Jump to content
MR Zumbi

Coronavírus (bagulho ta tenso)

Recommended Posts

Antes essa redução surtice efeito.As empresas tão demitindo aos montes.Em breve veremos o estrago.

O que tá se salvando como sempre é o agronegócio.

Mas pelo mundo, Nissan, Boing, Rolls Royce já picaram a bota geral.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, parana disse:

Antes essa redução surtice efeito.As empresas tão demitindo aos montes.Em breve veremos o estrago.

O que tá se salvando como sempre é o agronegócio.

Mas pelo mundo, Nissan, Boing, Rolls Royce já picaram a bota geral.

E está. Tem muita empresa que está conseguindo se "manter" com isso. E vale lembrar que o governo está complementando parte do salário dos funcionários de empresas que aderiram a esse corte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Zappato disse:

Problema não é o que ele diz, é o que ele faz. Autorizar redução dos salários em 70% durante a pior crise de desemprego da história, por exemplo. Isso significa redução permanente do poder de compra geral e agravamento da crise econômica, enquanto torna os mais pobres ainda mais vulneráveis diante da doença.

Velho, assalariado que defende Bolsonaro é o cumúlo da idiotice, da jumentice. Tem mais é que se entupir de cloroquina e morrer de infarto fulminante mesmo.

 

20 minutos atrás, Snayperskaya disse:

 

Como que a empresa vai arcar com uma folha de pagamento estando sem clientes, com renda comprometida parcial ou totalmente por 3 meses nessa altura do campeonato?

 

É isso que eu queria entender. O que passa na cabeça da galera que pensa que todo "empresário" é um cara milionário a ponto de poder bancar funcionários sem que a empresa possa abrir, ou tendo o faturamento dos últimos meses super prejudicado?

Tem que desmistificar esse negócio que tem na cabeça de muita gente de que "empresário" é aquele cara rico, bem sucedido, que anda de terno e gravata, tem uma Mercedes-Benz e mora numa mansão.

Assalariado que defende ele não é burro não, só tem o mínimo de consciência de que dinheiro para pagar seu salário não cai do céu. Ou a empresa fatura, ou não tem dinheiro para pagar as despesas. É simples assim.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, a grande maioria das pequenas e médias empresas aqui no Brasil trabalham no limite, praticamente sobrevivem,não possuem caixa para segurar 1-2 meses de contas, pagamento de funcionários, etc... Os auxílios do governo não enquadram boa parte das empresas que realmente precisam, por isso muitos vão precisar demitir, fechar as portas, etc... Não é fácil ter empresa no Brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu li que os 2 meses de fôlego que muitas empresas tinham de caixa se esgotaram agora, neste último sábado.

E como bancos estão miguelando empréstimos, ou quebra ou demite.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, rcaropreso disse:

Olá,

Nós estamos 3 semanas "atrás" desses países.

Entretanto:

1 - não fizemos o isolamento da forma como eles fizeram.

2 - a desigualdade aqui é muito maior, então as "condições" são diferentes

3 - estamos entrando no inverno quando eles estavam saindo (por aqui, no inverno, principalmente Junho e Julho aumentam as doenças respiratórias)

4 - o Brasil é fisicamente maior e tem múltiplos focos da covid, então ainda estamos na subida da curva. Ainda assim, se os itens anteriores afetarem pouco o comportamento da doença, levará as 3 semanas para se aproximar do pico.

 

As simulações dos modelos que os norte-americanos usam (e eles modificaram para fazer uma análise do Brasil) indicam por volta de 85 mil (otimista) a 125 mil mortes (mais pessimista) mantidas as atuais condições no Brasil, até o mês de Agosto. ENTRETANTO,  a flexibilização já começou e isso afeta as condições iniciais do problema.

Não tenho motivos para estar otimista pelos próximos 3 meses por aqui, infelizmente.

 

E podem xingar mas: O Mandeta em seus primeiros pronunciamentos já havia avisado que essa estabilização da curva cairia por aqui somente em Agosto.

 

E mais: levando-se em conta até a noticia que já postaram aqui, a própria ABIN forneceu relatórios com esses dados pro BOÇAL naro, mas ele preferiu IGNORAR e desqualificar esse serviço de informação porque não disse o que ele queria ouvir. COMO FEZ, ALIÁS, no ano passado, forçando a demissão do Diretor do INPE, quando o instituto forneceu dados sobre queimadas e desmatamentos da Amazonia (que depois foram confirmados por outros institutos e organizações internacionais).

 

Com o nosso "perfil", situação financeira, e o presidente que temos, olha... pra ser otimista nesse momento, preciso de um milagre.

 

Concordo com quase tudo o que você falou. Mas, um fator que é ruim que pode ser bom é que não fazíamos testes direito. Pode ser que a situação seja pior do que registrada, mas, que já esteja chegando ao ápice.

To olhando o daily cases desse site aqui. To torcendo para essa semana não ser pior do que a semana passada. Se for relativamente igual, já é um bom sinal.

https://gisanddata.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index.html#/bda7594740fd40299423467b48e9ecf6

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, Luiz Claw disse:

 

Concordo com quase tudo o que você falou. Mas, um fator que é ruim que pode ser bom é que não fazíamos testes direito. Pode ser que a situação seja pior do que registrada, mas, que já esteja chegando ao ápice.

To olhando o daily cases desse site aqui. To torcendo para essa semana não ser pior do que a semana passada. Se for relativamente igual, já é um bom sinal.

https://gisanddata.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index.html#/bda7594740fd40299423467b48e9ecf6

Olá,

O pico da curva quem controla somos nós, justamente fazendo o isolamento para reduzir o coeficiente de contaminação. Mas a população brasileira tem diversos complicadores para fazer um bom isolamento (o pior deles é a "má vontade de quem pode mas não quer fazer"). Inclusive não precisa ser 100% de isolamento, os valores sugeridos pelo governo normalmente são os valores calculados.

 

Provavelmente (não fui atrás dos modelos), os 70% que SP estava pedindo eram um "exagero" e o valor ideal se situe em torno dos 50% de isolamento (mas se pedissem 50% a população faria 30%).

 

 

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Snayperskaya disse:

E está. Tem muita empresa que está conseguindo se "manter" com isso. E vale lembrar que o governo está complementando parte do salário dos funcionários de empresas que aderiram a esse corte.

Olá,

Mas as empresas vão demitir assim mesmo, porque elas sabem que o mercado "ao voltar" não vai ter a intensidade de antes.

Se voltarmos ao padrão de consumo de 'X' anos atrás só precisaremos de 'X' produção e empregados.

 

 

5 horas atrás, Axel disse:

Sim, a grande maioria das pequenas e médias empresas aqui no Brasil trabalham no limite, praticamente sobrevivem,não possuem caixa para segurar 1-2 meses de contas, pagamento de funcionários, etc... Os auxílios do governo não enquadram boa parte das empresas que realmente precisam, por isso muitos vão precisar demitir, fechar as portas, etc... Não é fácil ter empresa no Brasil.

Olá,

A reclamação de muitos pequenos e médios é que justamente esse auxílio (e os empréstimos) não estão chegando para eles.

Os bancos estão mais dispostos a emprestar para os grandes (que já são os que precisam menos).

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, rcaropreso disse:

Olá,

O pico da curva quem controla somos nós, justamente fazendo o isolamento para reduzir o coeficiente de contaminação. Mas a população brasileira tem diversos complicadores para fazer um bom isolamento (o pior deles é a "má vontade de quem pode mas não quer fazer"). Inclusive não precisa ser 100% de isolamento, os valores sugeridos pelo governo normalmente são os valores calculados.

Provavelmente (não fui atrás dos modelos), os 70% que SP estava pedindo eram um "exagero" e o valor ideal se situe em torno dos 50% de isolamento (mas se pedissem 50% a população faria 30%).

Eu tenho acompanhado pelos noticiários os malabarismos que os prefeitos e governadores vem fazendo, para tentar conter a propagação do vírus e, ao mesmo tempo, evitar ter que determinar o fechamento geral do comércio, e uma coisa tem ficado bastante clara pra mim, inclusive, é a mesma coisa que eu percebo, quando tenho que sair na rua aqui de minha cidade, para ir ao supermercado ou farmácia (que são os únicos momentos que tenho colocado minha cara pra fora de casa nos últimos 2 meses).

O pior inimigo do Estado, nessa pandemia, não é o vírus, É A POPULAÇÃO. E eu não tô falando das pessoas que não podem seguir o distanciamento social pois precisam trabalhar pra não morrer de fome, eu estou falando de uma outra parte da população, que segundo a impressão que venho tendo com base no que vejo aqui na minha cidade e nas imagens que são mostradas pelos noticiários, se recusa a levar a pandemia a sério e continuam batendo perna pela cidade e se aglomerando como se não houvesse risco nenhum.

Aí, realmente, o distanciamento não vai funcionar nunca.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Sgt. Rock disse:

 

O pior inimigo do Estado, nessa pandemia, não é o vírus, É A POPULAÇÃO. E eu não tô falando das pessoas que não podem seguir o distanciamento social pois precisam trabalhar pra não morrer de fome, eu estou falando de uma outra parte da população, que segundo a impressão que venho tendo com base no que vejo aqui na minha cidade e nas imagens que são mostradas pelos noticiários, se recusa a levar a pandemia a sério e continuam batendo perna pela cidade e se aglomerando como se não houvesse risco nenhum.

Aí, realmente, o distanciamento não vai funcionar nunca.

Realmente, hoje foi o 1° dia de flexibilização de parte do comércio não essencial na minha cidade e olha no que deu !

O centro daqui parecia a 25 de Março... É improvável que tanta gente assim tinha urgência em ir até lá.

https://louveira.portaldacidade.com/m/noticias/regiao/imagens-do-centro-de-jundiai-lotado-na-volta-do-comercio-impressionam-2607

Fora a quantidade de pessoas a máscara, povo sem noção !

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

SP recebe R$ 717 milhões em doações da iniciativa privada para combate ao coronavírus

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1) a arrecadação total de R$ 717 milhões em doações da iniciativa privada. O montante foi obtido junto a 362 empresas do Grupo Empresarial Solidário de São Paulo. Todos os recursos e serviços doados serão aplicados integralmente nas estratégias de contenção dos efeitos da pandemia do novo coronavírus no estado.

“O Grupo Empresarial Solidário já somou R$ 717 milhões em doações para combater o coronavírus e evitar prejuízos ainda maiores aos que estão em situação de pobreza. O montante será utilizado nas ações do Governo para enfrentamento à pandemia do coronavírus, permitindo o atendimento às camadas mais pobres da população”, disse o Governador João Doria.

 

Coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes

 

As reuniões do Grupo Empresarial Solidário de São Paulo são realizadas semanalmente. Somente as doações feitas nesta segunda chegaram a R$ 51 milhões. Somados às arrecadações anteriores, os recursos alcançam o total de R$ 717 milhões.

“Atingir o montante de R$ 717 milhões em doações é um patamar que fica na história como exemplo de solidariedade de empresas, organizações e pessoas que têm bom coração e são generosas com quem mais precisa. Quero agradecer, como Governador de São Paulo, a todos os doadores por este exemplo de solidariedade que fica na história do nosso país”, afirmou Doria.

Todo o processo de recebimento das doações e aplicação dos recursos está sendo auditado pela Pricewaterhouse Coopers Brasil, com apoio da Deloitte na organização dos processos.

Como doar
O Governo de São Paulo tem uma comissão responsável por organizar doações de entes privados e sociedade civil durante a crise do coronavírus. São aceitas doações em dinheiro, serviços e materiais, de acordo com critérios estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde.

O Estado elaborou uma cartilha para orientar doadores a contribuir sem a incidência de impostos. As doações em dinheiro são concentradas no Fundo Social de São Paulo.

Todas as informações estão disponíveis no site http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/doacoes/. Os contatos podem ser feitos pelo WhatsApp (11) 98882-1341 ou pelo e-mail doacaodebens@sp.gov.br.

 

Fonte: https://www.portalr3.com.br/2020/06/sp-recebe-rdollar-717-milhoes-em-doacoes-da-iniciativa-privada-para-combate-ao-coronavirus/

 

Falow!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, rcaropreso disse:

Olá,

A reclamação de muitos pequenos e médios é que justamente esse auxílio (e os empréstimos) não estão chegando para eles.

Os bancos estão mais dispostos a emprestar para os grandes (que já são os que precisam menos).

 

Sim, e isso com certeza se deve ao fato de que provavelmente os bancos querem alguma garantia para realizar o empréstimo. Garantia esta que a maioria das pequenas empresas não tem para dar (o imóvel do comércio, por exemplo, não é do dono, e, sim, alugado, etc). Complicado mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, setzer disse:

 

Sim, e isso com certeza se deve ao fato de que provavelmente os bancos querem alguma garantia para realizar o empréstimo. Garantia esta que a maioria das pequenas empresas não tem para dar (o imóvel do comércio, por exemplo, não é do dono, e, sim, alugado, etc). Complicado mesmo.

Olá,

Quem vai ter que dar garantia para evitar quebradeira é o Estado... e isso já foi falado desde o 1o dia de pandemia por diversos especialistas da área financeira.

Ao invés de trabalhar nessa frente, como sempre, o presidente prefere andar de jet ski, a cavalo, fica passeando e se preparando para dizer "não tenho nada a ver com isso" quando a quebradeira e crise econômica estiver chamando mais a atenção do que a pandemia em si.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Luiz Claw disse:

Não consegui abrir aqui mas acho difícil estabilizar por enquanto. Creio que nos próximos 15 dias teremos um aumento considerável nos números novamente, boa parte do comércio voltou a trabalhar e tem gerado muita aglomeração de pessoas com muito sem noção no meio.

Da uma olhada no nível do pessoal aqui na baixada santista, rola até acampamento: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/videos/v/morador-registrou-pessoas-fazendo-acampamento-em-sao-vicente-sp/8595065/

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, Luiz Claw said:

Sinto dizer, mas o gráfico é dinâmico. Não dá pra comparar com a progressão de outros países.

 

12 hours ago, iceman said:

Realmente, hoje foi o 1° dia de flexibilização de parte do comércio não essencial na minha cidade e olha no que deu !

O centro daqui parecia a 25 de Março... É improvável que tanta gente assim tinha urgência em ir até lá.

https://louveira.portaldacidade.com/m/noticias/regiao/imagens-do-centro-de-jundiai-lotado-na-volta-do-comercio-impressionam-2607

Fora a quantidade de pessoas a máscara, povo sem noção !

 

O problema não é falta de noção, é falta de informação. Se soubessem que essas máscaras de pano só têm 15% de eficiência (sendo otimista), seriam mais cautelosos.

Mas os governos deixam implícito que basta usar máscara que tá tudo sussa, para reabrir o comércio e estimular a saída das pessoas às ruas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Axel disse:

Não consegui abrir aqui mas acho difícil estabilizar por enquanto. Creio que nos próximos 15 dias teremos um aumento considerável nos números novamente, boa parte do comércio voltou a trabalhar e tem gerado muita aglomeração de pessoas com muito sem noção no meio.

Da uma olhada no nível do pessoal aqui na baixada santista, rola até acampamento: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/videos/v/morador-registrou-pessoas-fazendo-acampamento-em-sao-vicente-sp/8595065/

Sim. Mesmo se chegar mesmo no ápice, não significa que deixou de ser perigoso sair na rua. Quando a Itália e Espanha chegaram no ápice, a queda de novos casos foi bem progressiva e devagar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, Luiz Claw said:

Sim. Mesmo se chegar mesmo no ápice, não significa que deixou de ser perigoso sair na rua. Quando a Itália e Espanha chegaram no ápice, a queda de novos casos foi bem progressiva e devagar.

Sim, mas na Europa fizeram um lockdown absurdo e não reabriram o comércio antes do pico da pandemia.

Pra você ter uma ideia, na França o cara tinha que pedir autorização pra sair, ou levaria uma multa de 500 euros. Li um relato de um cara puto porque não conseguia comer ninguém; quando estava na rua de mãos dadas com uma, os policiais mandaram soltar as mãos e ficarem a um metro de distância um do outro (empata fodas do ca****!).

Outra diferença é que os europeus conseguiram conter o vírus em alguns focos e não deixar ele se espalhar indiscriminadamente pelo resto do país. Totalmente o oposto daqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Zappato disse:

Sim, mas na Europa fizeram um lockdown absurdo e não reabriram o comércio antes do pico da pandemia.

Pra você ter uma ideia, na França o cara tinha que pedir autorização pra sair, ou levaria uma multa de 500 euros. Li um relato de um cara puto porque não conseguia comer ninguém; quando estava na rua de mãos dadas com uma, os policiais mandaram soltar as mãos e ficarem a um metro de distância um do outro (empata fodas do ca****!).

Outra diferença é que os europeus conseguiram conter o vírus em alguns focos e não deixar ele se espalhar indiscriminadamente pelo resto do país. Totalmente o oposto daqui.

O pico chegou tipo 7 dias depois do lockdown. Foi bem rápido! Agente não teve lockdown, e o pico demorou pra caralho para chegar - se é que chegou.

Vamo ver como fica durante a semana. Eu posso estar errado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como tudo nesse país, não é falta de informação, é burrice mesmo.

"Finalmente" o COVID chegou aqui na minha cidade (de 4k habitantes). Depois de muito tempo com a prefeitura tentando forçar um isolamento que a população cagou, uma vereadora daqui (que estava cotada para ser lançada candidata), que tentou se aproveitar das medidas de isolamento para politizar contra a administração, foi inteligentemente visitar o irmão imbecil que saiu de São Paulo para ficar em um rancho aqui, sabendo que estava com COVID. A imbecil pegou outra irmã imbecil e foi lá encontrar com o desgraçado.

Resultado, a irmã pegou, laudada por exames, a mulher que trabalha com a desgraça pegou também, mas se recusou a fazer exames em um primeiro momento, e inclusive foi trabalhar no comércio do marido enquanto doente. Enfim, do fim de semana pra cá 4 confirmações, carro de som passando na rua, e o povo continua cagando...

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, Luiz Claw said:

O pico chegou tipo 7 dias depois do lockdown. Foi bem rápido! Agente não teve lockdown, e o pico demorou pra caralho para chegar - se é que chegou.

Vamo ver como fica durante a semana. Eu posso estar errado.

Cara, acho que a situação aí no Rio está tão ruim que no afã de ver um alento você está trocando as informações... Demorou um mês e meio para os casos caírem na Itália e Espanha depois do lockdown.

Afinal, é esse o tempo de desenvolvimento da doença: os mortos de hoje (geralmente) são aqueles que se contaminaram há um mês atrás.

Portanto, impossível lockdown que começa a surtir efeitos em 7 dias.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutes ago, Daileon said:

Como tudo nesse país, não é falta de informação, é burrice mesmo.

"Finalmente" o COVID chegou aqui na minha cidade (de 4k habitantes). Depois de muito tempo com a prefeitura tentando forçar um isolamento que a população cagou, uma vereadora daqui (que estava cotada para ser lançada candidata), que tentou se aproveitar das medidas de isolamento para politizar contra a administração, foi inteligentemente visitar o irmão imbecil que saiu de São Paulo para ficar em um rancho aqui, sabendo que estava com COVID. A imbecil pegou outra irmã imbecil e foi lá encontrar com o desgraçado.

Resultado, a irmã pegou, laudada por exames, a mulher que trabalha com a desgraça pegou também, mas se recusou a fazer exames em um primeiro momento, e inclusive foi trabalhar no comércio do marido enquanto doente. Enfim, do fim de semana pra cá 4 confirmações, carro de som passando na rua, e o povo continua cagando...

Você acabou de dizer que o problema é a politização... Isso só mostra como o exemplo vem de cima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não, eu citei a politização, o problema é a burrice mesmo. Tanto por quem politiza e se expõe (por ser burro) como por quem ignora os riscos (por ser burro).

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 minutos atrás, Zappato disse:

Cara, acho que a situação aí no Rio está tão ruim que no afã de ver um alento você está trocando as informações... Demorou um mês e meio para os casos caírem na Itália e Espanha depois do lockdown.

Afinal, é esse o tempo de desenvolvimento da doença: os mortos de hoje (geralmente) são aqueles que se contaminaram há um mês atrás.

Portanto, impossível lockdown que começa a surtir efeitos em 7 dias.

Olha cara, eu lembro das notícias. Uma coisa é começar a cair o número de novos casos. Outra coisa é cair o suficiente para ser seguro andar na rua. Eu lembro que demorou mais ou menos um mês e meio para liberarem o lockdown. Mas, o primeiro sinal que o número de novos casos começar a diminuir foi em 7 dias.

 

Mesmo diminuindo, não foi uma queda rápida. Como dizer, antes o número de novos casos diários só aumentava. Depois de 7 dias de lockdown, o número de novos casos começou a diminuir, mas ainda sim ficaram alto por um tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
27 minutos atrás, Daileon disse:

Não, eu citei a politização, o problema é a burrice mesmo. Tanto por quem politiza e se expõe (por ser burro) como por quem ignora os riscos (por ser burro).

Cara, as pessoas procuram "pontos que validem a sua opinião", isso vai de artistas até políticos, agora imagina quanto de gente segue essa vereadora que tu citou, e como as ações dela, vão de encontro que essas pessoas querem acreditar, de resto é só tragédia.

Por isso que aqui, @rcaropreso, @sonda 2 @Peidãø Neck @Sgt. Rock dentre muitos outros users, culpamos em muito a atuação do Bozo, não pela sua total incompetência na gestão dessa crise, mas por ser um agente que representa uma boa parcela da população e vem desde do primeiro dia, sendo contrário a tudo que foi feito para tentar minimizar essa pandemia, com isso ele guia muitos, mas muitos mesmo a fazerem as mesmas idiotices, e ai, não é como ser usuário de droga, onde problema é seu, é ferrar com todos da sua região, pois ser torna-se uma arma química ambulante.

Agora imagina se o bozo, mesmo fazendo todas as outras cagadas, fosse a tv e fala-se: fiquem em casa e pelo ele mesmo fosse um modelo em 30 dias, nossa realidade poderia ser outra, afinal temos uma parcela que acreditou desde do 1 dia e teria outra que ficaria confiando no seu governante eleito.

Se isso por si só não é criminoso, na boa, nada é.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...