original com cartuchos multi ou everdrive (fiz isso há dois anos, e os churrascos da família, cheios de gritaria e cervejada, ficaram ainda melhores ).
  21. "retrôs e eventualmente jogo alguns games mais recentes" Mas raramente jogo coisas pré 16 bits, ou no PC, principalmente os chamados "jogos aaa".
  22. Respondendo (bem) tardiamente a questão: não vai que é fria, e quando a nostalgia baixar você vai reconsiderar a compra. Você passará mais tempo olhando tela de loading do que jogando. Sem falar que pode jogar os mesmos jogos de melhor forma num Neo Geo Aes, ou até em consoles como Ps1, 2, Saturn, etc, que receberam inúmeras versões dos mesmos.
  23. Atari 2600 - enduro Master System - time soldiers Snes - street fighter 2 Mega drive - truxton Ps1 - tekken 3 Ps2 - r-type final Dreamcast - divi dead (não oficial) Gamecube - baten kaitos Neo Geo - Fatal Fury Nem todos os jogos eu joguei no meu próprio console, mas foram os primeiros nos consoles acima, sendo que já tive todos.
×
×
  • Create New...