Jump to content
Sign in to follow this  
Dav

Ciberataques em larga escala

Recommended Posts

Ciberataques em larga escala atingem empresas no mundo e afetam Brasil

Ataques ocorreram em ao menos 74 países, com 'vírus de resgate' que exige dinheiro, diz empresa de segurança. No Brasil, sites de empresas e órgãos públicos saíram do ar. Hospitais na Inglaterra foram atingidos no início do ataque.

Por G1

12/05/2017 11h45 Atualizado há menos de 1 minuto

(Foto: Arte G1)

 

(Foto: Arte G1)

 

Empresas de ao menos 74 países, incluindo o Brasil, foram alvos de um ciberataque em "larga escala" nesta sexta-feira (12). Os ataques causaram a interrupção do atendimento do INSS no Brasil e atingiram hospitais públicos na Inglaterra. A extensão do ataque leva especialistas em segurança a acreditar que se trate de uma ação coordenada, mas não se sabe ainda a autoria.

Veja abaixo os principais pontos do caso e em seguida as informações completas:

 

  • O ataque atingiu empresas ao redor do mundo na manhã desta sexta. Estimativa divulgada à tarde pelo grupo russo de segurança Kaspersky Lab fala em 74 países. A empresa Avast diz que foram 99 países atingidos.
  • Representantes de hospitais afetados na Inglaterra relataram que cancelaram atendimentos e redirecionaram ambulâncias para outras unidades
  • No Brasil, ataques atingiram empresas e órgãos públicos. O atendimento do INSS está suspenso.
  • Ataques usam vírus de resgate ("ransomware"), que inutilizam o sistema ou seus dados, até que seja paga uma quantia em dinheiro. Segundo a Kaspersky, o vírus se espalha por meio de uma brecha no Windows.
  • “The New York Times" diz que ação pode ter usado ferramenta roubada da NSA, a agência de segurança nacional dos EUA.
 

Vírus de resgate

TELEMMGLPICT000128460613-large_trans_NvB

Os ataques usam vírus de resgate (ou "ransomware"), que inutilizam o sistema ou seus dados, até que seja paga uma quantia em dinheiro - entre US$ 300 e US$ 600 em Bitcoins, diz a Kaspersky. Ou seja, eles "sequestram" os dados e pedem uma recompensa.

A empresa detectou 45 mil ataques, em relatório divulgado na tarde desta sexta-feira. A maior parte foi registrada na Rússia.

No Brasil, os ciberataques levaram várias empresas e órgãos públicos a tiraram sites do ar e desligarem seus computadores:

  • Petrobras
  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em todo o Brasil
  • Tribunais da Justiça de São Paulo, Sergipe, Roraima, Amapá, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Norte
  • Ministério Público de São Paulo
  • Itamaraty

Mais em

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/hospitais-publicos-na-inglaterra-sao-alvo-cyber-ataques-em-larga-escala.ghtml

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

Acho que o Slideshare foi sequestrado... saiu do ar ontem "do nada" e não voltou até agora...

 

Dropbox, OneDrive, GoogleDrive e similares são alvos em potencial.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se aparece essa mensagem os arquivos de nuvem estarão comprometidos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Mega. disse:

Se aparece essa mensagem os arquivos de nuvem estarão comprometidos?

Não, só locais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Snayperskaya disse:

Não, só locais.

Então se acontecer aqui é só mandar um >format c: tudo que tenho de importante está na nuvem...

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Mega. disse:

Então se acontecer aqui é só mandar um >format c: tudo que tenho de importante está na nuvem...

que perigo

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Mega. disse:

Então se acontecer aqui é só mandar um >format c: tudo que tenho de importante está na nuvem...

Olá,

Se o ransomware comprometer os SERVIDORES de uma empresa das nuvens, aí o bicho vai pegar.

 

maxresdefault.jpg

Edited by rcaropreso

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, BarMac disse:

que perigo

E o que tenho de importante também consigo passar sem de boas! :lol: 

As pessoas estão cada vez mais apegadas ao conhecimento estocado em informática, a gente vê aí pessoas se formando só copiando e colando trabalhos na internet.

A melhor forma de guardar uma informação importante de forma relativamente segura ainda é seu cérebro, até porque se ele estragar você não pode fazer muita coisa mesmo.

Mas com o acesso fácil à tanta informação a população está cada vez mais preguiçosa pra memorizar as coisas e isso realmente seria um problema se por acaso desligassem a internet um dia...

Última consulta médica que fui ficamos eu, o médico recém formado e um notebook no meio intermediando tudo!

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Mega. disse:

E o que tenho de importante também consigo passar sem de boas! :lol: 

As pessoas estão cada vez mais apegadas ao conhecimento estocado em informática, a gente vê aí pessoas se formando só copiando e colando trabalhos na internet.

A melhor forma de guardar uma informação importante de forma relativamente segura ainda é seu cérebro, até porque se ele estragar você não pode fazer muita coisa mesmo.

Mas com o acesso fácil à tanta informação a população está cada vez mais preguiçosa pra memorizar as coisas e isso realmente seria um problema se por acaso desligassem a internet um dia...

Última consulta médica que fui ficamos eu, o médico recém formado e um notebook no meio intermediando tudo!

e fotos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
34 minutos atrás, BarMac disse:

e fotos?

Se acontecer algo não tenho nenhuma comprometedora, ficam pra lembrança também. Hoje em dia as pessoas tem muito apego nessas coisas, preferem registrar do que viver o momento.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

2 horas atrás, Mega. disse:

Hoje em dia as pessoas tem muito apego nessas coisas, preferem registrar do que viver o momento.

 

 

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

por falar em nuvem, estou hah um tempo assinando o google drive e penso em migrar para o mega.. vcs recomendam?

abs

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Mega. disse:

Se acontecer algo não tenho nenhuma comprometedora, ficam pra lembrança também. Hoje em dia as pessoas tem muito apego nessas coisas, preferem registrar do que viver o momento.

Eu falo em fotos, tipo, 1º ano do filho, uma viagem, não foto do dia-a-dia

as únicas fotos que me comprometem, são as que saem a minha cara...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, BarMac disse:

Eu falo em fotos, tipo, 1º ano do filho, uma viagem, não foto do dia-a-dia

as únicas fotos que me comprometem, são as que saem a minha cara...

Sobram as do facebook :lol: Não tenho mesmo apego com fotos, poucas vezes me pego olhando fotos antigas.

Na boa, eu falo que não me importo, mas tem algumas coisas sim que se eu perder afetariam minha vida, por exemplo, sou professor e tenho na nuvem todas as aulas montadas de várias disciplinas, é só chegar cada semestre atualizar o assunto e dar a aula.

Coisas realmente difíceis de se fazer como minha dissertação de mestrado que está em andamento eu tenho backup em duas nuvens e dois HDs.

Mas acho que não pagaria um resgate absurdo pra ter tudo de volta. Foi gerado com meu conhecimento então geraria de novo conforme a necessidade, aos poucos.

PS: Tenho colegas professores que já perderam muita coisa pois tiveram o notebook roubado... Cara em pleno 2017 um professor universitário não conhecer armazenamento em nuvem e guardar a vida num notebook eu acho surreal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Transferindo os dados do celular para a nuvem da maneira errada...

giphy.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 2017-5-12 at 10:56 PM, rcaropreso disse:

Olá,

Acho que o Slideshare foi sequestrado... saiu do ar ontem "do nada" e não voltou até agora...

 

Dropbox, OneDrive, GoogleDrive e similares são alvos em potencial.

Duvido que Google Drive esteja sobre o Windows. Esses hackers terão que se esforçar mais neste caso!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 17/05/2017 at 8:56 AM, Mega. disse:

Sobram as do facebook :lol: Não tenho mesmo apego com fotos, poucas vezes me pego olhando fotos antigas.

Na boa, eu falo que não me importo, mas tem algumas coisas sim que se eu perder afetariam minha vida, por exemplo, sou professor e tenho na nuvem todas as aulas montadas de várias disciplinas, é só chegar cada semestre atualizar o assunto e dar a aula.

Coisas realmente difíceis de se fazer como minha dissertação de mestrado que está em andamento eu tenho backup em duas nuvens e dois HDs.

Mas acho que não pagaria um resgate absurdo pra ter tudo de volta. Foi gerado com meu conhecimento então geraria de novo conforme a necessidade, aos poucos.

PS: Tenho colegas professores que já perderam muita coisa pois tiveram o notebook roubado... Cara em pleno 2017 um professor universitário não conhecer armazenamento em nuvem e guardar a vida num notebook eu acho surreal.

sabia que nesse discurso, tinha algo escondido! hahahaha

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

Sign in to follow this  

×