Jump to content

[GERAL] Jogos zerados


Snayperskaya
 Share

Recommended Posts

Com o anúncio recente do novo Resident Evil, resolvi terminar o (que eu deixado passar totalmente sem ter jogado), já que o novo parece que vai ser seguir o mesmo estilo dele. Confesso que anteriormente não tinha me animado muito em jogá-lo, porque achei que a Capcom pudesse [mais uma vez] ter desfocado muito o estilo da série, como fizeram do 4 ao 6. Me enganei totalmente! Que jogo é esse! O fato de ser em primeira pessoa não faz o jogo deixar de ser um verdadeiro Resident Evil, só que mais aprimorado ainda, já que você fica tenso o tempo inteiro. É um RE com uma dose muito maior de survival horror, "gore" e sustos. Que obra prima, meus amigos! Sem dúvida está na lista dos melhores jogos da geração PS4/One. 

714McaHKmGL._AC_SL1000_.jpg

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 30/03/2021 at 10:04, setzer disse:

Com o anúncio recente do novo Resident Evil, resolvi terminar o (que eu deixado passar totalmente sem ter jogado), já que o novo parece que vai ser seguir o mesmo estilo dele. Confesso que anteriormente não tinha me animado muito em jogá-lo, porque achei que a Capcom pudesse [mais uma vez] ter desfocado muito o estilo da série, como fizeram do 4 ao 6. Me enganei totalmente! Que jogo é esse! O fato de ser em primeira pessoa não faz o jogo deixar de ser um verdadeiro Resident Evil, só que mais aprimorado ainda, já que você fica tenso o tempo inteiro. É um RE com uma dose muito maior de survival horror, "gore" e sustos. Que obra prima, meus amigos! Sem dúvida está na lista dos melhores jogos da geração PS4/One. 

714McaHKmGL._AC_SL1000_.jpg

 

 

Esse jogo, até você sair do casarão, é uma obra prima. É um throwback total ao primeiro RE, a mansão é uma versão massacre da serra elétrica do primeiro RE... e aí as caves, o Chris jogando um rocket launcher no final pra matar um chefão... são vários throwbacks

Funcionou incrivelmente bem em primeira pessoa. Eu morri de medo, mistura alguns elementos de jogos tipo Amnesia e etc com a fórmula clássica do RE. E acho que o cancelado Silent Hills teve impacto.

Disse que só a parte da mansão é uma obra prima porque o jogo fica bem linear e mais de ação depois. Mas a narrativa continua boa, divertida e o plot twist é incrível. A parte do barco é até não-linear, mas vazio, mas parece que só a mansão foi caprichada cheia de detalhes. Mas é uma boa parte.

A CAPCOM repetiu o "problema" no RE2make... a delegacia é incrivelmente igual aos clássicos, e cheia de detalhes, depois fica meio linear e pouco detalhado. E o RE3make, a parte da cidade é uma obra prima e dura tipo 50 minutos antes de virar um RE4.

Parece que investem pesado na primeira parte do jogo e o resto fica mais ação+linear+budget, mas amei os três títulos mesmo assim

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, weezer disse:

 

Esse jogo, até você sair do casarão, é uma obra prima. É um throwback total ao primeiro RE, a mansão é uma versão massacre da serra elétrica do primeiro RE... e aí as caves, o Chris jogando um rocket launcher no final pra matar um chefão... são vários throwbacks

Funcionou incrivelmente bem em primeira pessoa. Eu morri de medo, mistura alguns elementos de jogos tipo Amnesia e etc com a fórmula clássica do RE. E acho que o cancelado Silent Hills teve impacto.

Disse que só a parte da mansão é uma obra prima porque o jogo fica bem linear e mais de ação depois. Mas a narrativa continua boa, divertida e o plot twist é incrível. A parte do barco é até não-linear, mas vazio, mas parece que só a mansão foi caprichada cheia de detalhes. Mas é uma boa parte.

A CAPCOM repetiu o "problema" no RE2make... a delegacia é incrivelmente igual aos clássicos, e cheia de detalhes, depois fica meio linear e pouco detalhado. E o RE3make, a parte da cidade é uma obra prima e dura tipo 50 minutos antes de virar um RE4.

Parece que investem pesado na primeira parte do jogo e o resto fica mais ação+linear+budget, mas amei os três títulos mesmo assim

 

Mas isso é um problema de todos RE, desde o primeiro, do PS1 mesmo: a primeira metade é sempre muito melhor e mais bem elaborada que a metade final.

E sim, eu também acho que pegaram o feeling daquele Silent Hill cancelado e colocaram nesse RE, mesmo porque ele usa muito mais aquele terror psicológico dos Silent Hill do que do próprio Resident Evil. 

Enfim, só por esses três RE dessa geração: o 7, e o 2 e 3 Remake, já acho que valeu a geração. RE sempre foi uma das minhas franquias favoritas e eu tinha ficado muito desanimado com a série nas gerações passadas, a partir do 4. Fico feliz terem salvado o jogo de virar puramente um FPS.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

53 minutos atrás, setzer disse:

 

Mas isso é um problema de todos RE, desde o primeiro, do PS1 mesmo: a primeira metade é sempre muito melhor e mais bem elaborada que a metade final.

E sim, eu também acho que pegaram o feeling daquele Silent Hill cancelado e colocaram nesse RE, mesmo porque ele usa muito mais aquele terror psicológico dos Silent Hill do que do próprio Resident Evil. 

Enfim, só por esses três RE dessa geração: o 7, e o 2 e 3 Remake, já acho que valeu a geração. RE sempre foi uma das minhas franquias favoritas e eu tinha ficado muito desanimado com a série nas gerações passadas, a partir do 4. Fico feliz terem salvado o jogo de virar puramente um FPS.

 

Bem verdade que todos os REs clássicos no Ato 3 ficavam meio simplificados! Menos o Code Veronica! Que depois de jogo pra caralho te joga naquela primorosa base na Antártica. Meu RE favorito, joguei no dreamcast em 2000, zerei mil vezes. Pena que não refarão...

E sim, os fãs passaram uma década reclamando do fim da era clássica de RE, e eles entregaram 3 jogos que seguem mais do que suficientemente o modelo antigo, atualizando de forma pouco comprometedora. Fiquei muito contemplado como fã com esses três - o RE3 podia ser um DLC porque é muito curto, mas aquela 1h da cidade é demais, fosse um jogo inteiro andando pelas ruas de Raccon City fazendo backtracking, resolvendo puzzles, minha nossa como seria bom

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

51UTQTqkPaL._AC_SY1000_.jpg

Terminei persona com pouco mais de 70h no melhor final. A história é um suspense que inicialmente parece clichê mas vai ficando interessante e para descobrir o assassino e terminar completo é necessário entender os milhares de diálogos e eventos.

Não achei tão bom assim como dizem, daria uma nota 7/10. Tem vários momentos inúteis como as "investigações" além das missões paralelas que nem compensa fazer, os links sociais também poderiam ser melhor aproveitados, mas no final de tudo achei um bom desafio e divertido principalmente pelo estilo diferente dos outros rpgs em questão de música, animações e estratégias.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Omega Rugal disse:

51UTQTqkPaL._AC_SY1000_.jpg

Terminei persona com pouco mais de 70h no melhor final. A história é um suspense que inicialmente parece clichê mas vai ficando interessante e para descobrir o assassino e terminar completo é necessário entender os milhares de diálogos e eventos.

Não achei tão bom assim como dizem, daria uma nota 7/10. Tem vários momentos inúteis como as "investigações" além das missões paralelas que nem compensa fazer, os links sociais também poderiam ser melhor aproveitados, mas no final de tudo achei um bom desafio e divertido principalmente pelo estilo diferente dos outros rpgs em questão de música, animações e estratégias.

 

Como eu queria entender aquele lance de fusão (que achei chato pra car***). Isso me fez fugir desse jogo depois de um tempo.

Link to comment
Share on other sites

Terminei ontem a Saga de Kazuma Kyriu ( será que terminou? :P )

5b2c-yakuza_6:_the_song_of_life.jpeg

Yakuza 6 - O jogo é bom, é na mesma engine que depois fizeram o remake Kywami 2, mas eu esperava mais, mais horas, mais história, mais conteúdo :D . Ontem fiz algumas missões extras, ternando de upar tudo, mas comparado ao resto da saga, ele é bem curto. Pra ter uma idéia, eu indo com o freio de mão um pouco puxado levei 17h pra historia principal, no Yakuza 5 eu rushando até o inferno levei quase 30h. Depois de jogar o 4 com 4 protagonistas e o 5 com 5 protagonistas, o 6 ficou meio faltando um segundo carinha pra jogar, dava pra encaixar uns capítulos com o Akiyama bem de boas já que ele ta na estória principal do jogo.

Agora, como jogo mesmo, acho que vou voltar pro Zero e fazer os extras daquele lá.

Mas minhas contas, foram 130~140 horas pra zerar a saga completa, mas nem cheguei a 20% de fazer as coisas...

Edited by PekSGN
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 04/04/2021 at 18:39, setzer disse:

 

Como eu queria entender aquele lance de fusão (que achei chato pra car***). Isso me fez fugir desse jogo depois de um tempo.

Isso achei desnecessário, claro que você passa mais tranquilo nas dungeons pois permite que você crie personas com level mais alto que o seu, mas na prática a diferença é pouca pelo trabalho que dá (existe até calculadora de fusão) é possível ignorar e só pegar novos persona nas dungeons e aumentar o level.

Mesmo assim acho que pra quem gosta do estilo vale a chance, tanto que vou procurar o 5.

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

"Terminei" hoje Hitman III, porém nem gosto de dizer que terminei quando simplesmente vou até o fim do jogo, sem fazer tudo - que é o que fez com esse Hitman III. Porém minha [falta de] paciência não permite eu esmiuçar um jogo desse tipo. Apesar de achar bem bacana pensar que existem mil maneiras de fazer os objetivos de cada fase, algo não me encantou nele. Hitman III é o extremo oposto de um jogo não linear (e eu detesto jogos lineares), mas acho que não lidei bem com toda essa liberdade que o jogo oferece.

 

61qu5Iyg3RL._AC_SX385_.jpg

 

Link to comment
Share on other sites

Em 10/04/2021 at 15:59, setzer disse:

"Terminei" hoje Hitman III, porém nem gosto de dizer que terminei quando simplesmente vou até o fim do jogo, sem fazer tudo - que é o que fez com esse Hitman III. Porém minha [falta de] paciência não permite eu esmiuçar um jogo desse tipo. Apesar de achar bem bacana pensar que existem mil maneiras de fazer os objetivos de cada fase, algo não me encantou nele. Hitman III é o extremo oposto de um jogo não linear (e eu detesto jogos lineares), mas acho que não lidei bem com toda essa liberdade que o jogo oferece.

 

Cara, já tem um tempo que eu to me irritando com esse lance de "mundo extremamente aberto faz o que quiser e te fode aí" , eu já pendo pro lado linear mesmo, gosto quando o jogo te coloca numa linha bem definida na história mas te deixa livre pra fazer o resto a maneira que quiser, estilo Yakuza, os 3 Tomb Raiders mais novos, estilão, vai lá, linearzão, ta se fodendo pra passar, da uma parda faz umas sides, upa ou grinda o necessário e volta pra linha da história, depois, se quiser, manda ver nas sides, eu depois que terminei o Yakuza 6 to fiz uma caralhada se sides, to chegando no meu ponto já onde digo "chega, próximo..." :P 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Mas Hitman sempre foi assim. É uma série que entrega uma experiência diferente. O jogo não é "aberto" em si: as missões tem objetivos claros e se passam em locais pré-determinados. O que sempre possibilitaram foi você planejar e executar a missão de diversas formas. Algumas dessas são mais complexas e trabalhosas e te dão mais pontos que outras (como não deixar corpos à vista, etc), mas não há forma errada de jogar. O que muda é a imaginação e decisão do curso de ações de cada jogador.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, PekSGN disse:

Cara, já tem um tempo que eu to me irritando com esse lance de "mundo extremamente aberto faz o que quiser e te fode aí" , eu já pendo pro lado linear mesmo, gosto quando o jogo te coloca numa linha bem definida na história mas te deixa livre pra fazer o resto a maneira que quiser, estilo Yakuza, os 3 Tomb Raiders mais novos, estilão, vai lá, linearzão, ta se fodendo pra passar, da uma parda faz umas sides, upa ou grinda o necessário e volta pra linha da história, depois, se quiser, manda ver nas sides, eu depois que terminei o Yakuza 6 to fiz uma caralhada se sides, to chegando no meu ponto já onde digo "chega, próximo..." :P 

 

Exatamente, Pek! Esses exemplos de jogos que você citou são os que eu acho ideal também: neles existe um caminho que já é definido (e fica claro para o jogador qual é esse caminho) para seguir com o jogo e evoluir na história. No meio disso existem side missions, coletáveis, etc, que não são lineares, mas que o jogador pode se embrenhar em fazê-los caso queira. Pra mim isso também é o ideal!

Algo com extrema liberdade, onde acabam deixando o jogador perdido no meio de tudo, eu também não curto.

Agora, Snayperskaya disse:

Mas Hitman sempre foi assim. É uma série que entrega uma experiência diferente. O jogo não é "aberto" em si: as missões tem objetivos claros e se passam em locais pré-determinados. O que sempre possibilitaram foi você planejar e executar a missão de diversas formas. Algumas dessas são mais complexas e trabalhosas e te dão mais pontos que outras (como não deixar corpos à vista, etc), mas não há forma errada de jogar. O que muda é a imaginação e decisão do curso de ações de cada jogador.

 

Sim, Hitman é um jogo de fases, não de mundo aberto, com missões determinadas. Mas a liberdade pra executar as missões da forma que você quiser é tão ampla, que ao invés de me instigar, me deixou sem vontade de jogar.

Deixando claro que não achei o jogo ruim de forma alguma! Só é um estilo de jogo que não serve pra mim.

Edited by setzer
Link to comment
Share on other sites

Shenmue 3 - PS4

Shenmue III Já Disponível para PlayStation 4 e PC – vgBR

Não li críticas e nem assisti a análises desse jogo, no máximo ouvi por cima que tinha ficado bem ruim, portanto, o que vou escrever é baseado puramente na minha experiência e vai ser bem parecido com o que já havia postado no tópico "o que vc está jogando".

É a continuação dos outros dois, inclusive mesma jogabilidade praticamente, mesmo clima, gráficos com melhorias apenas no que diz respeito à resolução e texturas porque o resto, a movimentação dos personagens, enfim, tudo igual aos dois primeiros, e isso tudo para mim foi bom, afinal, o que eu queria mesmo era aquela experiência de 20 anos atrás e é o que o jogo me entrega. Obviamente, se a 20 anos foi revolucionário e praticamente não mudou nada 20 anos depois, o jogo é muito ultrapassado em relação ao que temos hoje, por isso, não é um jogo para quem não tem uma relação bem forte e nostálgica com os dois primeiros.

Não sei descrever bem a sensação, mas jogar Shenmue 3 me fez sentir jogando video-game pra valer, como era no passado.

As músicas achei todas muito boas, daquelas de ficar cantarolando depois que para de jogar e passam uma sensação de calma e tranquilidade a maior parte do tempo.

Minha filha acompanhou bastante minha jogatina, ficava toda hora pedindo o controle para ir comprar brinquedos nas máquinas e sempre se refere a Shenmue 3 como um jogo muito "calminho né pai?".

A história dá uma boa caminhada mas ainda não acabou, o que achei meio ruim, depois de todo esse tempo esperando deveria ter acabado, e sinceramente, não gostei muito dos rumos que tomou, se surgir um Shenmue 4 algum dia jogarei mas mais pelos personagens do que pela história propriamente dita.

É um jogo para quem é fã, descobrir Shenmue hoje em dia e gostar acho praticamente impossível, mesmo se tratando de jogadores mais velhos.  Extremamente cadenciado, é um jogo calmo, com problemas pequenos e quase cotidianos, muito diferente do frenesi e magnitude dos jogos atuais.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

33 minutos atrás, Snayperskaya disse:

Tem um canal dum maluco que faz uns vídeos espetaculares de missões de Hitman:

 

 

 

O cara é muito viciado. Eu, na primeira pessoa que eu mato, já tem a fase inteira atrás de mim. :lol:

Link to comment
Share on other sites

54 minutos atrás, Snayperskaya disse:

Mas Hitman sempre foi assim. É uma série que entrega uma experiência diferente. O jogo não é "aberto" em si: as missões tem objetivos claros e se passam em locais pré-determinados. O que sempre possibilitaram foi você planejar e executar a missão de diversas formas. Algumas dessas são mais complexas e trabalhosas e te dão mais pontos que outras (como não deixar corpos à vista, etc), mas não há forma errada de jogar. O que muda é a imaginação e decisão do curso de ações de cada jogador.

Ainda não joguei Hitman 3, mas os outros dois eu gostava bastante justamente pela liberdade que ele dá. Decidir se vai  concluir a missão "nas escondidas" ou partir pra cima matando todo mundo é muito bom! É um jogo que faz tu raciocinar  e analisar cada missão para descobrir qual a melhor forma de conclui-lá. Sem dizer que se sua estratégia inicial falhar tu ainda podes mudá-la para tentar concluir a missão.

Hitman 3 já está no meu backlog.

56 minutos atrás, Erminio disse:

Shenmue 3 - PS4

Shenmue III Já Disponível para PlayStation 4 e PC – vgBR

Não li críticas e nem assisti a análises desse jogo, no máximo ouvi por cima que tinha ficado bem ruim, portanto, o que vou escrever é baseado puramente na minha experiência e vai ser bem parecido com o que já havia postado no tópico "o que vc está jogando".

É a continuação dos outros dois, inclusive mesma jogabilidade praticamente, mesmo clima, gráficos com melhorias apenas no que diz respeito à resolução e texturas porque o resto, a movimentação dos personagens, enfim, tudo igual aos dois primeiros, e isso tudo para mim foi bom, afinal, o que eu queria mesmo era aquela experiência de 20 anos atrás e é o que o jogo me entrega. Obviamente, se a 20 anos foi revolucionário e praticamente não mudou nada 20 anos depois, o jogo é muito ultrapassado em relação ao que temos hoje, por isso, não é um jogo para quem não tem uma relação bem forte e nostálgica com os dois primeiros.

Não sei descrever bem a sensação, mas jogar Shenmue 3 me fez sentir jogando video-game pra valer, como era no passado.

As músicas achei todas muito boas, daquelas de ficar cantarolando depois que para de jogar e passam uma sensação de calma e tranquilidade a maior parte do tempo.

Minha filha acompanhou bastante minha jogatina, ficava toda hora pedindo o controle para ir comprar brinquedos nas máquinas e sempre se refere a Shenmue 3 como um jogo muito "calminho né pai?".

A história dá uma boa caminhada mas ainda não acabou, o que achei meio ruim, depois de todo esse tempo esperando deveria ter acabado, e sinceramente, não gostei muito dos rumos que tomou, se surgir um Shenmue 4 algum dia jogarei mas mais pelos personagens do que pela história propriamente dita.

É um jogo para quem é fã, descobrir Shenmue hoje em dia e gostar acho praticamente impossível, mesmo se tratando de jogadores mais velhos.  Extremamente cadenciado, é um jogo calmo, com problemas pequenos e quase cotidianos, muito diferente do frenesi e magnitude dos jogos atuais.

Ainda não joguei. Mas já comprei e está no meu backlog a aguardar a sua vez.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

4m1rvQBmI5p2hal8fPqUyPHy.png

 

Terminei esse final de semana. Senhores, posso dizer com toda certeza que foi um dos melhores jogos que joguei na minha VIDA inteira, não só da geração.

Uma experiência única, jogabilidade extremamente variada e divertida, puzzles criativos, historia sensacional, enfim uma obra prima!!!!!

Recomendo a todos. É um must have de respeito!!!!!!

  • Upvote 1
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Snayperskaya disse:

Mas Hitman sempre foi assim. É uma série que entrega uma experiência diferente. O jogo não é "aberto" em si: as missões tem objetivos claros e se passam em locais pré-determinados. O que sempre possibilitaram foi você planejar e executar a missão de diversas formas. Algumas dessas são mais complexas e trabalhosas e te dão mais pontos que outras (como não deixar corpos à vista, etc), mas não há forma errada de jogar. O que muda é a imaginação e decisão do curso de ações de cada jogador.

concordo, sempre foi assim, assim como o Ermínio colocou do Shenmue 3, sempre foi mais pacato. São dois exemplos de jogos que eu não consigo me ligar neles infelizmente, reconheço as qualidades, mas caem no balaio de "não é pra mim". Não que isso desmereça os jogos em nada obviamente ;) 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

22 horas atrás, Erminio disse:

Shenmue 3 - PS4

Shenmue III Já Disponível para PlayStation 4 e PC – vgBR

Não li críticas e nem assisti a análises desse jogo, no máximo ouvi por cima que tinha ficado bem ruim, portanto, o que vou escrever é baseado puramente na minha experiência e vai ser bem parecido com o que já havia postado no tópico "o que vc está jogando".

É a continuação dos outros dois, inclusive mesma jogabilidade praticamente, mesmo clima, gráficos com melhorias apenas no que diz respeito à resolução e texturas porque o resto, a movimentação dos personagens, enfim, tudo igual aos dois primeiros, e isso tudo para mim foi bom, afinal, o que eu queria mesmo era aquela experiência de 20 anos atrás e é o que o jogo me entrega. Obviamente, se a 20 anos foi revolucionário e praticamente não mudou nada 20 anos depois, o jogo é muito ultrapassado em relação ao que temos hoje, por isso, não é um jogo para quem não tem uma relação bem forte e nostálgica com os dois primeiros.

Não sei descrever bem a sensação, mas jogar Shenmue 3 me fez sentir jogando video-game pra valer, como era no passado.

As músicas achei todas muito boas, daquelas de ficar cantarolando depois que para de jogar e passam uma sensação de calma e tranquilidade a maior parte do tempo.

Minha filha acompanhou bastante minha jogatina, ficava toda hora pedindo o controle para ir comprar brinquedos nas máquinas e sempre se refere a Shenmue 3 como um jogo muito "calminho né pai?".

A história dá uma boa caminhada mas ainda não acabou, o que achei meio ruim, depois de todo esse tempo esperando deveria ter acabado, e sinceramente, não gostei muito dos rumos que tomou, se surgir um Shenmue 4 algum dia jogarei mas mais pelos personagens do que pela história propriamente dita.

É um jogo para quem é fã, descobrir Shenmue hoje em dia e gostar acho praticamente impossível, mesmo se tratando de jogadores mais velhos.  Extremamente cadenciado, é um jogo calmo, com problemas pequenos e quase cotidianos, muito diferente do frenesi e magnitude dos jogos atuais.

Ótima análise! 

Realmente também "não é para mim".. Mas acredito que para os fãs dos primeiros (que rejogam com frequência) foi uma boa continuação. . 

 

Eu gostaria de uma continuação de jogos antigos que gosto.. Nos mesmos moldes.. Mas.. Sabemos como o mercado funciona. 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Super Mario 3D Land no 3DS.

H2x1_3DS_SuperMario3DLand_image1600w.jpg

Platinado 100% e abrindo a Fase da coroa!

Pra isso você deve zerar com o Mario pegando todas as 3 moedas e todos os postes dourados (bater no topo) de todas as fases do mundo normal e especial sem pegar a roupa da caixa brilhante que te deixa invencível. Depois salvar o Luigi e zerar no mundo normal e no especial. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2021 at 12:38, Hill top zone disse:

Super Mario 3D Land no 3DS.

H2x1_3DS_SuperMario3DLand_image1600w.jpg

Platinado 100% e abrindo a Fase da coroa!

Pra isso você deve zerar com o Mario pegando todas as 3 moedas e todos os postes dourados (bater no topo) de todas as fases do mundo normal e especial sem pegar a roupa da caixa brilhante que te deixa invencível. Depois salvar o Luigi e zerar no mundo normal e no especial. 

Jogo muito bom! Na minha opinião, melhor Mario 3d juntamente com a continuação para wiiu (e agora switch) 

Link to comment
Share on other sites

O Shenmue meu maior problema nao foi nem ter paciência, sou cheio de generosidade com jogos antigos, mas ele ser muito Japão. Devo ser um dos poucos gamers que respeita, mas não é chegado em cultura japonesa. Yakuza se fosse com a Mafia Italiana estilo Sopranos, por exemplo, eu seria super fã

Link to comment
Share on other sites

Acho que não comentei aqui. Zerei Batman Arkhan Origins. Jogaço. Eu estava um pouco com o pé atrás por não ser da Rocksteady, mas me surpreendi. Recomendo! Não fica nada atrás de Asylum e City. Espero jogar o Knight em breve.
 

attachment.php?attachmentid=22426&d=1618

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)

images?q=tbn:ANd9GcQCt_d9ia1YmxpPByFPn9s

Terminei uma vez só, mas quem jogou o final 1 sabe que terminar uma vez é só o início do jogo devido as coisas que se tem pra abrir

faz jus a série, ou seja, se vc for de ficar xingando ou desistir rápido, passe bem longe do jogo, vá jogar minecraft/fortnite ou sei lá... golf:lula:

Tem Algumas inconsistências na qualidade de alguns estágios, de resto o jogo é otimo

Se esse for o último rtype da história, tenho certeza q não deixou ninguém q goste da série insatisfeito

Edited by burn
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...