Jump to content
MR Zumbi

Coronavírus (bagulho ta tenso)

Recommended Posts

Posted (edited)

Pra vocês terem noção, no banco onde trabalho, a fila na abertura da agência tinha mais de 60 pessoas aguardando, tudo junto, aglomerado.

Aí você vai ver o tipo de atendimento a maioria é depósito dentro da agência, pedido de segunda via de cartão, emissão de segunda via de boleto... Cara... Dá medo de ver, tirando aqueles casos que não tem como atender fora da agência o povo é muito sem noção.

Já adianto que se a situação piorar e o governo não tomar nenhuma atitude vamos parar por conta própria e assumir os descontos salariais depois, não vamos colocar nossas vidas e de nossos familiares em risco pra ficar atendendo pedido de segunda via de cartão ou ouvir cliente reclamando que cobraram 2,50 de tarifa que ele desconhece.

Edited by Neo

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Neo disse:

Pra vocês terem noção, no banco onde trabalho, a fila na abertura da agência tinha mais de 60 pessoas aguardando, tudo junto, aglomerado.

Aí você vai ver o tipo de atendimento a maioria é depósito dentro da agência, pedido de segunda via de cartão, emissão de segunda via de boleto... Cara... Dá medo de ver, tirando aqueles casos que não tem como atender fora da agência o povo é muito sem noção.

Já adianto que se a situação piorar e o governo não tomar nenhuma atitude vamos parar por conta própria e assumir os descontos salariais depois, não vamos colocar nossas vidas e de nossos familiares em risco pra ficar atendendo pedido de segunda via de cartão ou ouvir cliente reclamando que cobraram 2,50 de tarifa que ele desconhece.

Nas vezes que fui ao banco no passado foi para saber de uma cobrança de 30 reais mensais referente a um negocio chamado "cesta de serviços" que foi logo resolvido,minha conta e poupança,depois relativo a cobrança de cartoes de credito manutençao algo assim,que nao pedi e ou usei, tentei pelo autoatendimento e pelo internet bank mas sem sucesso me pediam para ir a agencia.

A atendente na época me perguntou se eu usava o caixa dentro do banco com atendente disse que nao todos os serviços eu realizava no caixa eletronico ou em casa pelo programa do banco.

Sobre filas quando fui buscar os remedios aqui na farmacia gratuita havia uma grande (nao lembro de ter visto assim) e o espaço na sala e pequeno acabei desistindo como ainda temos a medicaçao e nao se trata de uma urgencia deixei para outra semana vou ligar antes como fiz na epoca que fui ao banco para saber o dia mais calmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Dav disse:

Nas vezes que fui ao banco no passado foi para saber de uma cobrança de 30 reais mensais referente a um negocio chamado "cesta de serviços" que foi logo resolvido,minha conta e poupança,depois relativo a cobrança de cartoes de credito manutençao algo assim,que nao pedi e ou usei, tentei pelo autoatendimento e pelo internet bank mas sem sucesso me pediam para ir a agencia.

A atendente na época me perguntou se eu usava o caixa dentro do banco com atendente disse que nao todos os serviços eu realizava no caixa eletronico ou em casa pelo programa do banco.

Sobre filas quando fui buscar os remedios aqui na farmacia gratuita havia uma grande (nao lembro de ter visto assim) e o espaço na sala e pequeno acabei desistindo como ainda temos a medicaçao e nao se trata de uma urgencia deixei para outra semana vou ligar antes como fiz na epoca que fui ao banco para saber o dia mais calmo.

Existem coisas que não tem como, precisa ser na agência mas nesses casos o cliente precisa saber se é urgente ou não.

Saque de FGTS, Bolsa Família e Seguro Desemprego por muitas vezes precisam ser na agência, não tem jeito, agora tem muita coisa que pode e deve esperar num momento como esse.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 19/03/2020 at 09:41, sonda 2 disse:

como diz o recaro...

parabens ao envolvidos...

Olá,

É uma situação complicada. Nos países em que coisas similares estão sendo propostas, o governo vai ajudar reduzindo impostos, contas ou pagando parte das despesas das pessoas.

 

Dizer que redução de jornada com corte de salário é bom ou ruim? Concordo que isso pesaria no bolso de todo mundo (e eventualmente o governo poderia até dar o exemplo fazendo essa redução em si mesmo), mas a corda sempre arrebenta do lado mais fraco. Portanto, se eu tiver que escolher entre ficar 3 meses ganhando metade do salario ou, escolher quantas pessoas que trabalham comigo precisam SER DEMITIDAS e receber 0,00 para que eu receba 100% durante 3 meses... bom, nessas condições eu prefiro a primeira opção. 

 

Embora, mais uma vez, acredito que não existam somente essas duas opções e o governo não está inclinado a colocar outras cartas na mesa (por exemplo, que tal REDUZIR O RECOLHIMENTO DE IMPOSTOS TRABALHISTAS A ZERO? Se um trabalhador custa sempre o DOBRO de seu salario, ZERAR imposto trabalhista reduz o custo PELA METADE).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 19/03/2020 at 10:11, sonda 2 disse:

um ministro com postura de estadista...

ja sei quem sera o proximo ministro a cair...

competencia incomoda...

 

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,protagonismo-de-mandetta-na-crise-incomoda-bolsonaro,70003235908

Olá,

Ele já tomou "comida de rabo" por ter deixado "nas entrelinhas" que o Bolsonaro não deveria ter saído no domingo cumprimentando a galera. 

E em mais de 1 ano, já ficou muito evidente em diversas ocasiões que ele (Bolsonaro) fica mesmo incomodado quando alguém supostamente está ganhando "protagonismo".

Numa crise de SAÚDE PÚBLICA no meio de uma PANDEMIA, se os órgãos de saúde não tiverem protagonismo em comparação com todo o resto, é de FODER.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
29 minutos atrás, rcaropreso disse:

Olá,

É uma situação complicada. Nos países em que coisas similares estão sendo propostas, o governo vai ajudar reduzindo impostos, contas ou pagando parte das despesas das pessoas.

 

Dizer que redução de jornada com corte de salário é bom ou ruim? Concordo que isso pesaria no bolso de todo mundo (e eventualmente o governo poderia até dar o exemplo fazendo essa redução em si mesmo), mas a corda sempre arrebenta do lado mais fraco. Portanto, se eu tiver que escolher entre ficar 3 meses ganhando metade do salario ou, escolher quantas pessoas que trabalham comigo precisam SER DEMITIDAS e receber 0,00 para que eu receba 100% durante 3 meses... bom, nessas condições eu prefiro a primeira opção. 

 

Embora, mais uma vez, acredito que não existam somente essas duas opções e o governo não está inclinado a colocar outras cartas na mesa (por exemplo, que tal REDUZIR O RECOLHIMENTO DE IMPOSTOS TRABALHISTAS A ZERO? Se um trabalhador custa sempre o DOBRO de seu salario, ZERAR imposto trabalhista reduz o custo PELA METADE).

Se o governo garantir comida, aluguel, água e energia de graça para quem não pode pagar, eu não ficaria indignado com essa redução de jornada e salário. Lembrando que a maioria dos empregos são informais - muitas vezes por patrões sem dinheiro sobrando muito.

E para mim a renda de todos os políticos tinha que ser cortada.

Mas de qualquer forma, não entendo como ficarmos em casa irá resolver. Mesmo se ficarmos por muito tempo assim, quando as coisas voltarem ao normal, basta que apenas uma única pessoa continue com o vírus, que ele voltará a se espalhar por todo o mundo novamente.

Sei lá, precisa de outra solução - talvez isolar apenas pessoas com risco. Estava vendo que a maioria dos doentes do corona passam como um resfriado leve. Só velhos e pessoas com doenças específicas podem morrer ou sofrer duro. 2 de cada 10 pessoas infectados sente a doença de verdade. E poucos em um nível fatal.

 

Eu li que a vacina provavelmente demorará mais de 8 meses para ficar pronta. Até lá o mundo já quebrou.

 

 

Sei lá, não estou vendo um caminho bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Olá,

Está praticamente DOBRANDO a cada DIA (nas infos OFICIAIS):

 

Brasil tem 904 casos confirmados e 11 mortes por coronavírus... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/03/20/brasil-tem-904-casos-confirmados-e-11-mortes-por-coronavirus.htm?cmpid=copiaecola

 

 

A velocidade de propagação do novo coronavírus no Brasil repete o padrão dos países que mais sofrem com o avanço da covid-19, demonstram gráficos produzidos pela BBC News Brasil com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). O crescimento de casos confirmados segue um ritmo parecido com o de países como Alemanha, França e Reino Unido.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/bbc/2020/03/20/coronavirus-curva-de-contagio-no-brasil-repete-a-de-paises-europeus-alertam-especialistas-da-italia.htm?cmpid=copiaecola

 

image.png.351be2db7e269db78320c4ed44e6c25f.png

Edited by rcaropreso

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Luiz Claw disse:

Se o governo garantir comida, aluguel, água e energia de graça para quem não pode pagar, eu não ficaria indignado com essa redução de jornada e salário. Lembrando que a maioria dos empregos são informais - muitas vezes por patrões sem dinheiro sobrando muito.

E para mim a renda de todos os políticos tinha que ser cortada.

Mas de qualquer forma, não entendo como ficarmos em casa irá resolver. Mesmo se ficarmos por muito tempo assim, quando as coisas voltarem ao normal, basta que apenas uma única pessoa continue com o vírus, que ele voltará a se espalhar por todo o mundo novamente.

Sei lá, precisa de outra solução - talvez isolar apenas pessoas com risco. Estava vendo que a maioria dos doentes do corona passam como um resfriado leve. Só velhos e pessoas com doenças específicas podem morrer ou sofrer duro. 2 de cada 10 pessoas infectados sente a doença de verdade. E poucos em um nível fatal.

 

Eu li que a vacina provavelmente demorará mais de 8 meses para ficar pronta. Até lá o mundo já quebrou.

 

 

Sei lá, não estou vendo um caminho bom.

Olá,

O isolamento é matemático. Normalmente o crescimento desse tipo de infecção ocorre de forma exponencial e tende a estabilizar (o modelo matemático desse tipo de coisa é descrito com uma equação diferencial de 1a ordem cuja resposta é exponencial).

 

Deixando de lado a matemática, basta saber que o crescimento é exponencial e depois estabiliza. O que o isolamento faz é SUAVIZAR a curva exponencial, evitando o ESGOTAMENTO do sistema de saúde, o que reduz o numero de mortes (como estamos vendo na Itália e veremos em outros países).

A China fez o controle e está retomando as atividades (agora com uma quantidade menor de casos novos aparecendo).

 

Veja o vídeo e veja se ajuda:

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

cara o problema é que o povo é muito ignorante e anda levando na brincadeira.....
fico imaginando quando essa porra chegar nas areas mais carentes, vai ser um puta estrago

 

  • Like 1
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
1 hora atrás, MR Zumbi disse:

cara o problema é que o povo é muito ignorante e anda levando na brincadeira.....
fico imaginando quando essa porra chegar nas areas mais carentes, vai ser um puta estrago

 

Bem isso mesmo. Nas redes sociais, o que é de gente imbecil que fica vomitando as mesmas asneiras que o bolsoasno fala, não tá no gibi. "É só uma gripezinha".

E o fdp ainda vem querer criticar os governadores que estão tomando atitudes QUE ELE DEVERIA TOMAR, e não toma.

Se a população levasse a sério a recomendação de isolamento, em duas semanas o vetor de infecção estaria rompido, daí ficaria MUITO mais fácil controlar a coisa. Mas não.

Aliás, esse não é um problema só do Brasil não. Na europa também tá assim, o presidente da frança até deu uma comida de rabo na população de lá, por não estar levando a coisa a sério.

Nos estados unidos, o pessoal parece que tá se comportando um pouco melhor.

Edited by Sgt. Rock
  • Like 1
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, rcaropreso disse:

Olá,

O isolamento é matemático. Normalmente o crescimento desse tipo de infecção ocorre de forma exponencial e tende a estabilizar (o modelo matemático desse tipo de coisa é descrito com uma equação diferencial de 1a ordem cuja resposta é exponencial).

 

Deixando de lado a matemática, basta saber que o crescimento é exponencial e depois estabiliza. O que o isolamento faz é SUAVIZAR a curva exponencial, evitando o ESGOTAMENTO do sistema de saúde, o que reduz o numero de mortes (como estamos vendo na Itália e veremos em outros países).

A China fez o controle e está retomando as atividades (agora com uma quantidade menor de casos novos aparecendo).

 

Veja o vídeo e veja se ajuda:

 

 

 

 

Acho que entendi agora. Não vi o vídeo todo, mas pensando bem, na china, com isolamento, continua tendo pessoas infectadas. Mas não tem o crescimento exponencial. Assim, dá para o governo lidar com a situação enquanto ela se espalha em uma velocidade que não se acelera.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, foi "divertido" ir ao mercado hoje pela manhã. Não eram nem 9h.

Putas filonas quilométricas. Tinha nego, na fila do caixa rápido, com 8 pacotes de 5 kg de arroz, outro sujeito com 1 carrinho CHEIO de papel higiênico...:fodase:

Demorou 1h pra sair da bagaça. (Essas compras na manhã de sábado fazem parte da minha rotina há anos; até hoje, o dia em que havia demorado mais pra ir embora, a partir do momento em que terminei de colocar as comprar no carrinho/cesta, foi um dia que gastei uns 15 minutos).

 

Só o que faltava, trabalhar no maior hospital do meu estado (pelo menos até ontem, 20/03, sem nenhum caso confirmado...) e acabar "pegando" o COVID-19 dos cagalhões do mercado. :iawww:

 

De resto, difícil acreditar no que ocorre. Vamos ver como o SUS vai suportar a demanda. Putz.:(

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na China já não tem casos novos.

Estão desativando os hospitais que montaram de emergencia

Os jogadores estão sendo chamados de volta para retomar as atividades.

Aqui a coisa tá sendo levada na brincadeira

Mas muito dessa responsabilidade vem da postura do presidente.

Custava ele fazer um pronunciamento sério, chamando as pessoas a responsabilidade. Mostrando a gravidade da situação e pedindo ao povo pra colaborar

Bastava ele ir na tv e tocar o berrante. O gado atendia na hora

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Luiz Claw disse:

 

Acho que entendi agora. Não vi o vídeo todo, mas pensando bem, na china, com isolamento, continua tendo pessoas infectadas. Mas não tem o crescimento exponencial. Assim, dá para o governo lidar com a situação enquanto ela se espalha em uma velocidade que não se acelera.

Olá,

O objetivo é reduzir a velocidade da contaminação, não é erradicar a doença, pois é impossível.

 

No entanto, ao manter sob controle a velocidade da infecção, o sistema de saúde consegue dar conta.

Em abril teremos o colapso no Brasil... Não vai ter vaga pra quem precisar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

Já começou:

"

MANDETTA
Na entrevista de sábado, Bolsonaro disse ainda que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, exagerou nas medidas para conter o avanço do coronavírus no país.

"Num primeiro momento eu estava achando que ele [Mandetta] estava exagerando, tá certo? Tanto é que ele foi bastante questionado ontem [sexta-feira] quando falou uma palavra que não era adequada para aquele momento, falou colapso, e ele explicou perfeitamente. É isso apenas que tenho conversado com ele, acertando ponteiros em algumas coisas."

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/03/bolsonaro-chama-doria-de-lunatico-e-diz-a-governadores-rivais-que-eleicoes-de-2022-ainda-estao-longe.shtml

 

Bolsonaro chama Doria de 'lunático' e diz que ministro exagerou em ações contra coronavírus
Em entrevista à CNN Brasil, o presidente afirmou que "as eleições de 2022 ainda estão longe"

21.mar.2020 às 21h33
Atualizado: 21.mar.2020 às 22h47

SÃO PAULO
Na disputa com os governadores em meio à crise do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) subiu o tom neste sábado (21) e chamou o paulista João Doria (PSDB) de "lunático".

Em entrevista à CNN Brasil, o presidente afirmou que "as eleições de 2022 ainda estão longe", em referência a Doria e ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), postulantes à Presidência que vem criticando Bolsonaro nos últimos dias pela condução do presidente à crise.

A queda de braço entre Bolsonaro e os governadores de São Paulo e do Rio de Janeiro pela liderança no combate à pandemia do coronavírus foi transformada em uma prévia da disputa eleitoral de 2022.

Desde a semana passada, Doria e Witzel têm criticado o que consideram uma letargia do presidente no enfrentamento à pandemia e tem adotado posturas opostas à dele.

Bolsonaro contra-atacou com a edição de uma medida provisória que estabelece como competência federal, e não dos estados, o fechamento de aeroportos e rodovias.

Enquanto Bolsonaro defende que a atividade econômica não deve ser interrompida mesmo diante de um grande risco de contágio, os governadores têm anunciado medidas de prevenção, como a interrupção de serviços não essenciais.

"Esses governadores, poucos, que me criticam o tempo todo, dizem que não tenho liderança. Digo a esses governadores: as eleições de 2022 estão muito longe ainda para vocês partirem para esse tipo de ataque, para esse tipo de comportamento de desgaste infundado em cima do chefe do Executivo federal", afirmou Bolsonaro.

Neste sábado, Doria anunciou estado de quarentena por 15 dias em São Paulo como medida de combate à pandemia, com o fechamento obrigatório de comércios, bares e restaurantes a partir da próxima terça-feira (24).

Bolsonaro criticou o tucano ao ser questionado sobre a medida. "[Doria] é um lunático. Está fazendo política em cima deste caso. É um governador que nega ter usado o meu nome para se eleger governador, então eu lamento essa posição política dele, está se aproveitando deste momento para querer crescer politicamente."

A referência do presidente é em relação ao chamado "BolsoDoria", quando o tucano declarou apoio e fez campanha para Bolsonaro no segundo turno da disputa presidencial de 2018. Eles rompediram a relação política logo no início de seus mandatos.

Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo
Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo - Luiz Claudio Barbosa - 27.out.18/Agência O Globo
Neste sábado, mais cedo, ao anunciar a quarentena em São Paulo, Doria voltou a criticar o presidente.

"Muito triste que não tenhamos no país uma liderança em condições de orientar os brasileiros, acalmar os brasileiros, tomar atitudes corretas, liderar sua equipe de trabalho para tomada tomada de decisões corretas e que atendam a expectativa da população", disse Doria.

"Na ausência dessa liderança, nós em São Paulo, outros governadores em seus respectivos estados, prefeitos e prefeitas nos municípios, estão cumprindo sua obrigação fazendo o que deve ser feito e aquilo que o presidente Bolsonaro não consegue fazer", acrescentou o tucano.

Doria afirmou que haverá uma reunião com governadores do Sudeste para tratar de assuntos relativos a essa coordenação.

Já Witzel havia dito na sexta-feira (20) que o governo federal estava "em passo de tartaruga". "São os nossos hospitais que serão impactados, e o governo federal ainda em passo de tartaruga. Só fiz o decreto para que o governo tome ciência das medidas que precisam ser adotadas e, de uma vez, acorde", disse o governador fluminense.

Após a entrevista, Doria publicou nas redes sociais: "Jair Bolsonaro chama coronavírus de gripezinha e eu que sou lunático? Lidere seu país, presidente. Faça seu papel. Os governadores do Brasil estão fazendo o seu".

MANDETTA
Na entrevista de sábado, Bolsonaro disse ainda que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, exagerou nas medidas para conter o avanço do coronavírus no país.

"Num primeiro momento eu estava achando que ele [Mandetta] estava exagerando, tá certo? Tanto é que ele foi bastante questionado ontem [sexta-feira] quando falou uma palavra que não era adequada para aquele momento, falou colapso, e ele explicou perfeitamente. É isso apenas que tenho conversado com ele, acertando ponteiros em algumas coisas."

O presidente tem cobrado Mandetta a adotar um discurso mais afinado ao do Palácio do Planalto no combate à pandemia. Para ele, o tom adotado pela saúde tem gerado histeria.

Bolsonaro, que já se referiu à dimensão da doença como "fantasia", dizendo haver "histeria" da população, tentou reagir nos últimos dias, após perder apoio inclusive entre alas conservadoras.

Durante o ato de domingo (15), o presidente apertou a mão e cumprimentou uma série de apoiadores, além de ter tirado selfies e segurado telefones celulares e devolvido a seus donos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comparação de fatalidade entre as principais epidemias da história recente.

COVID-19 é assustador, só posso dizer isso

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, rcaropreso disse:

Olá,

Já começou:

"

MANDETTA
Na entrevista de sábado, Bolsonaro disse ainda que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, exagerou nas medidas para conter o avanço do coronavírus no país.

"Num primeiro momento eu estava achando que ele [Mandetta] estava exagerando, tá certo? Tanto é que ele foi bastante questionado ontem [sexta-feira] quando falou uma palavra que não era adequada para aquele momento, falou colapso, e ele explicou perfeitamente. É isso apenas que tenho conversado com ele, acertando ponteiros em algumas coisas."

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/03/bolsonaro-chama-doria-de-lunatico-e-diz-a-governadores-rivais-que-eleicoes-de-2022-ainda-estao-longe.shtml

 

Bolsonaro chama Doria de 'lunático' e diz que ministro exagerou em ações contra coronavírus
Em entrevista à CNN Brasil, o presidente afirmou que "as eleições de 2022 ainda estão longe"

21.mar.2020 às 21h33
Atualizado: 21.mar.2020 às 22h47

SÃO PAULO
Na disputa com os governadores em meio à crise do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) subiu o tom neste sábado (21) e chamou o paulista João Doria (PSDB) de "lunático".

Em entrevista à CNN Brasil, o presidente afirmou que "as eleições de 2022 ainda estão longe", em referência a Doria e ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), postulantes à Presidência que vem criticando Bolsonaro nos últimos dias pela condução do presidente à crise.

A queda de braço entre Bolsonaro e os governadores de São Paulo e do Rio de Janeiro pela liderança no combate à pandemia do coronavírus foi transformada em uma prévia da disputa eleitoral de 2022.

Desde a semana passada, Doria e Witzel têm criticado o que consideram uma letargia do presidente no enfrentamento à pandemia e tem adotado posturas opostas à dele.

Bolsonaro contra-atacou com a edição de uma medida provisória que estabelece como competência federal, e não dos estados, o fechamento de aeroportos e rodovias.

Enquanto Bolsonaro defende que a atividade econômica não deve ser interrompida mesmo diante de um grande risco de contágio, os governadores têm anunciado medidas de prevenção, como a interrupção de serviços não essenciais.

"Esses governadores, poucos, que me criticam o tempo todo, dizem que não tenho liderança. Digo a esses governadores: as eleições de 2022 estão muito longe ainda para vocês partirem para esse tipo de ataque, para esse tipo de comportamento de desgaste infundado em cima do chefe do Executivo federal", afirmou Bolsonaro.

Neste sábado, Doria anunciou estado de quarentena por 15 dias em São Paulo como medida de combate à pandemia, com o fechamento obrigatório de comércios, bares e restaurantes a partir da próxima terça-feira (24).

Bolsonaro criticou o tucano ao ser questionado sobre a medida. "[Doria] é um lunático. Está fazendo política em cima deste caso. É um governador que nega ter usado o meu nome para se eleger governador, então eu lamento essa posição política dele, está se aproveitando deste momento para querer crescer politicamente."

A referência do presidente é em relação ao chamado "BolsoDoria", quando o tucano declarou apoio e fez campanha para Bolsonaro no segundo turno da disputa presidencial de 2018. Eles rompediram a relação política logo no início de seus mandatos.

Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo
Com camiseta "Bolsodoria", ainda candidato a governador de São Paulo, João Doria (PSDB) fazia campanha no Capão Redondo, zona sul de São Paulo - Luiz Claudio Barbosa - 27.out.18/Agência O Globo
Neste sábado, mais cedo, ao anunciar a quarentena em São Paulo, Doria voltou a criticar o presidente.

"Muito triste que não tenhamos no país uma liderança em condições de orientar os brasileiros, acalmar os brasileiros, tomar atitudes corretas, liderar sua equipe de trabalho para tomada tomada de decisões corretas e que atendam a expectativa da população", disse Doria.

"Na ausência dessa liderança, nós em São Paulo, outros governadores em seus respectivos estados, prefeitos e prefeitas nos municípios, estão cumprindo sua obrigação fazendo o que deve ser feito e aquilo que o presidente Bolsonaro não consegue fazer", acrescentou o tucano.

Doria afirmou que haverá uma reunião com governadores do Sudeste para tratar de assuntos relativos a essa coordenação.

Já Witzel havia dito na sexta-feira (20) que o governo federal estava "em passo de tartaruga". "São os nossos hospitais que serão impactados, e o governo federal ainda em passo de tartaruga. Só fiz o decreto para que o governo tome ciência das medidas que precisam ser adotadas e, de uma vez, acorde", disse o governador fluminense.

Após a entrevista, Doria publicou nas redes sociais: "Jair Bolsonaro chama coronavírus de gripezinha e eu que sou lunático? Lidere seu país, presidente. Faça seu papel. Os governadores do Brasil estão fazendo o seu".

MANDETTA
Na entrevista de sábado, Bolsonaro disse ainda que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, exagerou nas medidas para conter o avanço do coronavírus no país.

"Num primeiro momento eu estava achando que ele [Mandetta] estava exagerando, tá certo? Tanto é que ele foi bastante questionado ontem [sexta-feira] quando falou uma palavra que não era adequada para aquele momento, falou colapso, e ele explicou perfeitamente. É isso apenas que tenho conversado com ele, acertando ponteiros em algumas coisas."

O presidente tem cobrado Mandetta a adotar um discurso mais afinado ao do Palácio do Planalto no combate à pandemia. Para ele, o tom adotado pela saúde tem gerado histeria.

Bolsonaro, que já se referiu à dimensão da doença como "fantasia", dizendo haver "histeria" da população, tentou reagir nos últimos dias, após perder apoio inclusive entre alas conservadoras.

Durante o ato de domingo (15), o presidente apertou a mão e cumprimentou uma série de apoiadores, além de ter tirado selfies e segurado telefones celulares e devolvido a seus donos.

Nós temos um lunático imbecil na presidência, a melhor coisa que os governadores podem fazer agora pela população é ignorar tudo o que esse palhaço fala.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...