Jump to content
Sign in to follow this  
Zappato

Após 48 anos, Sony vai fechar fábrica de TV, câmeras e áudio no Brasil

Recommended Posts

Quote

A Sony fechará a sua fábrica em Manaus e deixará de vender TVs, câmeras e produtos de áudio no País a partir de março de 2021. A informação consta em um comunicado enviado pela fabricante japonesa a parceiros, incluindo varejistas, o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) e o governo estadual local - o Estadão teve acesso ao documento.

No comunicado, a empresa afirma que a decisão ocorre "considerando o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios". A companhia ainda reafirma que outras de suas quatro divisões (Games, Soluções Profissionais, Music e Pictures Entertainment) continuarão a atuar no Brasil.

Apesar do fechamento da fábrica, a Sony também afirma que manterá operações locais para "oferecer todo suporte ao consumidor para os produtos sob a sua responsabilidade comercial de acordo com as leis aplicáveis e sua política de garantia de produtos". As vendas de PlayStation, que já não contavam com fabricação local, devem continuar por meio de distribuidoras.

 

No final da manhã desta terça, 15, a Sony confirmou o encerramento das operações e as outras informações na nota enviada aos parceiros. Além disso, acrescentou: "A Sony está tomando todas as medidas necessárias e está muito comprometida como

empresa em empenhar seus esforços para garantir todos os direitos, o melhor tratamento e cuidados especiais aos seus colaboradores".

Tanto no comunicado oficial quanto no comunicado enviado pela companhia ao Cieam e ao governo do Estado do Amazonas não há detalhes sobre como ficarão os trabalhadores da indústria. Nas contas do mercado, são entre 300 a 400 empregados na companhia na Zona Franca de Manaus. Wilson Périco, presidente do Cieam, informa que tem reunião marcada com a empresa na quarta, 16, e que a companhia já havia solicitado o encontro na semana passada com a direção do Cieam, mas sem especificar qual seria o tema.

Competição

Périco, presidente do Cieam, aponta três motivos que explicam a decisão da Sony de sair da linha de áudio e vídeo, repetindo um movimento que foi feito pela Philips cinco anos atrás.

O primeiro fator seria a forte concorrência de outros fabricantes asiáticos, com a perda de participação de mercado que já vinha ocorrendo nos últimos anos. "Coreanos e chineses não são fáceis. Samsung e LG nadam de braçada e há outras chinesas produzindo bastante também." A escala de produção dessas empresas, faz com que os custos de produção sejam muito agressivos e isso dificulta a concorrência, observa Périco.

Somado à escala, ele, ressalta a rapidez da evolução tecnológica do setor. Empresas que estão ligadas a centro tecnológicos da Coreia e da China têm mais facilidade para acompanhar esse mercado com maior velocidade, observa o presidente do Cieam.

Outro fator apontado por Périco para a saída da Sony é a grande incerteza no ambiente de negócios que há no País. "Temos, a todo instante, a equipe econômica falando que quer baixar imposto de importação e abrir o mercado." Em conversas que o executivo teve com o governo, ele alertou que o que há no setor eletroeletrônico grandes multinacionais produzindo localmente. Isso significa, segundo o presidente do Cieam, que o corte de imposto não é de todo modo ruim para essas empresas. "O que eles mais querem é sair da insegurança jurídica, da instabilidade política e passar atender ao mercado brasileiro produzindo fora, gerando emprego fora."

Novo recuo

Esse não é o primeiro movimento de recuo importante da gigante japonesa no Brasil. Em abril do ano passado, a marca abandonou o mercado de smartphones. Na época, Kenichiro Hibi, presidente da Sony Brasil, afirmou ao Estado: "Paramos o nosso negócio de celular no Brasil por um tempo como parte de nossa estratégia. Aqui no País existem marcas muito grandes, a maior parte de venda de aparelhos é de categoria econômica, e nosso foco é em linhas premium". Após abandonar os celulares, o foco da companhia seria nas TVs e produtos de áudio.

Apesar de ter resultados positivos com a venda de games em todo o mundo, a Sony alertou em maio investidores que previa uma queda de 30% no lucro global devido ao coronavírus, puxada pela queda na demanda de TVs e sensores de câmeras.

Evidentemente é uma tendência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Zappato disse:

Evidentemente é uma tendência.

Olá,

Seu comentario me deixa na duvida: se a tendencia é "empresas deixarem o brasil" ou se "determinadas empresas deixarem certos setores de tecnologia", já que ambos estão acontecendo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claramente é uma tendência mundial. As fabricantes japonesas de eletrônicos perderam muito mercado com o crescimento das coreanas, e agora as chinesas estão vindo como avalanche. Hoje as maiores fabricantes de TVs são chinesas, e a xiaomi e a huawei (essa segunda pelo menos por enquanto) uma das maiores fabricantes de smartphones.

No Brasil a maioria da população só consomem os aparelhos de entrada (principalmente devido ao alto preço de tudo), e os aparelhos da sony nunca foram baratos em lugar nenhum, muito menos no Brasil, aí não tem como competir mesmo.


Prevejo as japonesas abandonando o mercado de eletrônicos daqui a alguns anos, focando apenas em componentes do que um aparelho completo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 hours ago, rcaropreso said:

Olá,

Seu comentario me deixa na duvida: se a tendencia é "empresas deixarem o brasil" ou se "determinadas empresas deixarem certos setores de tecnologia", já que ambos estão acontecendo.

Ah sim, me expressei mal.

É os dois, mas empresas de setores diversos, tanto na indústria como no varejo, estão abandonando o Brasil por causa da crise.

Pra agravar o problema o governo de plantão promete zerar impostos de importação e foder ainda mais a situação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Zappato disse:

Ah sim, me expressei mal.

É os dois, mas empresas de setores diversos, tanto na indústria como no varejo, estão abandonando o Brasil por causa da crise.

Pra agravar o problema o governo de plantão promete zerar impostos de importação e foder ainda mais a situação.

Olá,

 

O Governo está cagando em pilhas...

Zerou imposto de importação, mas achei que era só pra arroz... Não sei o resto.

 

Pau No Jegues queria congelar aposentadorias e desvincula-las do salário mínimo, para criar o tal renda Brasil. Pegou tão mal que o bolsonaro cancelou o projeto.

 

Pau No Jegues quer fechar o cerco em cima de aposentados e PCD's... Pegou tão mal que bolsonaro teve que se explicar ontem com a história do tal cartão vermelho.

 

Até parece que o ministro da economia faz essas coisas sem o chefe saber. Ele sabe mas espera a repercussão da ideia. Quando é aceita ele corre na internet dizendo que é o pai da idéia.

 

Quando é repudiada ele corre na internet dizendo que é contra e nem sabia.

 

É patético e investidores e empresas sérias já perceberam o engodo que é esse governo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Jin Kazama disse:

Claramente é uma tendência mundial. As fabricantes japonesas de eletrônicos perderam muito mercado com o crescimento das coreanas, e agora as chinesas estão vindo como avalanche. Hoje as maiores fabricantes de TVs são chinesas, e a xiaomi e a huawei (essa segunda pelo menos por enquanto) uma das maiores fabricantes de smartphones.

No Brasil a maioria da população só consomem os aparelhos de entrada (principalmente devido ao alto preço de tudo), e os aparelhos da sony nunca foram baratos em lugar nenhum, muito menos no Brasil, aí não tem como competir mesmo.


Prevejo as japonesas abandonando o mercado de eletrônicos daqui a alguns anos, focando apenas em componentes do que um aparelho completo.

A sony foi referência me qualidade tecnologia até os anos 2000, com a entrada das TVs Plasma/LCD ela se deu mal demais. Produtos com qualidade inferior, para quem reinou na época das tubão foi uma queda drástica. Simplesmente a televisão não valia o preço cobrado.

Receivers, decidiu só focar no tamanho, aparelhos de som em geral só tinham grave distorcido... Ela entrou na onda das populares com preço elevado e deu errado.

Notebook Vaio era status de quase Apple...

Principalmente década de 90 aparelho Sony era sinônimo de qualidade e durabilidade e isso se perdeu.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concorrer aqui dentro com Samsung e LG é tarefa quase que impossível.

Eu acho até que demorou pra isso acontecer.

Mas que não é uma notícia boa, isso não é. Não que a Sony representasse alguma concorrência para essas duas, mas permitir que elas fiquem dominando o mercado, sozinhas, não é nada bom para nós consumidores.

Não deve demorar muito pra Sony desistir do mercado de notebooks também. Num futuro não muito distante, eu acho que o único produto que a Sony vai ter, de alcance mundial, vai ser o playstation mesmo.

Edited by Sgt. Rock
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Sgt. Rock disse:

Não deve demorar muito pra Sony desistir do mercado de notebooks também

Já saiu há alguns anos:

https://arstechnica.com/information-technology/2014/02/sony-sells-off-vaio-pc-business-amid-prolonged-industry-slump/

 

Os notebooks vendidos como "Vaio" aqui no Brasil não tem nada a ver com a SONY.

Share this post


Link to post
Share on other sites

uma marca que gosto e a Sharp mas sumiu a ultima vez que vi um eletronico dela foi um celular de um amigo...antes disso cheguei a ver propagandas dela nos jogos de futebol europeu.

Sony aqui a gente sempre ganhava radio k7 portatil (que nao funcionava as fitas)  a recepcao de radio am-fm era muito boa outros que ganhavamos era os aiwa alguns a gente comprava em bazar.

 

Lenda de Epoca?: Lembro que havia um comentario sobre o Walkman foi algo que a Sony foi pioneira  e virou moda...também ouve criticas aos fones de ouvido (os radios nao tinham saida externa de som com auto-falante) por causar problemas no ouvido com o som alto por isso todo os radios e celulares hoje e ja a 2 decadas vem com um aviso em papel ou na tela avisando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, xerem disse:

A sony foi referência me qualidade tecnologia até os anos 2000, com a entrada das TVs Plasma/LCD ela se deu mal demais. Produtos com qualidade inferior, para quem reinou na época das tubão foi uma queda drástica. Simplesmente a televisão não valia o preço cobrado.

Receivers, decidiu só focar no tamanho, aparelhos de som em geral só tinham grave distorcido... Ela entrou na onda das populares com preço elevado e deu errado.

Notebook Vaio era status de quase Apple...

Principalmente década de 90 aparelho Sony era sinônimo de qualidade e durabilidade e isso se perdeu.

Durabilidade acredito que isso nunca se perdeu, mas em relação à tecnologia isso ela ficou para trás realmente. Enquanto as coreanas estavam a melhorar cada vez mais a tecnologia das tvs (criação de das QLEDs e OLEDs por exemplo), a sony já não era pioneira em mais nada.

Os receivers eu também vi muita reclamação por parte do pessoal mais exigente, a dizer por exemplo que a linha muteki da sony não valia nada, só fazia barulho.

 

6 horas atrás, Sgt. Rock disse:

Concorrer aqui dentro com Samsung e LG é tarefa quase que impossível.

Eu acho até que demorou pra isso acontecer.

Mas que não é uma notícia boa, isso não é. Não que a Sony representasse alguma concorrência para essas duas, mas permitir que elas fiquem dominando o mercado, sozinhas, não é nada bom para nós consumidores.

Talvez a LG e a Samsung não reinem sozinhas no Brasil. Em todo o resto do mundo as tvs de marcas chinesas (Hisense, TCL, Xiaomi, OnePlus e Vizio) estão com uma participação muito grande graças a boa qualidade e preços bem competitivos.

A TCL por exemplo eu sei que chegou recentemente no Brasil. Talvez as outras marcas cheguem um dia também.

 

2 horas atrás, Dav disse:

uma marca que gosto e a Sharp mas sumiu a ultima vez que vi um eletronico dela foi um celular de um amigo...antes disso cheguei a ver propagandas dela nos jogos de futebol europeu.

Tá ae a explicação do sumiço dela no Brasil:
 

 

2 horas atrás, Dav disse:

Lenda de Epoca?: Lembro que havia um comentario sobre o Walkman foi algo que a Sony foi pioneira  e virou moda

A sony que inventou o conceito do walkman, inclusive "walkman" é uma marca registrada dela.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Competitividade tende a eliminar fornecedores que não oferecem preço competitivo mesmo. Ontem a empresa que um amigo trabalha fechou operações em dois países da Ásia porque os concorrentes locais trabalhavam por dinheiro de pinga, e pra uma empresa americana não compensava.

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Jin Kazama disse:

Durabilidade acredito que isso nunca se perdeu, mas em relação à tecnologia isso ela ficou para trás realmente. Enquanto as coreanas estavam a melhorar cada vez mais a tecnologia das tvs (criação de das QLEDs e OLEDs por exemplo), a sony já não era pioneira em mais nada.

Os receivers eu também vi muita reclamação por parte do pessoal mais exigente, a dizer por exemplo que a linha muteki da sony não valia nada, só fazia barulho.

 

Talvez a LG e a Samsung não reinem sozinhas no Brasil. Em todo o resto do mundo as tvs de marcas chinesas (Hisense, TCL, Xiaomi, OnePlus e Vizio) estão com uma participação muito grande graças a boa qualidade e preços bem competitivos.

A TCL por exemplo eu sei que chegou recentemente no Brasil. Talvez as outras marcas cheguem um dia também.

 

Tá ae a explicação do sumiço dela no Brasil:
 

 

A sony que inventou o conceito do walkman, inclusive "walkman" é uma marca registrada dela.

opa obrigado assisti ao da sharp que historia! depois vou assistir os outros.

nossa primeira tv a cores nova foi uma Sharp meu pai entrou em um consorcio na epoca e de surpresa vieram entregar em uma noite. somente tinha entrada para antena mas a recepcao era tao boa que mesmo dentro de casa a antena pegava tudo.

durou mais de 10 anos acho que tenho guardado o logo dela e o manual

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
41 minutos atrás, Dav disse:

nossa primeira tv a cores nova foi uma Sharp meu pai entrou em um consorcio na epoca e de surpresa vieram entregar em uma noite. somente tinha entrada para antena mas a recepcao era tao boa que mesmo dentro de casa a antena pegava tudo.

durou mais de 10 anos acho que tenho guardado o logo dela e o manual

Em casa foi a mesma coisa. Cresci vendo num modelo igual à essa:

832809085648819.jpg
 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na década de 80 a Sony dominou, na de 90 reinou! Ae chegou os anos 2000 com novas tecnologias e a concorrência começou a derrubar a Sony, vide os exemplos das tvs, eu tive a famosa tela plana de 20 mas quando deu um problema um dos chips só era vendido na Sony e não dava pra fazer gambiarra, e é assim que é maioria dos produtos! Deu defeito reze pra ter cnserto senão já era! Fica dificil ganhar a confiança do consumidor assim! Mas espero que algum dia ela volte pois concorrência faz bem pro mercado! e Trust com certeza ninguem gosta!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com essa noticia, a Sony só fica com a representação do seus consoles, já que desde do ano passado não fabrica mais, putz... será que voltamos a era sem legendado/tradução ?
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 17/09/2020 at 06:59, Jin Kazama disse:

Em casa foi a mesma coisa. Cresci vendo num modelo igual à essa:

832809085648819.jpg
 

Tinha uma igualzinha essa em casa.

Depois de um tempão meu pai comprou outra TV da sharp só que com controle remoto.

Sucesso!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Neo disse:

Tinha uma igualzinha essa em casa.

Depois de um tempão meu pai comprou outra TV da sharp só que com controle remoto.

Sucesso!

Em casa foi a mesma coisa! O modelo que substitui aquela primeira foi essa aqui :

5oHnhZ2LW2b5yiah5-televisor-sharp-digita

 

Foi a primeira tv que tivermos em casa com controle remoto. 

Edited by Jin Kazama

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro que tem toda uma decisão estratégica da empresa, mas acho que aquele lote de tvs de tubos que eles perderam depois de ficar brigando 13 anos na justiça, deve ter ajudado a tomarem essa decição,esse paisinho não tem segurança juridica, pra ter negocios.

Pra quem não sabe da história, a sony contratou uma empresa de logistica, a empresa de logistica teve problemas financeiros e se apropriou de um lote de produtos variados da sony que na época valia 1,3milhões,  a sony entrou na justiça para reaver o que era seu ou dinheiro equivalente, e sem atualizações desde 2019 o processo, o lote a empresa acabou perdendo na justiça pra outra empresa por dividas e a justiça ordenou um leilão, onde tudo foi vendido por valor irrisório, pra pagar outra empresae pra sony nada, imagina a kra dos japoneses ao saber disso?

Share this post


Link to post
Share on other sites

A primeira Tv Sharp cor que lembro lá de casa era essa senhora aqui:

images?q=tbn:ANd9GcQsW0QiyUz7lbYvhCRAJyt

Ela tinha o "botão de touch"  vc encostava e mudava. Acredito ser via eletricidade estática.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Difícil mesmo competir aqui no Brasil, sendo que desde que as Plasmas/LCD entraram no mercado, a Sony ficou totalmente perdida. Continuou vendendo suas TVs a preços altos, mas longe da qualidade de antes. Com isso a Samsung e a LG dispararam no mercado nacional, oferecendo tecnologias melhores com preços melhores.

Mas acho uma pena. Quanto menos concorrência, só quem se ferra somos nós, consumidores. 

De marcas de TVs decentes sobraram quantas aqui agora? Samsung, LG e Panasonic? Muito pouco. 

Aquelas TCL não me descem. Falam que são descentes, mas creio que as que vendem no Brasil são só os modelos de entrada.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, setzer disse:

Aquelas TCL não me descem. Falam que são descentes, mas creio que as que vendem no Brasil são só os modelos de entrada.

As TCLs são de boas. A primeira vez que eu vi eu pensei que era uma xingling qualquer, mas depois que pesquisei vi que não era bem isso. Inclusive a TCL é dona de uma fábrica de displays que fornece para várias outras marcas, e até a samsung usa displays dessa marca.

Mas a TCL só tem tvs de baixa e média gama mesmo, inclusive estou a namorar no momento o modelo C715.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...