Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'sd2snes'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Seganet - Videogames
    • SegaNet - Game News
    • Seganet - Retro Games
  • Seganet - Assuntos Gerais
    • SegaNet - Off-Topic
    • Seganet - Promoções
    • SegaNet - Classificados

Calendars

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Location


Registro Inicial

Found 18 results

  1. Gênero: Aventura Ano: 2019 Fabricante: Desconhecido New Super Mario Land é uma versão homebrew que re-imagina Super Mario Land , o icônico título de Game Boy, no Super Nintendo. Foi desenvolvido em segredo por um codificador desconhecido e foram enviados 30 cartuchos personalizados pessoas selecionadas para comemorar o 30º aniversário do Game Boy. Mas para nossa alegria, a rom se encontra disponível. A primeira reação ao jogar é de espanto, fazendo-se perguntar como é possível um jogo desse para o SNES, pois a primeira vista parece que se trata de um jogo de Nintendo DS, ou seja, um console que possui muito mais capacidade. Os gráficos são estupendos, parece que foram extraídos de New Super Mario Bros, contando com algumas camadas em 3D, basta apreciar a pirâmide da primeira fase ou o próprio personagem. Outras partes sãopré-renderizadas, ao estilo de DKC. As músicas também são excelentes, sendo que algumas delas com vocais, também ao estilo de New Super Mario Bros. Um pequena ressalva por algumas canções serem meio abafadas, mas talvez seja um limitação ao usar músicas mais elaborada com diversos instrumentos. Outro ponto perceptível é a quebra na transição da música em algumas partes, como por exemplo quando o jogador pega a estrela de invencibilidade, ocorrendo uma pequena pausa na transição da música. Mas de modo geral, não é nada que comprometa a jogatina. A jogabilidade é bem fluida e precisa, sendo fácil de controlar. Mario consegue deslizar pelas "paredes" ao estilo Mega Man X. O domínio dessa técnica pode ter salvar de várias mortes, pois ao deslizar também é possível pular. New Super Mario Land é sem sombra de dúvidas o melhor homebrew já feito para o SNES, nem parece que é um jogo caseiro. Importante salientar que homebrew é feito do zero e não é uma romhack que tem um jogo base que serve de edição. Apenas uma sugestão, jogue e se surpreenda. Fonte: https://www.snesforever.com.br/2019/11/new-super-mario-land.html
  2. Donkey Kong Country 3 não tem uma trilha memorável como os seus antecessores, principalmente o segundo jogo, que é considerado por muitos o com a melhor trilha do SNES. O motivo talvez tenha sido pelo fato da tímida participação de David Wise, compositor do dois primeiro jogos da franquia. Pensando nisso, o editor do blog SnesForever fez uma versão MSU-1 alternativa utilizando as músicas de DKC Topical Freeze, o qual teve a trilha inteiramente composta por David Wise. Confira o resultado: http://www.snesforever.com.br/2018/01/donkey-kong-country-3-msu-1.html
  3. Gênero: Aventura Ano: 2018 Fabricante: Rare/Nintendo Hacked: L_Sky Donkey Kong Country 3 - Tag Team Trouble é um hack que traz uma reformulação completa de todas as fases do jogo, incluindo mudanças nos locais de bônus e moedas DK. A única exceção são as batalhas contra os chefes, que não sofreram alterações. O autor deste hack é o mesmo criador de Donkey Kong Country - Kremlings Revenge Remodel, o que evidencia a qualidade do trabalho. Segundo o autor, o processo de edição levou um ano, devido ao difícil uso das ferramentas. Sem sombra de dúvidas, este é o melhor hack de DKC3, com fases criativas, bom posicionamento e escolha dos inimigos para cada fases, permitindo um equilíbrio na dificuldade, sem frustar o jogador. Devido a nova localização, fazer 103% (porcentagem máxima do jogo) será um belo desafio para quem quiser coletar todos as 41 moedas DK e todas as 85 moedas de bônus. Para os amantes de DKC, este hack é uma boa oportunidade de retornar ao jogo com desafios inéditos. Confira o gameplay do primeiro mundo: Confira mais algumas imagens dos novos estágios: Fonte: http://www.snesforever.com.br/2018/08/donkey-kong-country-3-tag-team-trouble.html
  4. Mais uma versão MSU-1 de um jogo de SNES lançada. Desta vez, o clássico Final Fight teve a sua trilha sonora original do SNES substituída pela versão com qualidade de CD, que foi extraída do mesmo jogo lançado para o Sega CD. Esta edição foi feita pela romhacker PepilloPEV. Confira o resultado: Fonte: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/final-fight-msu-1.html
  5. Gênero: Esporte Ano: 2017 Fabricante: Konami Hacked: Forte Gomba (Evandro Bandeira/Caique Felipe) O grupo de romhacking Forte Gomba lançou mais um hack, desta vez temos a Champions League 2017-18. Esta edição conta com os seguintes times: 32 times que participaram da fase de grupo: Real Madrid, Bayern de Munique, Juventus, Benfica, Chelsea, Shakhtar Donetsk, Monaco, Spartak Moscou, Barcelona, Atlético de Madrid, Paris Saint-Germain, Borussia Dortmund, Sevilla, Manchester City, Porto, Manchester United, Napoli, Tottenham, Basel, Olympiakos, Anderlecht, Liverpool, Roma, Beşiktaş, Celtic, CSKA Moscou, Sporting, APOEL, Feyenoord, Maribor, Qarabağ e RB Leipzig. 8 times que não chegaram na fase de grupo: Copenhague, Rijeka, Astana, Hapoel Be’er Sheva, İstanbul Başakşehir, Nice, Slavia Praga e Steaua București. 2 times de estrelas, com os melhores jogadores que jogam na Europa. Todos os times tiveram suas escalações atualizadas, com nomes, aparências e habilidades. Os uniformes, titular e reserva, também foram minunciosamente detalhados. Os estádios foram atualizados, sendo eles: Estádio de Wembley (Tottenham), Estádio De Kuip (Feyenoord), Estádio Old Trafford (Man. United), Santiago Bernabeu (Real Madrid), Camp Nou (Barcelona), Olímpico de Kiev (estádio da Final, ficou vinculado ao time Stars), Estádio da Luz (Benfica) e Allianz Arena (Bayern). O modo SCENARIOS foi renovado, trazendo novos desafios que colocarão à prova as suas habilidades. Com a Champions League 2017-18, o grupo Forte Gomba vem cada vez mais se consolidando como referência em edições de ISSD. Neste hack, talvez, o único ponto que merece ressalva é a falta de edição dos escudos, mas é apenas um pequeno detalhe que não interfere em nada durante a jogatina. Em contrapartida, o maior ponto positivo é o balanceamento das equipes, ou seja, cada time tem as suas próprias habilidades, resultando, assim, em diferentes níveis de dificuldades durante a partida de acordo com o time escolhido. <br> Fonte + Link útil: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/champions-league-2017-18_19.html
  6. O romhacker Conn lançou a versão MSU-1 de Contra III - The Alien Wars, trazendo uma nova trilha sonora remasterizada no estilorock'n'roll com qualidade de CD, combinando perfeitamente com o ação frenética do jogo. Fonte: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/contra-iii-alien-wars-msu-1.html
  7. DarkShock lançou a versão MSU-1 de Megaman & Bass (Rockman & Forte no Japão), fazendo, assim, com que todos os jogos de ação do robozinho no SNES tenha uma versão MSU-1, que aliás foram feitas pelo mesmo autor. A músicas utilizadas na nova trilha foram reorquestrada por Krzysztof Slowikowski, o que as tornam excelentes devido ao tratamento profissional que elas receberam. Caso queira conhecer o trabalho dele, confira aqui. Confira no vídeo o resultado. Você pode jogar diretamente no Super Nintendo, desde que possua o flashcard SD2SNES, ou no PC, utilizando o emulador Bsnes. Fonte: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/rockman-forte-msu-1-megaman-bass.html
  8. Mais um clássico do SNES recebe uma versão em MSU-1 e desta vez é nada mais nada menos que Donkey Kong Country, ou seja, o primeiro jogo da trilogia recebeu um tratamento na sua trilha sonora, contando agora com áudio em qualidade de CD. O romhacker responsável pela criação do hack é Conn, já conhecido pela realização de outras versões em MSU-1 de outros jogos. Desta vez, há várias versões com trilhas distintas, desde versões remasterizadas das músicas originais, versões com remixes, versões orquestradas, versões apenas com vocais ou até mesmo em ritmo de jazz, ou seja, tem versões para todos os gostos. Todas essas versões foram possíveis graças ao PittStone, que sozinho fez seleção e tratamentos dos áudios em cinco delas. Fonte + Links úteis: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/donkey-kong-country-msu-1.html
  9. Gênero: Esporte Ano: 2017 Fabricante: Konami Hacked: All-Star Romhacker Champions League 2017 é o novo lançamento do grupo de romhacking All-Star Romhacker, que também foi responsável por duas super edições de ISSSD, a Supercopa 2017 e o Super Brasileirão 2017. Esta nova edição traz todas as equipes que disputam a Champions League 2017-18, além de alguns times escolhidos por meio de votações em enquetes realizadas no Grupo Romhacking SNES - BR. Times Equipes que disputam a frase de grupos da Champions League: Real Madrid, Bayern de Munique, Juventus, Benfica, Chelsea, Shakhtar Donetsk, Monaco, Spartak Moscou, Barcelona, Atlético de Madrid, Paris Saint-Germain, Borussia Dortmund, Sevilla, Manchester City, Porto, Manchester United, Napoli, Tottenham, Basel, Olympiakos, Anderlecht, Liverpool, Roma, Beşiktaş, Celtic, CSKA Moscou, Sporting, APOEL, Feyenoord, Maribor, Qarabağ e RB Leipzig. Equipes que foram eliminadas na rodada anterior a fase de grupos da Champions, mas que foram incluídas depois de votação no grupo do Facebook: Hoffenheim, Nice, Steaua București e Copenhague. Equipes que venceram as enquetes que envolviam equipes influentes que não estão na Champions League 2017-18 e participantes da Liga Europa: Milan, Lazio, Arsenal, Ajax, Villareal e Everton. Além disso, o jogou conta com novos escudos inéditos, uniformes titulares e reservas, uniformes de goleiros, árbitros, nomes dos estádios, desafios contendo clássicos no modo "Desafios" (scenarios), bem como outros pequenos detalhes como as cores dos menus, seleção automática de uniforme quando uma equipe estiver com uniforme semelhante e nomes de algumas habilidades substituídas. Champions League 2017 é resultado de um excelente trabalho do grupo All-Star Romhacker, demostrando que a equipe vem evoluindo a cada rom lançada, sempre trazendo novidades e cada vez mais se preocupando com os mínimos detalhes, como por exemplo a edição de todos os escudos, algo que é complexo e exige bastante dedicação dos criadores. Fonte + Link útil: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/champions-league-2017.html
  10. Unholy Night - The Darkness Hunter Gênero: Luta Ano: 2017 Fabricante: T. Alacant/Nu-Gaia/Blazepro Finalmente a rom do último jogo lançado para o Super Nintendo está disponível. Sim, você ouviu direito. Um novo jogo que saiu este ano para a Super Nintendo, em um cartucho real, que você pode colocar num sistema real e jogar numa TV CRT. O jogo é chamado Unholy Night: The Darkness Hunter, e é um clássico jogo de luta de 16 bits, feito no estilo dos lutadores SNK antigos. Na verdade, é feito por uma equipe de ex-desenvolvedores da SNK, que já havia trabalhado no The King of Fighters 98, 2001 e 2002. A trama do jogo inspira muito na série Darkstalkers, da Capcom. ADark Family é constituídade um grupo de caçadores de monstros que tem como objetivo de vida exterminar vampiros, lobisomens e outras belezas da noite. A lista de personagens é composta de vários membros desta família, bem como os animais que eles caçam. Existem seis personagens jogáveis que os jogadores têm de escolher: Blaze, Cronos, Emily, Nightmare, Reinhardt e Wurzel. Há também um personagem chefe, Katatonia, que os jogadores lutam no final da história. O jogo faz uso basicamente de três botões, com B, A e X correspondentes a ataques leves, médios e pesados, enquanto Y, L e R são usados para recursos secundários e específicos de cada personagem. Cada lutador tem oito movimentos especiais para escolher, bem como super movimentos que fazem uso de um medidor de três níveis. Você também ganha bônus quando sua saúde fica baixa, semelhante aos movimentos de desespero dos jogos SNK mais antigos. O jogo é semelhante a outros títulos SNES da época. Pense em Super Street Fighter II Turbo e você terá uma ideia. Em vez de longos combos, o jogo se concentra em uma jogabilidade mais lenta e em contra-ataques feitos a partir de ataques cancelados. Os movimentos aéreos também estão presentes, bem como choques, esquivas e outros mecanismos únicos de cada personagem. Os gráficos são medianos, nada primoroso, mas cumpre o seu papel, já que não é algo muito explorado em jogos de luta. Do mesmo modo, podemos dizer sobre a trilha sonora, que não é nada memorável, tendo pouca variação, tornando-a genérica. O jogo conta com quatro modos: Story, Versus, Survival e Practice. O modo de prática tem uma variedade de características modernas de jogos de lutas atuais, incluindo uma opção de gravação falsa. O jogo irá armazenar os rankings dos oito melhores jogadores, assim como jogos arcade antigos. Também terá um menu de opções completo, juntamente com opções de idioma. O jogo tem disponível o idioma inglês e japonês para seleção. Quem sabe no futuro não apareça uma tradução feita por romhackers. Como efeito da nostalgia do velhos tempos, ss jogos retros tornaram-se muito populares nos últimos tempos, e os hacks de romhacking estão aí por um tempo, mas Unholy Night pode provar que ainda há um mercado para jogos lançados em sistemas mais antigos. Enquanto a maioria das pessoas preferiria ter visto um lançamento no PC, há algo nostálgico em operar dentro das limitações originais de um console. Para que tiver interesse em adquirir o cartucho original, o jogo está disponível para venda na Amazon, pelo valor de USD 29,88, o que resulta em quase R$ 100,00, com base na cotação atual da data desta postagem, sem incluir o valor do frete e possíveis taxas de importação. Para quem tem o SD2SNES poderá jogar diretamente no SNES apenas passando a rom para o SD do flashcard. Fonte + Link útil: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/10/unholy-night-darkness-hunter.html
  11. It's me, Mario! Desta vez, Super Mario Kart recebeu a sua versão em MSU-1, ou seja, agora o jogo conta com a trilha sonora com a qualidade de CD. Esta versão foi criada pelo romhacker qwertymodo, que utilizou as músicas originais de Super Mario Kart de Nintendo Wii, o que dispensa comentários, pois a trilha é excelente. Além disso, cada pista recebeu uma música individual, assim, não haverá repetição de uma trilha para a mesma pista, como acontece na versão original de SNES. Assista ao vídeo e confira o resultado: Você pode jogar diretamente no Super Nintendo, desde que possua o flashcard SD2SNES, ou no PC, utilizando o emulador BSNES. Fonte + Link Útil: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/09/super-mario-kart-msu-1.html
  12. Tradução - Donkey Kong Country 2 - Diddy's Kong Quest Donkey Kong Country 2 é considerado por muitos como o melhor jogo do Super Nintendo, confira a análise feita no blog e tire suas conclusões, vez que esta postagem é dedicada ao lançamento da tradução. Uma equipe de romhackers (denim : Romhacking; Solid One : Tradução, gráficos; Magalícia : Revisão; Spyblack : Gráficos; Killer : Gráficos; Sliter: Gráficos; bMatSantos : Gráficos) lançou uma tradução primorosa do jogo, com atenção aos mínimos detalhes, ou seja, além da tradução dos textos presentes no jogo, os gráficos também foram traduzidos, inclusive a tela de título. Tela de título e menu completamente traduzidos. Nomes das fases e diálogos traduzidos. Faça um rolê pelos mundos e não se esqueça de salvar. Gráficos traduzidos (Barril). Só faltou perguntar quem quer dinheiro. Atenção ao detalhes (Caixa, Pedágio e Óleo). Assim como a tela de título, a tela de Game Over recebeu a mesma atenção. Está pronto para alcançar o primeiro lugar? Pelas imagens acima é possível perceber a dedicação dos envolvidos neste projeto, fazendo com que com jogo recebesse uma tradução à altura da sua qualidade. A rom funciona em todos os emuladores, com exceção do Zsnes. Também fiz o teste em dois flashcards (Super Everdrive e SD2SNES) e o jogo funcionou em ambos. Fonte+Link Útil: https://snes-forever.blogspot.com.br/2017/05/traducao-donkey-kong-country-2-diddys.html
  13. Você está pronto para partir em uma épica aventura de paródia? A hora é agora. Depois de uma década de trabalho, uma equipe de romhackers (Seph, PuzzleDude, Euclides, Conn, Erockbrox, Trovsky, etc.) orgulhosamente nos apresenta: Conker's High Rule Tail, que nada mais é que uma modificação completa do Zelda 3, mas com alterações tão substanciais que transforma um jogo de Zelda num de Conker. O jogo inclui novos mundos que fazem referências a alguns filmes e jogos. Além disso, o jogo traz recursos surpreendentes, utilizando ASM (linguagem de programação original do SNES) , como um novo menu, HUD, novos itens, além de efeitos HDMA. O jogo conta tem duas versões, uma que faz uso do chip MSU-1, possibilitando a execução de músicas com qualidade de CD, bem como uma versão com as músicas com a qualidade comum do SNES. Confira o Trailer do jogo: Fonte + Link útil: http://snes-forever.blogspot.com.br/2017/03/conkers-high-rule-tail.html
  14. Super Turrican - MSU-1 Mais um jogo é agraciado com a implementação das funcionalidades do MSU-1. O patch foi desenvolvido por Slamy's, que conseguiu permissão de Chris Hülsbeck, compositor da trilha Turrican Soundtrack Anthology. Turrican Soundtrack Anthology é fruto de um projeto que concebeu versões atualizadas de quase todas as músicas da série Turrican. A criação do álbuns foi graças ao financiamento feito pelos fãs através do Kickstarter. Portanto, essa versão de Super Turrican conta com músicas de qualidade profissional. Confira o resultado: Fonte+link útil: http://snes-forever.blogspot.com.br/2016/10/super-turrican-msu-1.html
  15. Ano: 2000/2016 Gênero: Luta Dumped/Fix: CLE/Thiago Barrios/TI_ Depois da saga para conseguir um dump de Mortal Kombat 2 e Meio (MK 2.5), eis que finalmente chegou a vez de Mortal Kombat Mythologies Gold 2000 (MKMG), assim como o MK 2.5, o MKMG é um cartucho de um hack raríssimo, e quem possuía um deles não abria mão de realizar o dump (extrair a rom) do jogo. Mas graça ao esforço de uma equipe de pessoas, a rom do jogo foi enfim disponibilizada. Existe uma versão para Mega Drive com o nome de Mortal Kombat 5: Mortal Combat Sub Zero. Ao iniciar o jogo, na tela de apresentação, aparece Liu Kang perdendo a cabeça com um gancho desferido por Sub-Zero, a partir daí se inicia o jogo. A fase inicial conta com cenários que remetem ao MK: Mythologies de PS1, mas a semelhança para por aí, já que este hack é bem limitado, contando com poucos elementos no cenário, algo que é comum quando se trata de hacks. A jogabilidade é um pouco travada, com pulos pouco precisos, o que requer um pouco de perícia dos jogadores. Sub-Zero conta com golpes simples, com socos e chutes, nada de magia, ou seja, não espere soltar gelo contra os inimigos. Falando em inimigos, neste jogo, parece que o maior inimigo é Kano, já que você irá enfrentá-lo durante todas as fases (4 no total), ele aparecerá com diferentes roupas coloridas, mas sem nenhuma outra mudança. Outro desafio que o jogo traz é a necessidade de desviar de ácidos que caem do teto. Superados todos os obstáculos durante as fases, é hora de enfrentar a chefe final, a Sindel. O jogo não conta com um final, apenas surge um tela agradecendo por ter jogado, algo comum em muitos jogos do SNES que recompensavam o jogadores ao terminar os jogo com um simples parabéns ou obrigado. Por fim, vale a pena dar um conferida, mesmo que seja somente a título de curiosidade, pois, apesar das limitações técnicas, trata-se de um hack que era uma verdadeira lenda gamística, e que hoje temos a oportunidade de apreciar. Fonte mais links úteis: Clique Aqui!
  16. Gênero: Aventura Ano: 2016 Fabricante: Rare/Nintendo Hacked: Lucas Rangel Existem pouquíssimas romhacks da franquia Donkey Kong Country, tendo em vista a pequena quantidade de ferramentas disponíveis e a a limitação destas. Além disso, uso dos editores são bem complexos. Apesar da dificuldade, um romhacker brasileiro, Lucas Rangel, realizou um trabalho primoroso na criação deste hack. O jogo está inteiramente reformulado, todas as fases foram modificadas, os gráficos contam com significativas melhorias, com novas cores, sombras, resultando em belos ambientes que não devem em nada para o jogo original. A dificuldade do jogo está bem equilibrada, seguindo a mesma fórmula do original em que o nível de dificuldade vai elevando gradualmente. Em se tratando de romhack, este é um importante aspecto, pois existem muitos hacks em que a dificuldade não é balanceada, sendo praticamente impossível progredir no jogo. A jogabilidade não sofreu nenhuma alteração, o que é excelente, eis que a jogabilidade do jogo original é perfeita. A trilha sonora é a mesma do jogo original, entretanto, a ordem delas foi alterada, mudando de acordo com a fase, combinado com a nova ambientação de cada fase. Para os fãs, essa é a oportunidade de matar a saudade e testar as suas habilidades nos novos estágios. Sem sombra de dúvidas, esta é a melhor romhack de Donkey Kong Country 2. Confira as imagens das novas fases do jogo: Fonte + Link útil: http://snes-forever.blogspot.com.br/2016/03/donkey-kong-country-2-lost-levels.html
  17. Depois do lançamento da versão de Top Gear 2 MSU-1, chegou a vez do clássico da trilogia, Top Gear 1, muito cultuado entre os fãs da franquia, sendo, talvez, o melhor dos três. A criação desta versão é de autoria do romhacker Kurrono Kei. Tudo isso foi possível graças ao desenvolvimento do chip especial MSU-1 - feito por Byuu -, que possibilita inserir vídeos e áudios em qualidade de CD nos jogos de SNES. Até hoje os fãs da era 16 bits que jogaram Super Nintendo, lembram das músicas de Top Gear, que competem frente a frente com músicas de artistas como Koji Kondo (The legend of Zelda) e Nobuo Uematsu (Final fantasy). Muitos consideram a trilha sonora de Top Gear 1 como uma das melhores já feitas, senão a melhor. A incrível trilha sonora, até hoje é aplaudida com toda força por vários fãs, e existem vários covers em: guitarra, teclado, bateria, remixes etc circulando pela internet. E justamente com essa variedade de versões criadas pelos fãs que essa versão é baseada, ou seja, seleciona-se as melhores versões e as implementam no jogo. Criei duas versões com trilhas diferentes da realizada pelo romhacker Kurrono Kei, uma com versões remixadas da trilha original e outra com a trilha do game Chase Horizon, sucessor "espiritual" de Top Gear. Assim, há três versões, uma feita pelo autor do hack e outras duas feitas pelo snes-forever. Vesão criada por Kurrono Kei Versão alternativa por snes-forever Versão Chase Horizon por snes-forever Você pode jogar no diretamente no Super Nintendo, desde que possua o flashcard SD2SNES, ou no PC, utilizando o emulador BSNES. Fonte e links úteis: http://snes-forever.blogspot.com.br/2016/01/top-gear-msu-1.html
  18. Não importa quantos anos tenha o hardware do Super Nintendo, certo é que este é capaz de produzir algumas das melodias mais deslumbrantes dos jogos. Dos muitos títulos utilizando este poderoso conjunto de áudio, a trilha sonora de Chrono Trigger é muitas vezes considerada como uma das melhores composições de 16 bits já produzidas. Em uma tentativa de expandir a qualidade das música do jogo, romhackers, utilizando-se do chip MSU-1, criaram uma modificação que que permite a reprodução de músicas com qualidade de CD. Enquanto você poderia argumentar se realmente haveria a necessidade de alterar as músicas clássicas do jogo, saiba que o chip MSU-1 simplesmente nos dá uma nova experiência de imersão. A equipe por trás desta criação decidiu fazer jus às músicas originais, substituindo a trilha sonora do jogo com os novos arranjos criados por Blake Robinson’s, advindos do seu excelentíssimo trabalho, Chrono Trigger Symphony. O trabalho de Blake é reconhecido internacionalmente por criar versões orquestradas de grandes clássicos. Fonte+links úteis: http://snes-forever.blogspot.com.br/2015/12/chrono-trigger-msu-1_8.html
×
×
  • Create New...