Jump to content
MR Zumbi

Coronavírus (bagulho ta tenso)

Recommended Posts

Em 16/06/2020 at 11:37, setzer disse:

 

Inversão de valores total nesse país... 

Bora soltar os presos e prender os soltos em casa. Topzera...

Aqui no ABC, precisamente em Mauá, o prefeito Átila, uns 2 anos atrás, foi denunciado por corrupção, e desvio na merenda das crianças.Foi julgado e impichado e posteriormente preso.Até ai beleza.

O ministro Gilmar Mendes tornou tudo isso ai em cima ilegítimo, e devolveu o cargo pro prefeito.

Resultado:esta semana a PF bateu na porta da casa dele de novo, fez busca na prefeitura e encontrou muitos indícios de corrupção e superfaturamento na montagem do hosp de campanha de Mauá.

Ou seja, uma vez ladrão, sempre ladrão.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, parana disse:

Aqui no ABC, precisamente em Mauá, o prefeito Átila, uns 2 anos atrás, foi denunciado por corrupção, e desvio na merenda das crianças.Foi julgado e impichado e posteriormente preso.Até ai beleza.

O ministro Gilmar Mendes tornou tudo isso ai em cima ilegítimo, e devolveu o cargo pro prefeito.

Resultado:esta semana a PF bateu na porta da casa dele de novo, fez busca na prefeitura e encontrou muitos indícios de corrupção e superfaturamento na montagem do hosp de campanha de Mauá.

Ou seja, uma vez ladrão, sempre ladrão.

O Gilmar Mendes é o tipo de pessoa que a gente olha a tonelada de merda que faz e fica imaginando a quantidade de rabo preso que ele pisa em cima pra se manter ali. 

O cara estuda e se especializa em ser calhorda e corrupto profissional na cara de todo mundo e ninguém simplesmente não pode fazer nada.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, Mega. disse:

O Gilmar Mendes é o tipo de pessoa que a gente olha a tonelada de merda que faz e fica imaginando a quantidade de rabo preso que ele pisa em cima pra se manter ali. 

O cara estuda e se especializa em ser calhorda e corrupto profissional na cara de todo mundo e ninguém simplesmente não pode fazer nada.

Olá,

O problema principal do STF é ser praticamente "inatingível" porque os legisladores da constituinte de 1988 simplesmente acreditaram que isso evitaria a politização do STF.

 

O mecanismo de reeleição de cargos do executivo deveria ser extinto (porque agora o candidato eleito do 1o mandato passa 90% do tempo pensando na reeleição) e ministros do STF deveriam passar a ter "mandatos" (longos, mas ainda assim finitos - chuto entre 10 a 15 anos).

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
40 minutos atrás, rcaropreso disse:

Olá,

O problema principal do STF é ser praticamente "inatingível" porque os legisladores da constituinte de 1988 simplesmente acreditaram que isso evitaria a politização do STF.

 

O mecanismo de reeleição de cargos do executivo deveria ser extinto (porque agora o candidato eleito do 1o mandato passa 90% do tempo pensando na reeleição) e ministros do STF deveriam passar a ter "mandatos" (longos, mas ainda assim finitos - chuto entre 10 a 15 anos).

 

O STF é parte de um grande problema que afeta o nosso judiciário, como desembargadores que podem ser escolhidos totalmente pelo Quem indica, não tendo nenhuma qualidade técnica comprovada.
Caso da filha do Fux só para citar um recente no RJ:
https://piaui.folha.uol.com.br/materia/excelentissima-fux/

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, DHX disse:

O STF é parte de um grande problema que afeta o nosso judiciário, como desembargadores que podem ser escolhidos totalmente pelo Quem indica, não tendo nenhuma qualidade técnica comprovada.
Caso da filha do Fux só para citar um recente no RJ:
https://piaui.folha.uol.com.br/materia/excelentissima-fux/

Olá,

O problema de resolver essas tretas todas é que tem que haver um  mínimo de "paz" e consenso para que se possa fazer algo.

 

Ai entra um governo "Bolsonaro" que tem TANTA COISA ERRADA... que fica difícil advogar CONTRA O STF (que também faz coisas erradas). É muito caos e boi na linha.

 

Se fosse um governo menos "zoado" no Executivo, o assunto "ajuste no STF através de leis" poderia ser colocado em pauta e discutido... mas nesse momento e até o final do governo atual, tudo será visto como "retaliação e guerra entre os poderes".

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, rcaropreso disse:

Olá,

O problema de resolver essas tretas todas é que tem que haver um  mínimo de "paz" e consenso para que se possa fazer algo.

 

Ai entra um governo "Bolsonaro" que tem TANTA COISA ERRADA... que fica difícil advogar CONTRA O STF (que também faz coisas erradas). É muito caos e boi na linha.

 

Se fosse um governo menos "zoado" no Executivo, o assunto "ajuste no STF através de leis" poderia ser colocado em pauta e discutido... mas nesse momento e até o final do governo atual, tudo será visto como "retaliação e guerra entre os poderes".

 

Na boa, abrindo meu voto no primeiro turno em 2018 eu fui no Amoedo. Acho que seria bem essa linha de conciliação que você falou aí.

E tinham outros candidatos melhores  para um segundo turno mais razoável mas a merda da polarização colocou os dois piores candidatos e por saber que manter o PT era manter uma merda que precisava de dar descarga a tanto tempo que a maioria inclusive eu deram um voto para o Bolsonaro...

O certo era o Aécio ter ganhado em 2014 e ficar alternando PSDB / PT pela eternidade com o PMDB gerenciando todo o esquema. A engrenagem do sistema brasileiro precisa da graxa da corrupção para funcionar bem pra todo mundo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

São Paulo já pode passar de 1 milhão de infectados, mostra inquérito da prefeitura

Testes que estão sendo feitos na população por sorteio mostram que cidade pode ter dez vezes mais caso do que os já registrados

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/06/sao-paulo-ja-pode-passar-de-1-milhao-de-infectados-mostra-inquerito-da-prefeitura.shtml

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, MR Zumbi disse:

São Paulo já pode passar de 1 milhão de infectados, mostra inquérito da prefeitura

Testes que estão sendo feitos na população por sorteio mostram que cidade pode ter dez vezes mais caso do que os já registrados

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2020/06/sao-paulo-ja-pode-passar-de-1-milhao-de-infectados-mostra-inquerito-da-prefeitura.shtml

Aqui o secretário estadual de saúde disse que o oico já passou...tão oraticamente empurrando com a barriga prá aliviar a economia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vocês viram que já vão fechar o hospital de campanha do Pacaembu?

Pandemia: um negócio da China! (em todos os sentidos)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, setzer disse:

Vocês viram que já vão fechar o hospital de campanha do Pacaembu?

Pandemia: um negócio da China! (em todos os sentidos)

Olá,

O Hospital de Campanha de Minas foi construído e não foi aberto até hoje.

Detalhe: agora que está aumentando a ocupação, começou a pressão para abrir e aí chegou o "Veja Bem": o hospital de campanha em questão NÃO TEM LEITOS DE UTI para os casos graves, somente tem enfermarias.

 

https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/hospital-de-campanha-em-bh-não-tem-data-para-abrir-ocupação-de-utis-em-minas-bate-recorde-1.792412

"Pronto para funcionar há dois meses, o Hospital de Campanha do Expominas, no bairro Gameleira, região Oeste de Belo Horizonte, segue sem data para ser aberto. O centro médico de retaguarda, que não tem leitos de terapia intensiva, está apto a receber 768 pacientes com casos menos graves da Covid-19. Segundo o Estado, o local será utilizado apenas em 'momento muito avançado' da pandemia. Nesta terça-feira (23), Minas alcançou o recorde de 90,66% de ocupação dos leitos de UTI. "

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o centro médico de retaguarda foi dimensionado para funcionamento de baixa complexidade, o que significa que ele é preparado para casos menos graves da doença causada pelo novo coronavírus. Ao todo, são 768 vagas, divididas em três blocos: Amarelo, já pronto, com 260 leitos de enfermagem e 28 de estabilização; Azul, com 220 vagas de enfermaria; e Verde, com outros 260 leitos. Esses dois últimos blocos, porém, só serão ativados em caso de necessidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, rcaropreso disse:

Olá,

O Hospital de Campanha de Minas foi construído e não foi aberto até hoje.

Detalhe: agora que está aumentando a ocupação, começou a pressão para abrir e aí chegou o "Veja Bem": o hospital de campanha em questão NÃO TEM LEITOS DE UTI para os casos graves, somente tem enfermarias.

 

https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/hospital-de-campanha-em-bh-não-tem-data-para-abrir-ocupação-de-utis-em-minas-bate-recorde-1.792412

"Pronto para funcionar há dois meses, o Hospital de Campanha do Expominas, no bairro Gameleira, região Oeste de Belo Horizonte, segue sem data para ser aberto. O centro médico de retaguarda, que não tem leitos de terapia intensiva, está apto a receber 768 pacientes com casos menos graves da Covid-19. Segundo o Estado, o local será utilizado apenas em 'momento muito avançado' da pandemia. Nesta terça-feira (23), Minas alcançou o recorde de 90,66% de ocupação dos leitos de UTI. "

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o centro médico de retaguarda foi dimensionado para funcionamento de baixa complexidade, o que significa que ele é preparado para casos menos graves da doença causada pelo novo coronavírus. Ao todo, são 768 vagas, divididas em três blocos: Amarelo, já pronto, com 260 leitos de enfermagem e 28 de estabilização; Azul, com 220 vagas de enfermaria; e Verde, com outros 260 leitos. Esses dois últimos blocos, porém, só serão ativados em caso de necessidade.

No Amazonas também vai ser desativado e no Rio de Janeiro, segundo estudos, é menos prejuizo ao estado interromper as obras do que inaugurar...visto os oceanos de $$ que já foi usado.

Mas alguns irão dizer:

"Não!!! Mas olha...melhor sobrar do que faltar!!

Pandemia!!morte!! Ahhhhh"

Mas esquece que esse $$ vai fazer muita falta prá outras áreas do pais..

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foda é que os políticos mais uma vez aproveitaram para super faturar. Tá difícil assim...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tomara que o povo lembre desses fatos na hora de eleger os próximos governadores dos estados. Em SP tenho certeza que esse Doria não se elege mais para nada. Mas também já deve ter embolsado tudo que queria mesmo. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, setzer disse:

Tomara que o povo lembre desses fatos na hora de eleger os próximos governadores dos estados. Em SP tenho certeza que esse Doria não se elege mais para nada. Mas também já deve ter embolsado tudo que queria mesmo. 

Doria e esse Bruno das covas.

Dois imbecis que fuderam o povão geral.Interior e capital.

Incrível que tem gente ainda que acredita que a preocupação era 'salvar vidas".

PQP!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Brasil deve passar de 166 mil mortes por covid-19 em outubro

América Latina pode chegar a quase 390 mil, tendo Brasil e México como responsáveis por dois terços delas

gbyPET1Pg-HH1beOWlcZC3tu9kN3flPhvN9lTQn6

O número de mortes por coronavírus na América Latina deve chegar a 388.300 em outubro, com Brasil e México sendo responsáveis por dois terços das mortes, conforme outros países da região limitem seus surtos, disseram pesquisadores nesta quarta-feira, 25.

A região emergiu como um novo epicentro global para a pandemia em rápida expansão, conforme as mortes ultrapassaram 100.000 pessoas nesta semana e os casos triplicaram de 690.000 há um mês para 2 milhões.

Altos níveis de pobreza e grandes setores informais --o que significa que muitos trabalhadores não podem ficar em quarentena-- combinaram-se com a superlotação nas cidades e cuidados de saúde públicos inadequados, particularmente em comunidades rurais isoladas, para atrapalhar a luta da América Latina para conter o contágio.

O Brasil deve exceder 166.000 mortes e o México 88.000, de acordo com a previsão do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME) da Universidade de Washington.

Os líderes do Brasil e do México estão sendo castigados por não levarem o vírus a sério o suficiente e pressionarem pela reabertura de suas economias antes que o vírus tivesse sido domado.

"O Brasil está em um momento sombrio. A menos que e até que o governo tome medidas sustentadas e aplicadas para retardar a transmissão, o país continuará sua trágica trajetória ascendente de infecções e mortes", afirmou o diretor do IHME, dr. Christopher Murray.

Ao mesmo tempo que o presidente Jair Bolsonaro continua minimizando a gravidade da crise da saúde, o Brasil atingiu nesta quarta-feira 1.188.631 casos confirmados e 53.830 mortes.

Os pesquisadores do IHME alertaram que a perda de vidas poderia aumentar ainda mais do que a previsão já sombria se as diretrizes sobre o uso de máscaras e o distanciamento social forem relaxados.

No pior cenário, o número de mortos pela Covid-19 pode chegar a 340.476 pessoas no Brasil e 151.433 no México, segundo o relatório.

A previsão é que Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala e Peru tenham mais de 10.000 fatalidades. Em contraste, 15 países, incluindo Paraguai, Uruguai e Belize, devem registrar menos de 1.000 mortes cada.

"Vários países latino-americanos estão enfrentando trajetórias explosivas, enquanto outros estão segurando as infecções efetivamente", disse Murray.

A transmissão pode ser reduzida pela metade em comunidades onde as pessoas estão usando máscaras ao sair de casa, de acordo com o IHME.

"O aumento de testes e o uso de máscaras são ferramentas importantes para reduzir o número dessa pandemia no México, além de manter distância saudável", disse o dr. Rafael Lozano, diretor de Sistemas de Saúde do IHME.

Se o uso de máscaras subir para 95%, o Brasil poderá ver apenas 147.431 mortes e o número previsto de mortes no México poderá cair para 79.652, disseram os pesquisadores.

Governo volta atrás e admite alta de casos da covid-19

Alta é verificada na semana epidemiológica 25, que se encerrou em 20 de junho, sobre a anterior

Após afirmar que o Brasil parecia caminhar para uma "estabilização" de casos e óbitos da covid-19, o Ministério da Saúde reconheceu nesta quarta-feira, 24, que os números da pandemia seguem crescendo.

"A gente tinha falado que parecia que a curva tenderia a certa estabilização, ou diminuição do número de casos. A gente vê que nesta semana tivemos aumento significativo de casos novos", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, em entrevista à imprensa.

Na última quinta-feira, 18, o mesmo secretário havia dito que a curva de casos dava a "entender que estamos entrando em um platô, que a inclinação da curva se encaminha para uma estabilidade".
 
Edited by Peidãø Neck

Share this post


Link to post
Share on other sites
54 minutos atrás, Peidãø Neck disse:

Brasil deve passar de 166 mil mortes por covid-19 em outubro

América Latina pode chegar a quase 390 mil, tendo Brasil e México como responsáveis por dois terços delas

gbyPET1Pg-HH1beOWlcZC3tu9kN3flPhvN9lTQn6

O número de mortes por coronavírus na América Latina deve chegar a 388.300 em outubro, com Brasil e México sendo responsáveis por dois terços das mortes, conforme outros países da região limitem seus surtos, disseram pesquisadores nesta quarta-feira, 25.

A região emergiu como um novo epicentro global para a pandemia em rápida expansão, conforme as mortes ultrapassaram 100.000 pessoas nesta semana e os casos triplicaram de 690.000 há um mês para 2 milhões.

Altos níveis de pobreza e grandes setores informais --o que significa que muitos trabalhadores não podem ficar em quarentena-- combinaram-se com a superlotação nas cidades e cuidados de saúde públicos inadequados, particularmente em comunidades rurais isoladas, para atrapalhar a luta da América Latina para conter o contágio.

O Brasil deve exceder 166.000 mortes e o México 88.000, de acordo com a previsão do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME) da Universidade de Washington.

Os líderes do Brasil e do México estão sendo castigados por não levarem o vírus a sério o suficiente e pressionarem pela reabertura de suas economias antes que o vírus tivesse sido domado.

"O Brasil está em um momento sombrio. A menos que e até que o governo tome medidas sustentadas e aplicadas para retardar a transmissão, o país continuará sua trágica trajetória ascendente de infecções e mortes", afirmou o diretor do IHME, dr. Christopher Murray.

Ao mesmo tempo que o presidente Jair Bolsonaro continua minimizando a gravidade da crise da saúde, o Brasil atingiu nesta quarta-feira 1.188.631 casos confirmados e 53.830 mortes.

Os pesquisadores do IHME alertaram que a perda de vidas poderia aumentar ainda mais do que a previsão já sombria se as diretrizes sobre o uso de máscaras e o distanciamento social forem relaxados.

No pior cenário, o número de mortos pela Covid-19 pode chegar a 340.476 pessoas no Brasil e 151.433 no México, segundo o relatório.

A previsão é que Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala e Peru tenham mais de 10.000 fatalidades. Em contraste, 15 países, incluindo Paraguai, Uruguai e Belize, devem registrar menos de 1.000 mortes cada.

"Vários países latino-americanos estão enfrentando trajetórias explosivas, enquanto outros estão segurando as infecções efetivamente", disse Murray.

A transmissão pode ser reduzida pela metade em comunidades onde as pessoas estão usando máscaras ao sair de casa, de acordo com o IHME.

"O aumento de testes e o uso de máscaras são ferramentas importantes para reduzir o número dessa pandemia no México, além de manter distância saudável", disse o dr. Rafael Lozano, diretor de Sistemas de Saúde do IHME.

Se o uso de máscaras subir para 95%, o Brasil poderá ver apenas 147.431 mortes e o número previsto de mortes no México poderá cair para 79.652, disseram os pesquisadores.

Governo volta atrás e admite alta de casos da covid-19

Alta é verificada na semana epidemiológica 25, que se encerrou em 20 de junho, sobre a anterior

Após afirmar que o Brasil parecia caminhar para uma "estabilização" de casos e óbitos da covid-19, o Ministério da Saúde reconheceu nesta quarta-feira, 24, que os números da pandemia seguem crescendo.

"A gente tinha falado que parecia que a curva tenderia a certa estabilização, ou diminuição do número de casos. A gente vê que nesta semana tivemos aumento significativo de casos novos", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, em entrevista à imprensa.

Na última quinta-feira, 18, o mesmo secretário havia dito que a curva de casos dava a "entender que estamos entrando em um platô, que a inclinação da curva se encaminha para uma estabilidade".
 

Olá,

Os líderes do Brasil e do México estão sendo castigados por não levarem o vírus a sério o suficiente e pressionarem pela reabertura de suas economias antes que o vírus tivesse sido domado.

 

Exato... mesmo em SP quando deram a entender lá trás, no inicio , que iriam seguir a linha do isolamento seguido de lockdown... bastou umas duas semanas pra ver que o Doria e o Covas entraram no modo "limite da gambiarra" fazendo de tudo exceto o lockdown (mantendo serviços essenciais e fiscalizando MUITO as coisas erradas).

Só gambiarra: adiantar feriado, fazer rodizio zoado, manda fechar (mas se abrir não tem problema), só putaria... não adiantou.

No resto do país isso também foi menosprezado "Aqui não tem nada não esquenta"... com a subnotificação, na hora em que aparece o 1o caso, já é tarde.

 

AGORA... vão ficar "remediando" e o Brasil vai ficar no EFEITO SANFONA: abre um pouquinho, FECHA de novo... abre um pouquinho, FECHA de novo.

ECONOMICAMENTE, isso é MUITO, MAS MUITO mais desastroso do que um lockdown no inicio seguido de abertura controlada e gradual.

 

Como aqui o povo não colabora em quase nada (precisei sair de carro duas vezes esta semana, é ABSURDA a quantidade de pessoas sem máscara e amontoadas pelas ruas, e são pessoas que PODEM COMPRAR E USAR MASCARAS, no mínimo)... se não sair realmente uma VACINA , a coisa vai ficar feia por muito tempo.

 

Os modelos do "Mandetta" (Ministerio da Saude) previam que a curva iria amenizar entre julho e agosto (e acredito que aquele modelo estava "supondo" um comportamento mais adequado frente a pandemia, como ele ficava martelando nas coletivas diárias dele).

 

Antes que venham postar "Mandetta é político mimimi"... deixo claro: o que ele fez DEPOIS que saiu do governo é "política" mesmo, e não voto nele. MAS CONCORDAVA COM A POSIÇÃO DELE QUANDO ELE A APRESENTAVA NAS COLETIVAS DIÁRIAS. Mesmo tendo as falhas (compra de equipamentos testes etc), mas a LINHA que ele queria seguir é a que eu concordo.

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Economistas criticam Bolsonaro e citam atuação imperdoável

Posição do presidente em defender a reabertura do comércio e a extinção de medidas restritivas não foram bem vistas

2020-06-09T201847Z_1_LYNXMPEG581VS_RTROP

Economistas que participaram na segunda-feira, 29, do painel sobre futuro da economia no Brazil Forum UK 2020 afirmaram que, neste momento, não dá para escolher entre economia e saúde. Segundo eles, a atuação do presidente Jair Bolsonaro, ao defender a reabertura do comércio e a extinção de medidas restritivas para possibilitar a retomada da economia, é "imperdoável".

Na visão do economista e professor do King's College London Alfredo Saad-Filho, as "raízes" do impacto da pandemia no País têm relação com a desigualdade brasileira e com "o descaso deliberado do governo" ao lidar com a questão. Saad-Filho cita "a tentativa deliberada de se manter a atividade econômica a partir de um ponto de vista de que, para se manter o nível da renda, valeria a pena sacrificar vidas".

Com um ministro interino na Saúde, o Brasil somava, até às 19h30 desta segunda, 57.658 mortes por covid-19, conforme Consórcio de imprensa. Segundo Saad-Filho, o governo brasileiro abriu mão de suas responsabilidades com a população. "A psicopatia impede os níveis mais altos de governo de olhar para o outro, de cuidar do seu, de tratar da população. Estamos lidando com um desastre que poderia ter sido evitado. Isso, ao meu ver, é imperdoável."

Zeina Latif, colunista do Estadão e ex-economista chefe da XP, avalia que "faltou articulação (do governo) com os Estados" no enfrentamento à pandemia. Citando um cenário em que nenhuma medida tivesse sido tomada, Zeina afirma que "a contaminação seria muito rápida", com consequências duras. "Isso poderia gerar crise social, distúrbios, e de qualquer forma ia acabar impactando a economia pelas mortes, pela mão de obra que você perde, pelo caos social, pelo medo das pessoas".

Segundo ela, é importante ter em vista este cenário extremo, senão podemos acabar "confundindo a análise, achando que o isolamento causa a crise, e não exatamente a doença".

Para infectologista da SBI, 'o que melhora a economia é o controle do vírus'

Especialista acredita que decisão de abertura no DF mostra que cientistas já perderam a guerra contra a covid-19

"Estamos vivendo uma tragédia incompreensível", afirmou o médico infectologista José David Urbaéz, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) em Brasília, ao comentar a decisão do governo do Distrito Federal (DF) de retomada das atividades normais nos próximos dias. "É um absurdo, o que está acontecendo. Estamos vivendo numa realidade paralela, que não se pode entender. Não existe essa dicotomia entre economia e saúde", afirmou o médico. "Isso é falso", declarou.

Para o infectologista, o País está vivendo "uma tragédia" que já tem 60 mil mortes, mais do que a perda de vidas dos EUA na guerra do Vietnã, que contou 58 mil mortes, lembrou. "Observe as ações políticas não estão alinhadas com as evidências científicas", argumentou Urbaéz. Ele afirmou ainda que no caso do novo coronavírus "a única forma" de prevenção e de redução de mortes "é a manutenção as pessoas em casa" para que aquelas que eventualmente estão contaminadas não transmitam a doença. "E garantindo para as pessoas com maior vulnerabilidade apoio financeiro", argumentou.

Pessimista em relação à evolução da pandemia no País, Urbaéz acredita que a reabertura de atividades na sociedade vai levar ao um agravamento da doença. "Os especialistas que conhecem medicina e trabalham com a ciência têm alertado para o agravamento do quadro e mostrado que qualquer abertura somente poderia ser feita depois de haver uma queda sustentável nos casos e nas mortes", asseverou o médico. "O que melhora a economia é o controle do vírus", protestou. Para ele, a estratégia deveria seguir a compreensão de manter 75% da população, pelo menos, em casa e, com isso, permitir que o vírus fosse extinto nas pessoas em isolamento. "O vírus se alimenta de circulação das pessoas", insistiu o infectologista, destacando que "qualquer pessoa séria sabe disso".
 
Ele criticou ainda a decisão governista de apostar na liberação dos testes de sorologia. "Isso não serve para diagnóstico", explicou. Ele disse que o teste que funciona para diagnóstico da doença é o PCR, que detecta o vírus. "Testes de sorologia servem para outra coisa, para estudos de prevalência", criticou. "Mas do que adianta isso agora se não se sabe o que fazer com isso?", questionou.

Segundo Urbaéz, é lamentável que o Brasil esteja fazendo também o desmonte dos programas de saúde da família, que já foram reconhecidos como medicina de ponta do País, usada no controle de epidemias. "Isso segue o que está ocorrendo também nos Estados Unidos" onde, segundo ele, há o esvaziamento do que já foi "uma catedral para nós". O médico se referia ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, em Atlanta, que reunia expertise em doenças como zika, H1N1, e outras. "O CDC foi desmontado". E finalizou: "Nós estamos fracassando", disse o cientista. "Perdemos a guerra contra o vírus", desabafou.

Europa confirma que brasileiros serão barrados em reabertura

União Europeia permitiu que cidadãos de 14 países realizem viagens não essenciais para o bloco; Uruguai é único país permitido na América do Sul

https://www.terra.com.br/noticias/mundo/europa-confirma-que-brasileiros-serao-barrados-em-reabertura,8c2da033c460bdfc04fe52e3c20c7561dl1bwcjd.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Fui corongado...

Acusou reativo Com anticorpos...

Edited by sonda 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, sonda 2 disse:

Fui corongado...

Acusou reativo Com anticorpos...

Olá,

Boa sorte, fique atento.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, sonda 2 disse:

Fui corongado...

Acusou reativo Com anticorpos...

 

Você fez o teste de sangue ou aquele pelo nariz? 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sangue...fiquei uma semana baleado mas me recuperei foi ha um mes...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Engraçado como cada indivíduo reage de uma forma, meu gerente pegou Covid e quase conheceu Jesus, ficou internado na UTI por mais de 15 dias, já teve alta e está se recuperando em casa, graças a Deus.

Eu tenho quase certeza que peguei também no final de março, fiquei ruim mas passou em uma semana ficando em casa, o hospital que fui atendido, apesar de todo o protocolo não quis me testar pois alegaram que não tinham testes suficientes e meu caso não era grave.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Neo disse:

Engraçado como cada indivíduo reage de uma forma, meu gerente pegou Covid e quase conheceu Jesus, ficou internado na UTI por mais de 15 dias, já teve alta e está se recuperando em casa, graças a Deus.

Eu tenho quase certeza que peguei também no final de março, fiquei ruim mas passou em uma semana ficando em casa, o hospital que fui atendido, apesar de todo o protocolo não quis me testar pois alegaram que não tinham testes suficientes e meu caso não era grave.

Olá,

Esse é o problema, não tem um quadro completamente fechado. Embora o grupo de risco seja o pessoal de mais idade, ainda assim a reação de cada um é diferente e é por isso que tem que tomar cuidado extra.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 30/06/2020 at 21:38, sonda 2 disse:

Fui corongado...

Acusou reativo Com anticorpos...

Te cuida!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...