Jump to content

Qual seu último jogo retro zerado?


Recommended Posts

Em 12/16/2015 at 5:25 PM, burn disse:

estou terminando campeonatos desse jogo obscuro do prei 1, logo fecharei completamente:

 

é um clone de sega rally muito bem feito, existe tambem um jogo anterior a este, o rally de africa (o nome eh esse mesmo) com graficos mais simples mas quase tao competente quanto.

Os caras tiveram acesso aos fontes do sega rally, não é possível! Até co movimento da suspensão é igual, lol

Link to post
Share on other sites
  • Replies 2.2k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Mal da geração mesmo. Muita opção a mão dá nisso. Se fosse na nossa época, com dois joguinhos em casa, sendo um deles ruim e o outro mais ou menos, sonhando com a chegada do Natal ou niver pra ver se

Finalmente! Zerei o Castlevania 3, versão japonesa (Akumajou Densetsu). Jogaço! Para mim o melhor jogo do Famicom. O jogo é desafiador, mas nada nele é injusto, é só um jogo difícil para caralho. A mú

Garou Mark of the wolves emulado perfeitamente no PSP    Eu não canso de pensar como esse jogo  é deslumbrante! A introdução com uma arte foda, história  ambição, passado e present

Posted Images

O jogo é bem bom mas o controle do carro tem duas falhas nesse jogo e no rally de africa :

A primeira é que quando vc está no drift por alguns segundos,  a potência subitamente sobe e o drift fica mais difícil de manter no ângulo, faz com que o carro gire ou vá pra parede,  vc tem que tirar o dedo do acelerador as vezes pra ficar mais controlável ou consertar com o freio de leve 

A segunda é que se vc está digamos em drift para um lado e a curva muda para o outro lado e vc quer acompanhar sem perder o drift,  só fazendo pêndulo com o carro, ele não transiciona fluídamente . Quando o carro passa pelo meio dessa troca de lado, ele meio que trava um micro segundo nessa posição central,  o que as vezes significa ir pro muro, reto

Se você quiser terminar esse jogo vc tem que aprender a tolerar e consertar com o acelerador essas duas falhas, o Sega rally não tem essas falhas também. 

Fora isso o jogo eh surpreendente,  principalmente o rally de Europe, um dos melhores de corrida do ps1 mesmo sendo um semi clone.

 

 

Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Vicious disse:

Terminei Castlevania 1 de NES e Metroid Prime 2 de GC. :)

IMG_20151219_WA0010.jpg

IMG_20151220_WA0020.jpg


Sem dúvida o Prime 2 é o mais fraco da série.

eu nem consegui terminar de jogar o MP 2.

Para mim, o 1 é MUITO foda

Link to post
Share on other sites
Em 16/12/2015 at 5:25 PM, burn disse:

estou terminando campeonatos desse jogo obscuro do prei 1, logo fecharei completamente:

 

é um clone de sega rally muito bem feito, existe tambem um jogo anterior a este, o rally de africa (o nome eh esse mesmo) com graficos mais simples mas quase tao competente quanto.

 Como fã do Sega Rally do Saturn, serei obrigado a testar esse game, que é no minimo interessante.....

Link to post
Share on other sites

Confirmando a portabilidade do OUYA nesse feriado levei o bichinho pra casa de um amigo e terminamos Final Fight.

O melhor de levar jogos retro para casa de quem não acompanha à muito tempo é ver a surpresa da pessoa:

Amigo: "Cara, que tanto de jogo antigo!!! Tem aquele jogo de luta que tinha no fliperama do clube?"

Eu: "Final Fight???"

Amigo: "Não sei o nome, mas tinha um grandão e dois magrelos pra escolher" :lol:

Coloco a ROM e o cara morre de tanta nostalgia.

E o melhor, pira quando eu falo que tem fichas infinitas e ele vai poder ver o final pela primeira vez. :)

  • Upvote 2
Link to post
Share on other sites

DOUBLE DRAGON (Nes e Master System)

 

Versão Nes: 

Graficos: ótimos para o console em questão;  Som: em afinidade com os gráficos, possui musicas criadas especificamente para essa versão, muito bem compostas e arranjadas;  Gameplay:  oferece grande gama de golpes, e ao contrário da versão original, onde praticamente só um golpe (cotovelasso) era realmente eficiente, aqui eles funcionam bem no geral, e há novos golpes com diferentes utilidades. Esses golpes,porém, são adquiridos através de evolução, o que não deixa de agregar em fator replay ao game. O que compromete um pouco a experiencia, é uma "brecha" no gameplay, já que os inimigos morrem após tombarem um certo numero de vezes, e caso se interrompa uma sequencia de golpes antes de derruba-los, pode-se assim ficar acumulando pontos e evoluir mais rapidamente. Outro contra, é a notável ausencia de multiplayer.

 

Conclusão: os programadores dessa versão tomaram o caminho mais sensato, levando em conta que seria impossivel recriar algo parecido com o original no modesto hardware do Nes, e optaram por fazer um bom jogo a seu próprio modo, e dentro do gênero. Nota: 4,0 / 5

 

review-doubledragonnes-big-1.jpg

 

 

Versão Master

Gráficos: dentro das capacidades do console poderiam ser um pouco melhores, a escolha de cores não é sempre boa, mas ainda assim, os gráficos são provavelmente a melhor coisa dessa versão;   Som: o som dos golpes é meio esquisito, e todas as musicas parecem soar com o mesmo sonzinho agudo pelo jogo todo...;   Gameplay: o ponto onde o jogo realmente despenca. Double Dragon de Master tem uma jogabilidade extremamente raza e imprecisa, a ponto de fazer uso não opcional de vidas infinitas para torna-lo minimamente "jogável". 

 

Conclusão: apesar de tecnicamente mais forte que seu concorrente da Nintendo, o Master também não tinha capacidade para recriar a experiencia do arcade. Independente disso, os programadores parecem ter tentado mesmo assim manter o jogo "fiel" em vários aspectos, contando até com multiplayer. Mas o problema dessa versão não são as diferenças em relação ao original, e sim a jogabilidade problematica e também a ausencia completa de fator replay. Nota: 1,5 / 5

 

Double_Dragon_SMS_ScreenShot2.jpg

Edited by dreamcups
  • Upvote 2
Link to post
Share on other sites
Em 28/12/2015 at 4:25 PM, Mega. disse:

Confirmando a portabilidade do OUYA nesse feriado levei o bichinho pra casa de um amigo e terminamos Final Fight.

O melhor de levar jogos retro para casa de quem não acompanha à muito tempo é ver a surpresa da pessoa:

Amigo: "Cara, que tanto de jogo antigo!!! Tem aquele jogo de luta que tinha no fliperama do clube?"

Eu: "Final Fight???"

Amigo: "Não sei o nome, mas tinha um grandão e dois magrelos pra escolher" :lol:

Coloco a ROM e o cara morre de tanta nostalgia.

E o melhor, pira quando eu falo que tem fichas infinitas e ele vai poder ver o final pela primeira vez. :)

Hehehe e verdade! 

Dia desses aconteceu algo parecido aqui.. 

Meu irmão toda hora ficava perguntando..  "tem aquele jogo do cara com a mão gigante?" (World Heroes) 

"Aquele de basquete estilo NBA Jam "(street hoops) 

Por aí vai... 

E o meu ouya fica alternando entre a sala e o quarto...  Já fica o cabo hdmi esperando ele...  Levo só ele e a fonte.. :)   

 

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Erminio disse:

Terminei Gaiares do Mega Drive, de cabo a rabo sem perder vida. Acho que é um dos meus feitos gamísticos que mais me orgulho, o jogo é muito difícil.

Fico intrigado em saber se nos dias de hoje a mulekada tem feitos neste nível... Meu sobrinho troca de jogo no emulador a cada vez que morre na partida...

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites

Zerei Pit Fighter de Mega com o Ty em 30 minutos no emulador de celular, no caminho de Trabalho/Casa! Melhor jogo de BRIGA de RUA! Isso mesmo briga, e não luta!  Clube da luta teria que ser feito em cima dele! rsrs.  No mega achava mais difícil. No celular fiquei alternando entre Soco e Chute, sem dar especial

Engraçado como emulador de mega de celular e consoles não emula o som correto do Pit Fighter, Fica Acelerado e mais agudo. Rola isso também com Sonic 2 do Master.

Zerei também a versão de Master no emu do wii.

 

Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Pek disse:

realmente, PARABENS , pois é algo FODA!

Valeu Pek.

14 horas atrás, Megaman disse:

Fico intrigado em saber se nos dias de hoje a mulekada tem feitos neste nível... Meu sobrinho troca de jogo no emulador a cada vez que morre na partida...

É o tal problema da superficialidade que se fala hoje em dia. Eu tenho um sobrinho que simplesmente não quer jogar nada que não faça dele um vencedor instantâneo. Perdeu, parou.

Link to post
Share on other sites

Mal da geração mesmo. Muita opção a mão dá nisso. Se fosse na nossa época, com dois joguinhos em casa, sendo um deles ruim e o outro mais ou menos, sonhando com a chegada do Natal ou niver pra ver se ganhava aquele jogo daora, sem TV a cabo e Netflix, sem tablets ou smarphones...com certeza, a atitude seria diferente.

Meu moleque também já deu uma melhorada, mas tem hora que ele fica tão puto que aí EU MESMO acho melhor ele parar e ir fazer outra coisa. XD

  • Upvote 5
Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Erminio disse:

Terminei Gaiares do Mega Drive, de cabo a rabo sem perder vida. Acho que é um dos meus feitos gamísticos que mais me orgulho, o jogo é muito difícil.

Aí já é nível pacto com o Capeta :sarro:

Parabéns, isso sim eu respeito e muito, belíssimo feito.

Legal é que esse tipo de feito é tido como mentira por muitos e é nisso que você vê que o que você fez foi foda.

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Agentman disse:

Mal da geração mesmo. Muita opção a mão dá nisso. Se fosse na nossa época, com dois joguinhos em casa, sendo um deles ruim e o outro mais ou menos, sonhando com a chegada do Natal ou niver pra ver se ganhava aquele jogo daora, sem TV a cabo e Netflix, sem tablets ou smarphones...com certeza, a atitude seria diferente.

Meu moleque também já deu uma melhorada, mas tem hora que ele fica tão puto que aí EU MESMO acho melhor ele parar e ir fazer outra coisa. XD

Acredito que isso seja da Geração Y, A impaciência e a pegada de algo até o fim! Como disse, Na nossa época quando éramos crianças, não tinha opção vasta assim de entretenimento digital. Era uma fita ou outra, alugada, ganhada, emprestada/trocava ou comprava juntando grana uma pirata no camelô! 
Quem tinha opção de ter muita coisa era quem era adulto porque trabalhava ou jovem que tinha trabalho ou de família rica. A quantidade de opção que surge para as crianças de hoje, as faz não se apegar a algo que dá dificuldade, partindo para outra. 

Engraçado que isto de muita quantidade  se encaixa não somente em games, isto se encaixa em armazenamento também! Um HD quanto maior melhor  e você vai achar coisa para entupir e querer outro. Diferente da dificuldade de ter um e saber o que colocar. Isto se encaixa a música também. Na época de fita/cd , vc selecionava o melhor pra gravar, ouvia as bandas por inteiro pra saber o que quer. Hoje vc baixa o mp3 da banda, nen escuta o cd todo e fica com zilhoes de músicas.

 

Edited by Hill top zone
Link to post
Share on other sites
  • Mega. pinned this topic

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...