Jump to content
MR Zumbi

Coronavírus (bagulho ta tenso)

Recommended Posts

2 horas atrás, Snayperskaya disse:

êta desespero pra salvar a pele do molusco bandido...

e voce no desespero em apontar cagada do molusco para justificar ou atenuar as INUMERAS CAGADAS do seu politico de estimação...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sonda 2 disse:

e voce no desespero em apontar cagada do molusco para justificar ou atenuar as INUMERAS CAGADAS do seu politico de estimação...

ô, tô nem dormindo por conta disso :fodase:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Deixa eu quebrar um pouco o gelo nesse clima tenso do tópico

 

 

mascara.jpg

cascavel.jpg

 

Falow!!!

Edited by Zariel

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
7 hours ago, sonda 2 said:

e voce no desespero em apontar cagada do molusco para justificar ou atenuar as INUMERAS CAGADAS do seu politico de estimação...

Não consigo entender esse pessoal que é peão que acha que papagaiar o que diz a "elite" irá facilitar a entrada deles no clube.

 

Edited by Zappato

Share this post


Link to post
Share on other sites

Postura frente à pandemia piora imagem do Brasil no exterior

Confronto entre governo federal e governadores e dúvidas sobre a capacidade de continuar com reformas estruturais são focos de preocupação

39-1.jpg

"Estes são os túmulos de abril. Vejo um funeral a cada dez minutos, e este é só o começo." A descrição de um cemitério em São Paulo com os caixões de vítimas do coronavírus feita na semana passada foi apenas uma dentre as várias vezes em que repórteres das maiores emissoras de TV dos Estados Unidos abordaram a gravidade da pandemia no Brasil. A imagem de caixões e de hospitais se tornou corriqueira na imprensa estrangeira depois que o País rompeu a marca de mais de mil mortes diárias. Segundo a Organização Mundial da Saúde, puxada por Brasil, a América do Sul é agora o novo epicentro da covid-19.

Analistas internacionais definem o Brasil como uma nação governada por um presidente populista que dá respostas contraditórias à pandemia. Os efeitos concretos da percepção no exterior de que o País ruma para um precipício - ao viver uma tempestade perfeita com crises simultâneas na saúde, na política e na economia - já aparecem nos números e na postura distante que outras nações têm preferido tomar do Brasil.

Desde o início do ano, o real foi a moeda que mais se desvalorizou no mundo, com queda de 45% ante o dólar. A despeito das intervenções diárias do Banco Central, a cotação da moeda americana encostou nos R$ 6. No mesmo período, o CDS (Credit Default Swap), indicador que sinaliza o nível de risco país, cresceu mais de 250%.
 
Março teve a maior fuga de capital desde 1995

Os números superlativos se repetem na debandada de investimentos estrangeiros. Segundo o último relatório do Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês), que reúne bancos de investimento, fundos e bancos centrais em 70 países, o Brasil registrou em março a maior fuga de capital em um mês desde 1995 e é o país que mais merece atenção, por causa da rápida deterioração do cenário. A quantia perdida só não foi maior do que a registrada pela Índia.

"Investidores gostariam de ver o governo no comando da situação. Temos visto o confronto entre o Executivo (federal) e governadores, assim como discussões com o Congresso sobre os estímulos, além de mudanças ministeriais que aumentam as dúvidas sobre a capacidade do governo de continuar com reformas estruturais", diz Martin Castellano, chefe da seção de América Latina do IFF.

Para o economista-chefe do IFF, Robin Brooks, o coronavírus se tornou uma "crise de confiança" para o Brasil. Colocar dinheiro no País agora deve ser uma tarefa para "especialistas, loucos, oportunistas de longo prazo e aqueles sem outras opções", resumiu o economista Armando Castelar, do Ibre/FGV, em relatório da Gavekal Research, consultoria de investimentos internacional. De acordo com o economista, seria como "correr para um prédio em chamas".

No Brasil, apenas um de três pacientes graves sobrevive

Mortalidade de doentes com covid-19 que são entubados no País é de 66%, um número alto quando comparado aos internacionais

Apenas um em cada três pacientes graves de covid-19 que são entubados nas UTIs brasileiras se recupera e consegue voltar para casa. A mortalidade desses doentes é de 66%, um número muito alto quando comparado aos internacionais. Segundo especialistas, o porcentual reflete as precariedades do sistema de saúde do País e, eventualmente, o uso indiscriminado de medicamentos sem benefícios comprovados cientificamente, como a cloroquina.

https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/no-brasil-apenas-um-de-tres-pacientes-graves-sobrevive,b794e0619145ed8acb941dbf0099b38ccr2efuu8.html

Jornal inglês: Bolsonaro está levando Brasil ao desastre

Artigo do Financial Times defende que o presidente tem responsabilidade pela perda de controle da pandemia no Brasil

A versão digital do Financial Times desta segunda-feira, 25, traz uma coluna do jornalista Gideon Rachman, um dos mais importantes do Reino Unido, com o título "O populismo de Jair Bolsonaro está levando o Brasil ao desastre".

No artigo, Rachman defende que o presidente brasileiro tem responsabilidade pela perda de controle da pandemia no País, na medida em que as respostas do governo federal ao coronavírus têm sido, na avaliação do colunista, "caóticas". "O Brasil já está pagando um preço alto pelas palhaçadas de seu presidente - e as coisas estão piorando rapidamente por lá", afirma o jornalista, destacando que Bolsonaro desrespeita frequentemente as recomendações de distanciamento social de autoridades de saúde e incentiva o mesmo comportamento a seus seguidores. "Como resultado, os danos à saúde e à economia provavelmente serão mais severos e mais profundos do que deveriam ter sido", completa.

O texto ainda compara Bolsonaro ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mas diz que o mandatário brasileiro é "muito mais estúpido", sendo esta a avaliação de uma fonte de Rachman ligada ao setor bancário. Prosseguindo nos paralelos entre os líderes, o jornalista britânico cita o que chamou de "obsessão" de ambos pelo uso da cloroquina para o tratamento contra o novo coronavírus, ainda que não haja eficácia comprovada do medicamento no combate à doença. "Bolsonaro forçou o Ministério da Saúde brasileiro a emitir novas diretrizes", comenta o colunista, chamando a decisão de "irresponsável" e "perigosa".

Rachman defende que o não haverá unidade nacional no Brasil enquanto Bolsonaro for presidente. "No estilo populista clássico, ele vive da política da divisão", avalia o jornalista.

Revista Time também critica atuação de Bolsonaro durante pandemia

A revista norte-americana Time publicou, em sua última edição, uma matéria com críticas à atuação do presidente da República, Jair Bolsonaro, ante a pandemia do novo coronavírus no Brasil, que já infectou 363.211 e matou 22.666 pessoas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o País é o novo epicentro da covid-19 no mundo, fato destacado pela revista.

O título do texto é "Brasil começa a perder a luta contra o coronavírus - e o seu presidente está olhando para o outro lado".

Na matéria, a repórter Ciara Nugent conta que a resposta de Bolsonaro durante a crise causa surpresa mesmo em comparação a outros governantes que também menosprezaram o impacto da pandemia.

Como exemplo, Nugent cita o episódio em que Bolsonaro, no dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 10 mil mortes pela covid-19, passeou de jet-ski no Lago Paranoá, em Brasília.

whatsapp-image-2019-09-03-at-19.01.40.jp

Ao trazer uma fala do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), a reportagem evidencia como Bolsonaro pode ser responsabilizado pela expansão da covid-19 no Brasil.

"Com discursos irresponsáveis, quase delinquentes, ele encoraja a população a ocupar as ruas. Ele empurrou muitas pessoas para a morte", disse Virgílio Neto em depoimento resgatado pela revista. "O mandato do Presidente pode ainda sobreviver, mas muitos de seus cidadãos não vão", conclui a matéria.

O texto da Time contextualiza ainda a crise política provocada por Bolsonaro contra governadores que apoiam medidas restritivas para combater a doença, além das demissões de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich do Ministério da Saúde e de seus atritos com o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de interferir na Polícia Federal para proteger familiares.

Moro, ao falar à Time, disse que "há dificuldade no enfrentamento da pandemia no Brasil" por conta da posição "negacionista" do presidente.

OMS suspende teste com cloroquina em pacientes com covid-19

Entidade afirmou que os dados de segurança são revisados pelo conselho de monitoramento

Um ensaio clínico do medicamento contra malária cloroquina em pacientes com a covid-19 foi suspenso por questões de segurança, informou nesta segunda-feira o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/oms-suspende-teste-com-cloroquina-em-pacientes-com-covid-19,52801dba8ddecbebd65869de044e7644l3btouwf.html

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Peidãø Neck disse:

Jornal inglês: Bolsonaro está levando Brasil ao desastre

Artigo do Financial Times defende que o presidente tem responsabilidade pela perda de controle da pandemia no Brasil

A versão digital do Financial Times desta segunda-feira, 25, traz uma coluna do jornalista Gideon Rachman, um dos mais importantes do Reino Unido, com o título "O populismo de Jair Bolsonaro está levando o Brasil ao desastre".

No artigo, Rachman defende que o presidente brasileiro tem responsabilidade pela perda de controle da pandemia no País, na medida em que as respostas do governo federal ao coronavírus têm sido, na avaliação do colunista, "caóticas". "O Brasil já está pagando um preço alto pelas palhaçadas de seu presidente - e as coisas estão piorando rapidamente por lá", afirma o jornalista, destacando que Bolsonaro desrespeita frequentemente as recomendações de distanciamento social de autoridades de saúde e incentiva o mesmo comportamento a seus seguidores. "Como resultado, os danos à saúde e à economia provavelmente serão mais severos e mais profundos do que deveriam ter sido", completa.

O texto ainda compara Bolsonaro ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mas diz que o mandatário brasileiro é "muito mais estúpido", sendo esta a avaliação de uma fonte de Rachman ligada ao setor bancário. Prosseguindo nos paralelos entre os líderes, o jornalista britânico cita o que chamou de "obsessão" de ambos pelo uso da cloroquina para o tratamento contra o novo coronavírus, ainda que não haja eficácia comprovada do medicamento no combate à doença. "Bolsonaro forçou o Ministério da Saúde brasileiro a emitir novas diretrizes", comenta o colunista, chamando a decisão de "irresponsável" e "perigosa".

Rachman defende que o não haverá unidade nacional no Brasil enquanto Bolsonaro for presidente. "No estilo populista clássico, ele vive da política da divisão", avalia o jornalista.

Sem dúvida alguma. Um imbecil que não faz a mínima ideia do que é ser líder de uma nação.

Eu bem que adoraria dizer BEM FEITO PRA ESSA CAMBADA QUE VOTOU NESSE IMBECIL MESMO COM TANTAS DEMONSTRAÇÕES DE QUE ELE ERA UM IMBECIL, mas o problema é que nessa brincadeira eu também estou me fudendo, então, não dá pra rir não.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

E no RJ, busca da PF no Palacio das laranjeiras.

Witzel é um dos investigados.

Porra, tomar grana numa situação dessa é muita sacanagem, ainda mais que é muito óbvio que iriam estar mais ainda de olho nisso.

Nossos corruptos realmente se lixam pro sistema e pro povo.

Edited by parana

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 horas atrás, Peidãø Neck disse:

Colocar dinheiro no País agora deve ser uma tarefa para "especialistas, loucos, oportunistas de longo prazo e aqueles sem outras opções", resumiu o economista Armando Castelar, do Ibre/FGV, em relatório da Gavekal Research, consultoria de investimentos internacional.

Olá,

Fanáticos bolsonaristas em sua grande maioria, não devem ter a menor noção do impacto que isso traz.Aposto que se forem indagados a esse respeito responderão "foda-se, não precisamos de ninguém".

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mais engraçado é o povo que tem o Lula como político de estimação, apontando o dedo e rindo para o Bolsonaro quando ele disse: "E daí". Daí vem o Lula e manda essa "Ainda bem que a natureza criou o corona vírus". 

Sim, amiguinhos, estaríamos bem melhor com o Lula no governo, confiem!

  • Like 2
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Witzel nega participação em esquema de desvios de recursos na Saúde e cita 'interferência' de Bolsonaro

xwitzel.jpg.pagespeed.ic.xLvv9aLWJA.jpg

RIO - O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC-RJ), negou qualquer tipo de envolvimento no esquema de desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência de saúde pública. Na manhã desta terça-feira, dia 26, a Polícia Federal deflagrou a Operação Placebo e esteve no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador. Quinze equipes da PF participaram da ação, que teve a finalidade de apurar os indícios de desvios em hospitais de campanha.

Investigações iniciadas no Rio pela Polícia Civil, pelo Ministério Público Estadual e pelo Ministério Público Federal apontam para a existência de um esquema de corrupção envolvendo uma organização social contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do estado. O ex-subsecretário de Saúde Gabriell Neves foi preso em uma operação em 7 de maio.

"Não há absolutamente nenhuma participação ou autoria minha em nenhum tipo de irregularidade nas questões que envolvem as denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal. Estranha-me e indigna-me sobremaneira o fato absolutamente claro de que deputados bolsonaristas tenham anunciado em redes sociais nos últimos dias uma operação da Polícia Federal direcionada a mim, o que demonstra limpidamente que houve vazamento, com a construção de uma narrativa que jamais se confirmará. A interferência anunciada pelo presidente da República está devidamente oficializada. Estou à disposição da Justiça, meus sigilos abertos e estou tranquilo sobre o desdobramento dos fatos. Sigo em alinhamento com a Justiça para que se apure rapidamente os fatos. Não abandonarei meus princípios e muito menos o Estado do Rio de Janeiro", afirmou o governador em nota oficial.

 

Witzel acompanhou as buscas o tempo todo na residência oficial. Na casa, estavam a mulher e os três filhos — que não presenciaram as buscas. Depois de cerca de três horas, três viaturas da PF e uma da MPF deixaram o local. Os agentes recolheram dezenas de papéis que estavam na sede do governo (Palácio Guanabara) e também na residência oficial. O material foi levado para a sede regional da PF, na Praça Mauá, e depois será encaminhado para o sede da corporação, em Brasília.

Os primeiros indícios de problemas nas contratações de emergência, sem licitação, feitas pela Secretaria estadual de Saúde, no início da pandemia, surgiram na dificuldade de acesso a dados públicos. O fato ocorreu no dia 9 do mês passado. Detectado o problema, a pasta informou que um servidor teria bloqueado o acesso por erro e teria instaurado uma sindicância para apurar as responsabilidades.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, setzer disse:

O mais engraçado é o povo que tem o Lula como político de estimação, apontando o dedo e rindo para o Bolsonaro quando ele disse: "E daí". Daí vem o Lula e manda essa "Ainda bem que a natureza criou o corona vírus". 

Sim, amiguinhos, estaríamos bem melhor com o Lula no governo, confiem!

Sim! Os 2 são bizarros, Bolsonaro e Lula.

 

O mundo da voltas!

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 5/26/2020 at 2:10 PM, setzer said:

O mais engraçado é o povo que tem o Lula como político de estimação, apontando o dedo e rindo para o Bolsonaro quando ele disse: "E daí". Daí vem o Lula e manda essa "Ainda bem que a natureza criou o corona vírus". 

Sim, amiguinhos, estaríamos bem melhor com o Lula no governo, confiem!

Interpretação de texto passou longe, hein amigo.

Só assim pra conseguir defender um Bolsonaro.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
11 minutos atrás, Zappato disse:

Interpretação de texto passou longe, hein amigo.

Só assim pra conseguir defender um Bolsonaro.

Eu não sei se foi um ato de nobreza ou um ato de malandragem o Lula se retratar imediatamente sobre a asneira que falou ...fica no ar ...

Mas na cabeça do gado a isolada fala de Lula tem muito mais peso que as inúmeras falas do boZo sobre o mesmo assunto

E tipo o cara da calça toda cagada escorrendo pelas pernas e :nelson:querer desviar a atenção para aquels e que deu uma freada na calça...

Edited by sonda 2
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
45 minutos atrás, sonda 2 disse:

Eu não sei se foi um ato de nobreza ou um ato de malandragem o Lula se retratar imediatamente sobre a asneira que falou ...fica no ar ...

Mas na cabeça do gado a isolada fala de Lula tem muito mais peso que as inúmeras falas do boZo sobre o mesmo assunto

E tipo o cara da calça toda cagada escorrendo pelas pernas e :nelson:querer desviar a atenção para aquels e que deu uma freada na calça...

E outra: O Lula NÃO É o presidente do Brasil (não que isso seja uma desculpa para falar qualquer merda, mas tem uma diferença de "peso nas falas").

Edited by Peidãø Neck

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Bolsonaro provoca aglomeração em restaurante em Goiás

Apesar de carregar máscara, presidente não usou equipamento de proteção ao trocar apertos de mão e posar para fotos com gados

whatsapp-image-2020-05-12-at-12.27.29-e1

O presidente Jair Bolsonaro foi a uma lanchonete em Abadiânia, em Goiás, a cerca de 120 km de Brasília, para tomar café da manhã na manhã deste sábado, 30. A presença do presidente provocou aglomerações, apesar das recomendações de autoridades sanitárias para a necessidade do isolamento social como medida de contenção ao avanço do novo coronavírus no País.

Bolsonaro carregava consigo uma máscara, mas não a utilizou enquanto trocava apertos de mão e posava para fotos com gados. O presidente ainda pegou uma criança no colo e conversou com pessoas também sem utilizar a máscara. O chefe do Executivo estava acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Nesta sexta-feira, 29, o Brasil registrou pelo quarto dia consecutivo mais de mil mortes por covid-19 em 24 horas e passou a ocupar a quinta posição no ranking mundial de países com mais óbitos pela doença, ultrapassando a Espanha. Foram 1.124 mortes registradas entre quinta-feira e sexta-feira, elevando o total de óbitos pela doença para 27.878 no País. Apenas os Estados Unidos apresentaram, até o momento, mais que três dias seguidos com óbitos superiores a mil entre um dia e outro.

Polícia indicia três gados por agressão contra enfermeiros

Grupo de profissionais da saúde foi atacado enquanto prestava homenagem a colegas mortos pela covid-19 em ato no dia 1º de maio

1588374409808.jpg

A Polícia Civil do Distrito Federal indiciou três gados que agrediram enfermeiros que participavam de um ato pacífico em homenagens aos colegas mortos pela covid-19 no dia 1º de maio, na Praça dos Três Poderes. Os indiciados são duas mulheres, de 20 e 45 anos, e um homem, de 57. Os três vão responder por crimes contra a liberdade individual. O Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi instaurado no 5ªDP (Asa Norte). Os envolvidos podem aguardar a decisão em liberdade.

O ato dos enfermeiros reuniu 60 profissionais da saúde, que pediam melhores condições de trabalho e a manutenção do isolamento social. Eles estavam vestidos de jaleco e com máscaras de proteção e se posicionaram em fileiras, segurando cruzes e respeitando o distanciamento recomendado de pelo menos um metro entre cada um.

A manifestação pacífica foi interrompida por um homem e uma mulher carregando uma bandeira do Brasil. A dupla agrediu física e verbalmente enfermeiras que participavam do ato. Uma delas foi empurrada violentamente pelo gado.

 

 

Edited by Peidãø Neck

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

Quem fica apoiando esse presidente imbecil e participa desses atos, agride e ameaça os outros, depois vai só se "fodendo" por trás dos bastidores, porque não tem foro privilegiado (muito menos "ajudinha de político"). São apenas "idiotas úteis" que vão ser processados e se foder por causa de um imbecil. Bem feito.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, rcaropreso disse:

São apenas "idiotas úteis" .

gado util...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Abin previu aceleração da pandemia e não indicou cloroquina

Órgão de inteligência diz que proporção de casos do Brasil sobre outros países é mais relevante do que aparenta

Nos relatórios enviados ao Palácio do Planalto, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) destacou a alta subnotificação de casos da covid-19 por falta de kits para diagnóstico. O órgão responsável pelas informações reservadas do presidente destacou que há "dúvidas" sobre a proporção de infectados pelo coronavírus em relação a outras complicações respiratórias. Neste cenário, a agência usa a alta de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) para estimar suspeitos da pandemia.

A equipe de inteligência afirmou, no último dia 12, que a proporção dos novos casos do Brasil sobre dados globais é mais relevante do que aparenta. "A participação do Brasil torna-se mais significativa se for considerado que o País tem 10 a 15 vezes menos testes diagnósticos realizados por milhão de habitantes que os demais (países) e, portanto, é provável que os números brasileiros estejam subestimados e sejam de maior proporção do que os apresentados", diz um dos relatórios.

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/abin-previu-aceleracao-da-pandemia-e-nao-indicou-cloroquina,9656edef8ac3d6556e1058a189393c0f3dwi8oix.html

Abin destaca benefício da quarentena e cita subnotificação

Documentos da Agência Brasileira de Inteligência enviados ao Palácio do Planalto contêm relatórios contrários ao discurso do presidente Jair Bolsonaro e alertam o governo, por exemplo, sobre necessidade do isolamento social para conter avanço da doença

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) adota, em documentos endereçados ao Palácio do Planalto e a ministérios, um discurso radicalmente oposto ao do presidente Jair Bolsonaro sobre a pandemia do coronavírus. Um lote de 47 relatórios diários, num total de 950 páginas, alertou o governo sobre a necessidade do isolamento social para conter a doença. Os documentos, obtidos pelo Estadão, também indicaram a falta de leitos de UTI e a elevada subnotificação de casos de infectados e mortes por insuficiência de testes de diagnóstico.

Com datas que vão de 27 de abril a 13 de maio, os relatórios abasteceram o gabinete de Bolsonaro, o Ministério da Saúde e o grupo liderado pelo chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, que acompanha o avanço da pandemia. O Centro de Coordenação de Operação do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 (CCOP), nome oficial do órgão, foi criado em março por Bolsonaro para tirar o protagonismo do então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/abin-destaca-beneficio-da-quarentena-e-cita-subnotificacao,a86f0cc4a2044e152ba7e0a92717096897oftp2j.html

Bolsonaro atrasa promessas no combate à covid-19

Medidas de combate à crise sanitária patinam por falta de liderança e articulação com o Legislativo, dizem especialistas

foto19pri-101-e-crise-a1.jpg

Parte das medidas anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro como forma de combater a pandemia do novo coronavírus está travada há pelo menos 40 dias. A instalação de 2 mil leitos em UTIs, a compra de 3,3 mil respiradores nacionais e a contratação de 6 mil médicos para hospitais universitários foram alguns dos compromissos que o presidente assumiu publicamente entre março e abril e que não saíram do papel. Para analistas, faltam liderança e articulação política ao governo.

https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/bolsonaro-atrasa-promessas-no-combate-a-covid-19,30289d15dc48c4e77383cdcf6d09b830spiuchvx.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 29/05/2020 at 21:39, Zappato disse:

Interpretação de texto passou longe, hein amigo.

Só assim pra conseguir defender um Bolsonaro.

Como se ele e sua quadrilha não estivessem rindo atoa com essa crise toda do corona virus né? Essa "singela" fala não representa nem 1% do que esse lixo de pessoa realmente pensa.

 

Em 29/05/2020 at 21:50, sonda 2 disse:

Eu não sei se foi um ato de nobreza ou um ato de malandragem o Lula se retratar imediatamente sobre a asneira que falou ...fica no ar ...

Mas na cabeça do gado a isolada fala de Lula tem muito mais peso que as inúmeras falas do boZo sobre o mesmo assunto

E tipo o cara da calça toda cagada escorrendo pelas pernas e :nelson:querer desviar a atenção para aquels e que deu uma freada na calça...

Pra mim fala do Lula e de qualquer dos corruPTos não tem peso nenhum. Aliás, sempre só falaram merda. Lula ia para reuniões virado na cachaça e Dilma nem precisava de nada pra só falar asneira (depois de um tempo passou até a ser engraçado).

"Ah mas ele se retratou". Nossa, quanta ombridade vindo de um homem que quebrou o país só para encher seu bolso. 

 

Em 29/05/2020 at 22:33, Peidãø Neck disse:

E outra: O Lula NÃO É o presidente do Brasil (não que isso seja uma desculpa para falar qualquer merda, mas tem uma diferença de "peso nas falas").

Não é presidente, mas já foi por duas vezes, além de possivelmente candidato a futuras eleições presidenciais. 

 

Por fim, Bolsonaro fala muita asneira, SIM! Se ele ficasse calado, metade dos problemas que ele tem, não existiriam. Mas isso não isenta a esquerda das merdas que falam ou fazem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, setzer disse:

Não é presidente, mas já foi por duas vezes, além de possivelmente candidato a futuras eleições presidenciais.

Como você disse "já foi", agora imagina em qualquer parte do mundo um presidente de uma nação no meio de uma grave pandemia mandar "E daí" e logo em seguida engatar uma infame (pra não dizer outra coisa) "piada". Essa frase do Genocida já entrou para a História.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Peidãø Neck said:

Como você disse "já foi", agora imagina em qualquer parte do mundo um presidente de uma nação no meio de uma grave pandemia mandar "E daí" e logo em seguida engatar uma infame (pra não dizer outra coisa) "piada". Essa frase do Genocida já entrou para a História.

Problema não é o que ele diz, é o que ele faz. Autorizar redução dos salários em 70% durante a pior crise de desemprego da história, por exemplo. Isso significa redução permanente do poder de compra geral e agravamento da crise econômica, enquanto torna os mais pobres ainda mais vulneráveis diante da doença.

Velho, assalariado que defende Bolsonaro é o cumúlo da idiotice, da jumentice. Tem mais é que se entupir de cloroquina e morrer de infarto fulminante mesmo.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tomara que as coisas comecem a melhorar. Em alguns países como Italia e Espanha que passaram pelo caos, já se estabilizaram há poucas semanas.

Espero que essa pandemia passe logo.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, Luiz Claw disse:

Tomara que as coisas comecem a melhorar. Em alguns países como Italia e Espanha que passaram pelo caos, já se estabilizaram há poucas semanas.

Espero que essa pandemia passe logo.

Olá,

Nós estamos 3 semanas "atrás" desses países.

Entretanto:

1 - não fizemos o isolamento da forma como eles fizeram.

2 - a desigualdade aqui é muito maior, então as "condições" são diferentes

3 - estamos entrando no inverno quando eles estavam saindo (por aqui, no inverno, principalmente Junho e Julho aumentam as doenças respiratórias)

4 - o Brasil é fisicamente maior e tem múltiplos focos da covid, então ainda estamos na subida da curva. Ainda assim, se os itens anteriores afetarem pouco o comportamento da doença, levará as 3 semanas para se aproximar do pico.

 

As simulações dos modelos que os norte-americanos usam (e eles modificaram para fazer uma análise do Brasil) indicam por volta de 85 mil (otimista) a 125 mil mortes (mais pessimista) mantidas as atuais condições no Brasil, até o mês de Agosto. ENTRETANTO,  a flexibilização já começou e isso afeta as condições iniciais do problema.

Não tenho motivos para estar otimista pelos próximos 3 meses por aqui, infelizmente.

 

E podem xingar mas: O Mandeta em seus primeiros pronunciamentos já havia avisado que essa estabilização da curva cairia por aqui somente em Agosto.

 

E mais: levando-se em conta até a noticia que já postaram aqui, a própria ABIN forneceu relatórios com esses dados pro BOÇAL naro, mas ele preferiu IGNORAR e desqualificar esse serviço de informação porque não disse o que ele queria ouvir. COMO FEZ, ALIÁS, no ano passado, forçando a demissão do Diretor do INPE, quando o instituto forneceu dados sobre queimadas e desmatamentos da Amazonia (que depois foram confirmados por outros institutos e organizações internacionais).

 

Com o nosso "perfil", situação financeira, e o presidente que temos, olha... pra ser otimista nesse momento, preciso de um milagre.

 

 

 

 

 

 

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Zappato disse:

Problema não é o que ele diz, é o que ele faz. Autorizar redução dos salários em 70% durante a pior crise de desemprego da história, por exemplo. Isso significa redução permanente do poder de compra geral e agravamento da crise econômica, enquanto torna os mais pobres ainda mais vulneráveis diante da doença.

 

Como que a empresa vai arcar com uma folha de pagamento estando sem clientes, com renda comprometida parcial ou totalmente por 3 meses nessa altura do campeonato?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...