Jump to content
Sign in to follow this  
Dav

O Inicio de Satoru Iwata

Recommended Posts

Satoru Iwata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Satoru Iwata
岩田 聡
250px-Satoru_Iwata_-_Game_Developers_Con
Iwata em março de 2011
Nascimento 6 de dezembro de 1959
Sapporo, Hokkaido, Japão
Morte 11 de julho de 2015 (55 anos)
Kyoto, Kyoto, Japão
Cônjuge Kayoko Iwata[1]
Alma mater Instituto Tecnológico de Tóquio
Ocupação Programador
Empresário
Empregador HAL Laboratory (1982–2000)
Nintendo (2000–2015)
Cargo Presidente e diretor executivo

Satoru Iwata (岩田 聡, Iwata Satoru?, Sapporo, 6 de dezembro de 1959Kyoto, 11 de julho de 2015) foi um programador e empresário japonês que atuou como o diretor executivo e quarto presidente da Nintendo de 2002 até sua morte. Ele é amplamente considerado por jogadores e especialistas como um dos grandes contribuintes na ampliação do público consumidor de jogos eletrônicos ao adotar uma estratégia de focar-se em jogos originais e divertidos em vez de equipamentos de alta tecnologia.

Início de vida

220px-Commodore_2001_Series-IMG_0448b.jp
 
Um computador Commodore PET 2001, mesmo modelo que Iwata comprou e desmontou em 1978.

Satoru Iwata nasceu no dia 6 de dezembro de 1959 em Sapporo, Hokkaido, onde seu pai serviu como oficial do governo provincial.[2][3] Iwata demonstrou habilidades de liderança em diversos momentos durante a escola através de serviços como presidente de classe, presidente do conselho estudantil e presidente de clubes de estudantes.[3]Sua primeira experiência com computadores foi no ensino médio com um aparelho que usava linhas telefônicas. Iwata frequentemente viajava de metrô jogando um simples jogo numérico chamado Game 31, até tornar-se especialista.[4] Ele comprou em 1974 um HP-65, sua primeira calculadora programável, com o dinheiro que tinha economizado de um trabalho como lavador de pratos e uma quantia adicional da mesada dada por seu pai. Iwata entrou no Colégio Hokkaido Sapporo Minami em abril de 1975 e logo começou a desenvolver seus próprios jogos.[5] Os vários jogos numéricos simples que criou, com títulos como Volleyball e Missile Attack, faziam uso da calculadora eletrônica que compartilhava com seus colegas.[5][6]

Iwata comprou em 1978 seu primeiro computador, um Commodore PET 2001.[5] Ele desmontou e estudou a máquina por desejar entender como ela funcionava. Coincidentemente, esse aparelho tinha uma unidade central de processamento (MOS 6502) similar às usadas pela Nintendo em seu Nintendo Entertainment System, um console de jogos eletrônicos para qual mais tarde ele trabalharia desenvolvendo jogos.[7][8] Iwata entrou no Instituto Tecnológico de Tóquio em abril de 1978 depois de terminar a escola, estudando ciência da computação.[5][6][9] O professor de engenharia Tomohiko Uematsu percebeu a proficiência de Iwata com programação e afirmou que este podia programar mais rápido e mais eficientemente do que qualquer um de seus alunos.[10]

Ele foi um de vários estagiários não remunerados Commodore Japan, auxiliando o engenheiro chefe Yash Terakura[8] com tarefas técnicas e de desenvolvimento de software.[11] Um dos principais motivos pelos quais ele aceitou o trabalho foi para poder passar mais tempo com computadores e aprender os detalhes que não estavam disponíveis ao público.[8][12] Terakura mais tarde seria o mentor de Iwata, ensinando-lhe sobre engenharia de hardware para suplementar seu extenso conhecimento já existente de softwares.[8] Iwata e vários de seus amigos alugaram um apartamento em Akihabara e logo formaram um clube onde criavam e codificavam jogos.[13] Os colegas de sala que viviam perto do apartamento chamavam o lugar de "Central de Jogo Iwata".[10] Ele frequentemente mostrava seus jogos no departamento de computação da Seibu Department Stores, com um grupo de funcionários convidando-lhe, em 1980, para entrar em sua recém formada companhia, a HAL Laboratory.[13][14][15]

 

HAL Laboratory

Iwata começou a trabalhar na HAL Laboratory como um programador de meio período enquanto ainda cursava a universidade.[13][16] Dentre suas primeiras criações estava um dispositivo periférico que permitia que computadores antigos exibissem gráficos de jogos eletrônicos. Com este aparelho, ele e outros membros da HAL criaram vários jogos que eram "cópias diretas de Rally-X, Galaxian e [outros] da Namco".[17] Iwata entrou na companhia em período integral em 1982 depois de se formar, tornando-se o quinto funcionário e o único programador.[13][14][15][16] Por volta da mesma época seu pai foi eleito prefeito de Muroran.[15] Apesar de toda sua paixão, a família de Iwata não aprovava sua escolha de carreira e seu pai ficou sem falar com ele durante seis meses depois dele ter entrado na HAL.[16]

Iwata se tornou o coordenador de produção de softwares em 1983, cargo em que ajudou a empresa a criar uma relação com a Nintendo para que pudessem produzir jogos para o recém lançado Nintendo Entertainment System. Iwata viajou sozinho para Kyoto a fim de pedir permissão para trabalhar em jogos para o console.[15] Seu primeiro jogo lançado comercialmente foi Joust, uma conversão do arcade original.[8] Outros títulos em que trabalhou incluem Balloon Fight, NES Open Tournament Golf, EarthBound e os jogos da série Kirby.[7][18][19] A Nintendo originalmente tinha contatado várias outras desenvolvedoras para produzir Open Tournament Golf; entretanto, todas recusaram pois acreditavam que uma quantidade tão grande de dados não podia ser guardada dentro de um cartucho de NES. Iwata aproveitou a oportunidade e entrou no desenvolvimento. O trabalho mostrou-se particularmente desafiador já que ele precisou criar seu próprio método de compressão para que todo o conteúdo coubesse dentro do jogo.[17]

Sua proficiência em programação rapidamente lhe colocou em alta estima entre colegas programadores e jogadores em geral. Ele frequentemente continuava a trabalhar durante finais de semana e feriados apenas por paixão.[20] Com a HAL à beira da falência, Iwata acabou promovido a presidente da empresa por insistência de Hiroshi Yamauchi, então presidente da Nintendo e uma companhia de relação bem próxima da HAL.[13] Iwata conseguiu com a ajuda da outra companhia reverter as dívidas de aproximadamente 1,5 milhão de ienes de HAL e estabilizar sua situação financeira em um período de seis anos.[2][7][14][21] Ele não tinha nenhuma experiência prévia em administração ou negócios, se esforçando muito para aprender, várias vezes lendo livros sobre o assunto e procurando conselhos de outras pessoas.[22]

Mesmo não sendo funcionário da Nintendo, Iwata criou um conjunto de ferramentas para ajudar na compressão dos gráficos empregados no desenvolvimento de Pokémon Gold & Silver, que foram lançados para o Game Boy Color em novembro de 1999.[23] Ele atuou como intermediário entre a Game Freak e a Nintendo, também ajudando na programação de Pokémon Stadium para o Nintendo 64 ao ler os códigos originais de Pokémon Red & Green e converter seu sistema de batalha para o novo jogo em apenas uma semana.[13][23] De acordo com Tsunekazu Ishihara, presidente da The Pokémon Company, Iwata foi importantíssimo para levar Pokémon ao ocidente. Ele desenvolveu um plano de localização depois de rever o código de Red e Green, algo que depois foi completado por Teruki Murakawa, com os lançamentos ocidentais ocorrendo dois anos após de seu lançamento japonês.[24] Além disso, Iwata também auxiliou Masahiro Sakurai no desenvolvimento de Super Smash Bros. para o Nintendo 64.[13]

Nintendo

Primeiros anos

240px-Nintendo_red_logo.svg.png
 
Antigo logotipo da Nintendo usado na época em que Iwata se juntou à empresa.

Iwata assumiu em 2000 uma posição na Nintendo como chefe de sua divisão de planejamento corporativo e também recebeu um lugar no conselho de administração.[5] Pelos dois anos seguintes ele procurou reduzir o custo e duração do desenvolvimento de jogos enquanto ao mesmo tempo preservava sua qualidade. A Nintendo viu aumentos no lucro de 20 e 41 por cento durante esses dois primeiros anos, valores que foram pelo menos parcialmente atribuídos ao seu trabalho.[16] Quando Yamauchi, que fora presidente da empresa desde 1949, se aposentou em 24 de maio de 2002,[25][26] Iwata foi escolhido com a benção do primeiro como o quarto presidente da história da Nintendo.[27] Ele foi o primeiro presidente da companhia que não tinha relação de sangue ou casamento com a família Yamauchi desde sua fundação em 1889.[28] Yamauchi deixou a empresa nas mãos de Iwata com um último desejo: "que a Nintendo de à luz a ideias totalmente novas e crie hardwares que reflitam este ideal. A que faça softwares que aderem a esse mesmo padrão".[13] Iwata herdou uma companhia que promovia o individualismo, com uma política estabelecida por Yamauchi de criar novas posições de desenvolvimento se preciso. Entretanto, isso inibia uma colaboração eficiente entre certos departamentos.[29]

A Nintendo ainda era uma empresa rentável na época de sua promoção, porém não estava com um desempenho tão bom quanto as outras fabricantes de console no mercado. O recém lançado GameCube não estava vendendo bem quando comparado com seus dois competidores, o PlayStation 2 da Sony e o Xbox da Microsoft.[2] Sua presidência veio no início na popularização dos jogos online e a Nintendo ainda não tinha entrado nesse mercado. Iwata adotou uma abordagem cautelosa sobre a questão, afirmando: "Não somos negativos com a ideia de irmos online. Nós simplesmente somos práticos".[16] Ele também fomentou uma relação entre a Nintendo e a Capcom, o que melhorou o apelo do GameCube.[13] Iwata comentou em 2002 que achava que a indústria dos jogos eletrônicos tinha ficado muito exclusiva, querendo portanto desenvolver hardwares e jogos que interessariam todos os tipos de jogadores ao invés de focar-se em gráficos de última geração.[16]

Uma de suas primeiras ações como presidente foi se encontrar diretamente com os quarenta chefes de departamento e outros 150 funcionários. Isso contrastou fortemente com a prática de Yamauchi de raramente se encontrar com seus empregados e de geralmente só ter um único discurso anual. Shigeru Miyamoto descreveu a antiga atmosfera de negócios como "abafada" e afirmou que Iwata "melhorou a ventilação". O novo presidente estava bem ciente de que sua posição não garantiria a complacência de seus funcionários e assim procurou comunicar-se com eles em nível pessoal. Se os empregados discordavam de sua visão, ele sugeria que seguissem sua própria ideia, afirmando que "criadores só melhoram ao assumirem riscos".[30] Junto com o aumento da interação, ele também trouxe mais dados e ciência para o aspecto de negócios da companhia. Enquanto Yamauchi tomava decisões baseado em sua intuição e experiência, Iwata trazia hipóteses baseadas em dados a fim de transmitir sua posição.[31] Ele promoveu Miyamoto, Genyo Takeda, Yoshihiro Mori e Shinji Hatano para os cargos de diretores representativos no conselho de administração, igualando sua própria posição.[32][33]

Mais informaçoes

https://pt.wikipedia.org/wiki/Satoru_Iwata

Edited by Dav
  • Like 2
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

Sign in to follow this  

×